Entrevista com Aprovado - Aldenor Fernandes dos Santos


Hoje vamos conhecer a linda história do Aldenor Fernandes dos Santos, casado, pai de dois filhos, formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e especialista em Auditoria e Perícia. Utilizando em sua rotina de estudos a dupla de livros Direito Administrativo Descomplicado e Direito Constitucional Descomplicado, hoje Aldenor exerce o Cargo de Analista de Controle Contábil do Tribunal de Contas do Paraná e desempenho também a função de gerente de processos. Confira abaixo a entrevista completa.


Ponto: Quando você decidiu estudar para concursos públicos? Como você conheceu o Ponto dos Concursos?


Aldenor: Desde o ano de 1995, trabalhava na Força Aérea Brasileira, era Sargento, havia dentro de mim a sensação de que o trabalho que eu realizava não tinha muita relevância social. Aliado a esse sentimento, havia a questão dos baixos salários pagos pela força. Foi então que resolvi abandonar a carreira militar e estudar para concurso civil. Terminei o Curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal do Rio Grande do Norte em março de 2008, e, ainda, no mês de março iniciei meus estudos no curso para concursos, ligado à rede de ensino LFG. Naquela mesma época, adquiri os livros de Direito Constitucional Descomplicado e Direito Administrativo Descomplicado, foi o meu primeiro contato com o Ponto dos Concursos.


Ponto: Como você organizou sua rotina de estudos? Quais foram as suas principais dificuldades durante a preparação?


Aldenor: Bom, eu adquiri o livro de Willian Douglas “como passar em provas de concursos” e fiz uma adaptação da sugestão de estudos que continha no livro. Após adaptação, estabeleci uma meta semanal de 40 (quarenta) horas de estudos semanais. Como eu trabalhava e estudava, determinei que caso não cumprisse a meta, estudaria também no final de semana, de forma que caso não completasse a meta, não teria lazer no final de semana. Estudava em torno de cinco matérias por dia, sem repeti-las até esgotar as matérias da Receita Federal do Brasil, que era meu foco.


Ponto: Você disse que estudou pelos livros Direito Constitucional Descomplicado e Direito Administrativo Descomplicado. Poderia falar um pouco sobre como eles foram importantes para a sua aprovação?


Aldenor: Quando eu comecei a estudar, não conhecia muito bem a nação concurseira e também não tinha noção da complexidade que era estudar para um concurso, foi então que ouvi falar dos livros de Direito Constitucional Descomplicado e Direito Administrativo Descomplicado. A chegada dos livros me trouxe um norte muito bacana, uma vez que reuniam todo o conteúdo que eu necessitava para estudar e também pela forma didática e de linguagem fácil para mim que não tinha formação jurídica. Eu diria que os livros foram, sem dúvida, um dos grandes aliados na minha aprovação. Registro aqui o meu agradecimento ao Marcelo e ao Vicente pelo trabalho e dedicação na elaboração desses livros.


Ponto: Você foi aprovado para um excelente cargo. Quais são os seus planos para o futuro?


Aldenor: Trabalhar no Tribunal de Contas do Estado do Paraná foi para mim a realização de um sonho, considerando que alia excelente salário, ambiente de trabalho extraordinário e uma relevância social muito grande, de forma que estou muito satisfeito e meu objetivo agora, após um ciclo muito produtivo de capacitações e aperfeiçoamento, é fazer um Mestrado em Administração Pública, com vista a contribuir ainda mais com a sociedade. Afora isso, estou ministrando Palestras pela Escola de Gestão Pública do Tribunal e ministrando aulas em Faculdades Particulares, de forma que me sinto totalmente realizado e não pretendo estudar mais para concurso.


Ponto: Qual mensagem você gostaria de deixar para os colegas que continuam estudando?


Aldenor: Não desista jamais. Quando eu estudava, a palavra que eu mais ouvia era: “esse homem não passou ainda, vai ficar louco”. Faça um planejamento adequado, adquira materiais de boa qualidade, aproxime-se de pessoas que estão estudando e dispense toda e qualquer palavra que venha no sentido de que você não vai conseguir. Só existe uma possibilidade de você não conseguir passar...se você desistir.




0 comentário