Image-empty-state.png

Tarcisio Lima

Tecnologia da Informação

Engenheiro Civil pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e Mestre em Informática na área de Engenharia de Software pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Cursou doutorado em Ciência da Computação na área de Banco de Dados no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo, em São Carlos. Sua experiência é em modelagem e projeto de sistemas de banco de dados e em desenvolvimento de sistemas para a Web. Seus interesses são a integração semântica da informação visando a inteligência empresarial e os dados ligados.

Nos anos 1980 atuou como Analista de Sistemas na Coordenação de Desenvolvimento de Produtos, posteriormente no Centro de Estudos e Desenvolvimento Avançado e, por último, na Diretoria de Tecnologia do SERPRO – Serviço Federal de Processamento de Dados, e também como Analista de Sistemas na TELESOFT – Sistemas, Telemática e Automação Ltda., no Rio de Janeiro. Entre os projetos de relevância, cita-se a partipação como integrante do corpo técnico de desenvolvimento do Hipersoft – primeiro sistema construtor de hipertextos nacional. Ministrou disciplinas na graduação em Ciência da Computação da Universidade Católica de Petrópolis e na Licenciatura em Informática da Universidad de La Plata, na Argentina, onde também coordenou o projeto micro-ETHOS, parte do Programa Argentino-Brasileiro de Informática. Atuou como instrutor em vários cursos para empresas oferecidos pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa em Informática (IBPI).

Nos anos 1990 lecionou na graduação da Universidad de Vigo (Espanha) e nas pós-graduações da Universidad del Norte (Colombia), da Universidade Metodista de Piracicaba e da Universidade de Franca, no interior de São Paulo. Dirigiu a empresa ARTEFOLIO Produções Gráficas Ltda., do ramo de editoração eletrônica. Seguiu como instrutor do IBPI. Por dois anos foi professor convidado, atuando junto ao Large-Scale Distributed Systems Laboratory da University of Georgia (EUA), onde também coordenou a equipe de desenvolvimento da Alexandria Digital Library, projeto de 6 milhões de dólares, financiado pela National Science Foundation americana.

A partir dos anos 2000 passou também a atuar com Educação a Distância em cursos de Gestão da Educação a Distância e, mais tarde, em cursos de Tecnologias da Informação e Comunicação para o Ensino Básico ministrados pelo Centro de Educação a Distância da UFJF. Também na UFJF passou a atuar em projetos de extensão de inclusão social através da inclusão digital. Além de professor efetivo nos vários cursos de graduação na área de Computação, atuou como professor no Master in Business Intelligence, no MBA em Gestão de Projetos de TI e coordenou o curso de especialização em Desenvolvimento de Sistemas com Tecnologia Java. Lecionou Banco de Dados (com enfoque biológico) no doutorado do Laboratório Nacional de Computação Científica, em Petrópolis. Ministrou disciplinas da área de TI no Centro de Extensão da PUC-Rio em algumas edições do curso Business Intelligence Master – Sistemas Inteligentes de Apoio à Decisão em Negócios.

Ingressou na UFJF em 1991 como professor substituto do Departamento de Matemática e, em 1994, como professor efetivo concursado, em regime de dedicação exclusiva, optando, em 1995, pelo novo Departamento de Ciência da Computação. Exerceu diversas coordenações de curso e chefias de departamento. Na Administração Superior da UFJF, seu último cargo de direção foi como Coordenador Geral da COPESE – Coordenação Geral de Processos Seletivos, órgão responsável pela elaboração e aplicação das provas dos programas de ingresso nos cursos de graduação e concursos públicos para seleção de técnicos administrativos da instituição nos vários níveis.

Em 40 anos de experiência didática, 30 deles com ensino superior na área de Informática e Tecnologias da Informação, orientou centenas de alunos em iniciação científica e iniciação a extensão, monografias de graduação e pós-graduação. Participou de inúmeras bancas de concursos para provimento de cargos públicos e, principalmente, foi AUTOR de DIVERSAS questões que compuseram provas da área de Informática e Tecnologia da Informação nas esferas municipal, estadual e federal e, igualmente, responsável pela realização de vários concursos.

Aposentou-se em 2017. Desde então seu prazer maior na vida é viajar: conhece 50 países. Pretende, entretanto, também se divertir seriamente ensinando aos concurseiros como serem bem-sucedidos em concursos públicos que envolvam questões da área de Informática e Tecnologia da Informação.