"Tenho uma vida corrida e não consigo me organizar para estudar"

Aprender a elencar prioridades, ser eficiente, são habilidades fundamentais para quem almeja o sucesso em qualquer área da vida, inclusive no concurso público.

A maioria dos alunos que atendo no coaching não tem o privilégio de ter o dia todo para estudar. Trabalho, filho pequeno, compromissos diversos. Realmente meus alunos dormem com um cobertor curto: cobre a cabeça, os pés aparecem.

Eu também tinha uma vida assim quando estudava o que acaba me facilitando muito hoje em dia no trato com os alunos, pois sei o que eles estão passando na maioria das vezes. Gosto de dar exemplos pessoais, não para me gabar, mas pra mostrar pra você que, com um pouco de boa vontade e organização, as coisas podem funcionar, independentemente da rotina (puxada) que você leva. Até hoje desempenho várias tarefas na minha rotina. É comum as pessoas me perguntarem: como você consegue fazer tantas coisas?


Abaixo deixo algumas dicas minhas, mas que podem servir pra você também:


1 - JAMAIS descuide do seu tripé: alimentação, atividade física e descanso. JAMAIS. Posso ter aula pra entregar, muito trabalho na SUSEP, aluno pra ligar no coaching, mas não deixo de praticar minha sagrada e diária atividade física. Nunca. Dia de semana também raramente abro exceções na minha alimentação. Sem açúcar, sem farinha branca. Muitas frutas e muita água. Quanto ao descanso, uma dica boa é estabelecer horários ou dias para desintoxicar. Eu, por exemplo, não faça nada no sábado. Nada mesmo. Desligo até o celular. Se você abrir mão do seu tripé, todo o resto vai desmoronar. Se você tiver 1 hora para estudar hoje e você não deu sua caminhada, nem pense: caminhe. Isso deve ser sua prioridade, pois quando o corpo e a mente estão bem, o resto flui. Ao estabelecer estes três itens como prioridades, você garante um mínimo de qualidade de vida.


2 - crie um sistema de gerenciamento de tarefas. Compre um caderninho. Na primeira página anote seu nome. No meu eu sempre coloco uma frase legal. A de 2014, por exemplo, é: vida simples, pensamentos elevados. Deve ser algo que motive você. Na segunda folha faça um resumo de sua rotina. Não inclua itens muito óbvios, tipo dormir, acordar. Exemplo:


- 06:30 - natação.

- 12:00 - ioga. Segunda e quarta.

- E-mail pessoal – pela manhã.

- Meditar 10 minutos - todo dia.

- Estudar inglês - 18:00. Terça e quinta.

- Sábado - descanso.


Entendeu? Esta rotina é só um guia pra você não se perder. Depois divida seu caderninho em duas partes. A primeira deve ser maior, pois você anotará as tarefas de curto prazo, que exigem ação imediata, como "pagar a luz". A segunda parte, que deve conter menos folhas, são tarefas de médio prazo, que não precisam ser feitas agora, tipo "pegar o livro que emprestei para fulano". Em frente de cada tarefa coloque um quadradinho. Ao fazê-la, faça um X no quadradinho. Use dois marcadores de abas com as siglas CP (curto prazo) e MP (médio prazo) para dividir seu caderninho.


Tenha ainda um calendário para anotar compromissos, como "ir ao médico dia tal". Então recapitulando: um calendário e um caderninho com resumo da rotina, tarefas de curto prazo (CP) e tarefas de médio prazo (MP). O calendário eu uso o do Hotmail que já me avisa automaticamente todo dia o que tem naquele dia. Eu anoto o compromisso e esqueço. O e-mail me avisa pela manhã.


Crie um dia para você revisar seu sistema de gerenciamento de tarefas. Eu reviso todo dia, pois estou acostumado e faço isso em menos de um minuto. Mas acho que um dia na semana tá de bom tamanho. Ao revisar, risque todas as tarefas de curto prazo do caderno e passe a limpo. Cria uma visualização mais limpa.

Não basta apenas ter o sistema se você não mudar a consciência. Ao colocar suas tarefas no papel, esqueça-as. Crie espaço mental para você estudar. O papel vai lembrar dos compromissos pra você.


3 - gerencie sua energia. Exemplo: o pessoal do trabalho começou a discutir sobre uma nova possibilidade de aumento. Participar disso vai te ajudar a passar no concurso? Não. Então não se meta. Se a cada polêmica, briguinha e situações chatas você se envolver ou absorver, você vai chegar no final do dia um caco e não vai conseguir estudar. Poupe-se.


4 - seja uma pessoa single-task, não multi-task. Traduzindo, foque em uma coisa de cada vez. Quando estiver trabalhando, feche as abas da internet. Trabalhe em períodos curtos e intensos de mais ou menos 30 minutos. Pare. Respire. Beba água. Reavalie o que tem que fazer. Retome o trabalho.


5 - faça bem feito pra fazer uma vez só. A energia pra fazer algo mal feito é mesma que você vai gastar pra fazer bem feito. E se você fizer mal feito, pode ser que tenha que fazer novamente, o que vai gerar um retrabalho. Resultado: gasto de energia. Pare de se esquivar, faça tudo bem feito.


6 - reserve um tempo para sua família. Eu, por exemplo, nunca estudei sábado e domingo à tarde. Era da minha família. Deixei de passar no concurso? Não. Demorei mais? Não sei. Mas mantive a integridade da minha família, que no final é o que importa.


7 - ao sentar para estudar, blinde-se. Um jeito bom de fazer isso é exercitar o foco no momento presente. Não fique imaginando como será seu rendimento, como os outros estão estudando, apenas observe os objetos ao seu redor, a cadeira, o livro sem efetuar julgamentos. Apenas observe e esqueça por um momento dos problemas. Veja como é incrível viver o agora. Não complique. Tem gente que pensa demais. No fundo é só ler. Não se esqueça de respirar. Quando estamos tensos travamos a respiração. É intuitivo. Ao respirar você desamarra as tensões e rende mais nos estudos.


8 - foque na qualidade. Eu nunca estudei mais que 3 horas por dia. Não dava mesmo. Quem tem filho, conta pra pagar, trabalho, etc, fica difícil de estudar mais que 3 horas/dia. Mas eu lia tudo com muita atenção e calma, sempre policiando a qualidade da minha leitura. Conheço gente que estuda o dia todo e não rende. Por que? Lê mal. Foca na quantidade da leitura. Quer ler muito ou muito rápido para acabar logo. Respeite seu ritmo. Leia com tranquilidade. Foque na qualidade. Estudar não é carregar piano, mas é uma atividade que exige qualidade.


9 - não invente moda. Exemplo: você quer fazer concurso público, não é? Pra que se matricular numa pós-graduação se nem tempo de estudar pra concurso você tem? Seu dinheiro é curto? Pra que comprar um monte de coisa e se endividar? Não crie problemas. Exemplo pessoal: acabei de acabar meu curso de inglês. Fiquei doido pra fazer francês. Eu me perguntei: pra quê? Pra nada. Já comecei a inventar moda. É natural, mas não ceda às tentações. Deixe seu curso de gastronomia pra depois da aprovação. Preocupe-se agora com o que interessa.


10 - adapte-se. A vida não é bem uma reta, mas uma estrada cheia de encruzilhadas e escolhas. Adaptar-se faz parte. Não deu pra estudar 3 tempos de 1h30min hoje? Faça 2 tempos de 1h15min. Não conseguiu ler a teoria? Faça questões do que já leu. Não vai nadar? Caminhe pelo menos 30 minutos. Enfim, seja criativo e prossiga na caminhada. Às vezes é melhor progredir que ser perfeito.

Manter uma vida organizada e saudável certamente ajudará você a ter um desempenho melhor nos seus estudos.


Bons Estudos!


Abs!


Igor Oliveira.

2 comentários