Concursos públicos e empreendedorismo

No Brasil, o termo “empreendedorismo” é muitas vezes relacionado à criação de empresas ou à inovação empresarial. Mas o termo significa muito mais do que isso.


Ser empreendedor é ser idealizador, construtor de ideias e projetos, gerenciador de riscos e desafios, além de gestor de negócios e processos de negócios.


Tudo isso é muito direcionado e compreendido no âmbito empresarial, todavia, o empreendedorismo é e deve ser plenamente aplicável em qualquer situação de nossa vida cotidiana, seja dentro de nossas casas, nas escolas e universidades, no trabalho e também nos projetos pessoais.


Ser estudante de concurso público ou “concurseiro”, como muitos gostam de denominar, é um ato empreendedor latente e provido de todos os elementos presentes no mundo empresarial.


Primeiramente, o estudante deverá elaborar seu planejamento e sua estratégia, que será, na maioria das vezes, a médio e longo prazo.


Posteriormente, deverá se munir de um projeto. Como sabemos, projetos são únicos, com prazo determinado e com um objetivo a ser alcançado. É nesse projeto que serão alicerçados a disciplina, os horários, as matérias a serem estudadas, o concurso a ser feito e a metas a ser alcançada.


Atingido o objetivo, passa-se à novas etapas: projetar um novo cargo ou se estabelecer naquele. Caso não atingido, um novo projeto será elaborado, visando um novo concurso e novas metas.


Dentro de cada projeto haverá inúmeros processos, que deverão ser eficientes para gerar a eficácia do estudo.


Concurseiros, tal como os atletas de competição, lidam com o cansaço excessivo, com a cobrança dos resultados e, se o atleta tem a torcida e os patrocinadores que cobram resultados, o estudante tem a família e a sociedade a lhe instigar a necessidade de ser o melhor. As competições são desgastantes e os resultados muitas vezes demoram a acontecer.


Ser estudante não é fácil. Exige compromisso e muita disciplina. Por isso, vocês são muito mais que meros estudantes ou concurseiros: vocês são grandes empreendedores.


Prof. Walter Santos Discursivas

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo