Entrevista com Aprovado - Pedro Henrique Moura

Atualizado: Abr 16

Aprovado em 2º lugar para Técnico Judiciária no TRF 5º Região

Para comprovar a eficácia e o número crescente de pessoas que

se preparam para concursos por meio dos cursos online, o Pedro Henrique, natural de Aracaju (SE), tem uma excelente e meteórica história de aprovação. Ele está no segundo semestre do curso de Direito e, em meio a uma greve na Universidade Federal de Sergipe, resolveu aproveitar o tempo para estudar para o concurso do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.


Com apenas 20 anos, o Pedro estudava sete horas por dia, sempre com foco e determinação. O resultado? Por meio de um único pacote de teoria e exercícios para técnico judiciário da área administrativa, ele conseguiu a tão sonhada aprovação – que, para a grande maioria, demora anos.


Segundo ele, quando um amigo indicou o curso online do Ponto, ele não acreditou na eficácia do método. Ainda assim, por se tratar de uma indicação de quem já vinha estudando há algum tempo, ele acatou a sugestão e começou a peregrinação rumo à aprovação que, para sua surpresa, veio mais rápida do que ele poderia esperar.


Nós, do Ponto dos Concursos, nos orgulhamos muito de poder fazer parte da história de pessoas como o Pedro. Ele nos enviou um e-mail de agradecimento e, por meio deste, entramos em contato com ele para descobrir um pouco mais sobre essa incrível história de sucesso. Vamos lá Pedro, conte-nos tudo e não esconda nada!


Ponto dos Concursos – Conte-nos um pouco sobre como se deu a decisão de estudar para um concurso público. Como chegou aos materiais do Ponto?


Pedro Henrique - Desde que entrei na universidade eu tinha vontade de estudar para concurso, mas era somente um projeto e não levava tão a sério. Foi aí que o TRF5 abriu edital para o concurso e, como estava em greve, resolvi estudar.


Contudo, o tempo era curto e eu queria um material de estudo objetivo e focado nesse concurso. Por isso, um amigo me indicou o Ponto. Fiquei receoso no começo mas, como a remuneração valia a pena, resolvi estudar de verdade e comprei o pacote de teorias e exercícios para técnico.


Ponto dos Concursos – Por quanto tempo você estudou?


Pedro Henrique - Estudei durante 11 semanas antes da prova.


Ponto dos Concursos – Pedro, a maioria das pessoas demora um tempo considerável até conseguir a aprovação e, geralmente, acabam perdendo tempo no início até estabelecerem uma metodologia de estudos. Como foi o seu começo?


Pedro Henrique - O começo é cansativo, mas com o tempo fui pegando o ritmo que queria. A forma como eu recebia as apostilas do Ponto me ajudou bastante, já que costumavam chegar semanalmente. Como o tempo era curto, eu não podia deixar acumular e por isso conseguia manter um ritmo acelerado para poder estudar as apostilas novas que chegavam, e revisar as antigas para não esquecer nada.


Ponto dos Concursos – Algumas pessoas se concentram em estudar questões das bancas de concursos anteriores. Outras se atêm aos itens do edital. Você foi por algum desses lados? Na verdade, eu segui ambos os lados, pois o curso que comprei era específico para esse concurso e, portanto, se mantinha preso ao edital, mas também fiz um número grande de questões da banca que fez a prova. Fazer muitas questões e me manter focado no edital, sem estudar nem menos nem mais do que o necessário, foram estratégias bastante importantes para mim.


Ponto dos Concursos - Em sua opinião, o que foi fundamental para essa aprovação?


Pedro Henrique - Acredito que tenha sido a disciplina necessária para poder manter uma rotina de estudos, juntamente com as repetições incessantes dos assuntos. Muitas pessoas me parabenizaram dizendo que eu era inteligente, mas não acredito que tenha sido questão de inteligência, e sim de esforço e disciplina para que eu pudesse me dedicar exclusivamente, durante quase três meses, para essa prova.


Ponto dos Concursos – Quando fez a prova, já tinha a sensação de que seria aprovado? Qual foi sua reação ao receber o resultado?


Pedro Henrique - Eu costumava pensar, enquanto estudava para o concurso, que seria muito difícil passar logo no primeiro, já que era um cargo muito concorrido. Por outro lado, eu me sentia preparado, já que conseguia assimilar o conteúdo e fazia muitas questões. Portanto, no dia da prova cheguei confiante pelo fato de ter me preparado bastante e esperava um bom resultado. Ainda assim, fiquei surpreso ao ver que tinha ficado em uma colocação tão boa, algo que não esperava.


Ponto dos Concursos – Pretende continuar na luta por outras aprovações? Se sim, já tem algum órgão em que pretende investir?


Pedro Henrique - No momento, pretendo manter o foco na faculdade para poder fazer um bom curso. Ao longo da faculdade quero descobrir em qual órgão eu melhor me encaixo e assim tentar uma aprovação em um concurso maior. Enfim, pretendo evoluir, talvez passando por outros cargos, até chegar a um cargo que seja meu objetivo principal.


Ponto dos Concursos – O que você considera ser fundamental para se ter sucesso com os estudos, no caso de quem estuda à distância e com todo o conforto e possíveis distrações do lar?


Pedro Henrique - Disciplina! Considero esse fator importantíssimo devido à imensidão de coisas que existem para se fazer enquanto não se está estudando, sendo que quase sempre são atividades mais legais do que sentar e estudar durante horas. Por isso, quando vou estudar procuro um lugar calmo e silencioso onde ninguém possa tirar minha atenção.


Ponto dos Concursos – Teve que se privar de sua vida social? Como foi lidar com isso?


Pedro Henrique - Tive que me privar de algumas coisas, principalmente pelo fato de ter sido um período de “férias” fora de hora (greve). Dessa forma, em vez de aproveitar esse momento para me divertir, eu resolvi estudar, e acredito que o esforço tenha valido a pena. Quanto à minha vida social, eu costumava sair apenas um dia na semana para descansar um pouco, mesmo assim estudava durante o dia para poder sair à noite.


Ponto dos Concursos – Quais as grandes vantagens de se estudar por materiais online?


Pedro Henrique - Eu achei uma experiência muito interessante o estudo por material online. Primeiro porque se economiza tempo, visto que não é preciso

sair de casa. Depois, o estudante consegue manter um ritmo próprio, já que estuda sozinho.


Ponto dos Concursos – Pedro, foi um enorme prazer conhecer um pouco da sua história e poder fazer parte dela. Obrigada pela entrevista e acreditamos que ainda nos veremos por aqui em outras histórias!

0 comentário