Concurso TCU: edital lançado!



Foi lançado o aguardado edital do TCU, a oferta do Tribunal de Contas é de 20 vagas de Auditor para contratação imediata. Os aprovados para o cargo de Auditor Federal de Controle Externo receberão remuneração inicial de R$ 21.947,82.

Os candidatos deverão fazer as inscrições entre os dias 1º de novembro e 20 de dezembro de 2021 através do site da banca organizadora (Fundação Getúlio Vargas - FGV). A taxa de inscrição é de R$ 180,00. A Lotação dos aprovados será em Brasília/DF. De acordo com o edital, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.


Requisitos


Segundo o Edital do Tribunal de contas, para o cargo de Auditor será exigido diploma de conclusão de curso de nível superior ou equivalente em qualquer área de formação, registrado e fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

Atribuições

O profissional irá desenvolver atividades de planejamento, de coordenação e de execução relativas à fiscalização e ao controle externo da arrecadação e aplicação de recursos da União, bem como da Administração desses recursos, examinado a legalidade, legitimidade, a economicidade, a eficiência e a efetividade em seus aspectos financeiros, orçamentário, contábil, patrimonial e operacional, dos atos dos jurisdicionados ao TCU.


Concurso TCU: Prova Objetiva e Discursiva


De acordo com o certame, a Prova Objetiva (de caráter eliminatório e classificatório) será realizada em todas as capitais do país, na data provável de 13 de março de 2022 (das 13h às 18h - segundo o horário de Brasília/DF). A Prova Discursiva (de caráter eliminatório e classificatório) também será realizada em todas as capitais do país que contarem com candidatos aprovados na prova objetiva, na data provável de 22 de maio de 2022 (das 13h às 18h - segundo o horário de Brasília/DF).


O certame do Tribunal de Contas da União será realizado em três etapas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

  • Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório e

  • Programa de Formação, de caráter eliminatório.

Disciplinas da prova objetiva:

CONHECIMENTOS GERAIS

  • Língua Portuguesa

  • Língua Inglesa

  • Matemática Financeira

  • Controle Externo

  • Administração Pública

  • Direito Constitucional

  • Direito Administrativo

  • Direito Civil

  • Direito Processual Civil

  • Sistema Normativo Anticorrupção

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

  • Estatística

  • Análise de Dados

  • Auditoria Governamental

  • Contabilidade Aplicada ao Setor Público

  • Análise das Demonstrações Contábeis

  • Administração Financeira e Orçamentária

  • Economia do Setor Público e da Regulação

Prova Objetiva

Segundo o Edital, a Prova Objetiva será composta por 100 (cem) questões, valendo 1 (um) ponto cada, totalizando 100 (cem) pontos. Todas as questões terão 5 (cinco) alternativas. Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do Concurso TCU o candidato que:


  • Obtiver nota inferior a 25 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Gerais (P1);

  • Obtiver nota inferior a 25 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2);

  • Classificar-se além da 300ª posição, respeitados os empates na última colocação, para candidatos da ampla concorrência; além da 20ª posição, respeitados os empatados na última colocação para candidatos com deficiência; e além da 80ª posição, respeitados os empatados na última colocação, para candidatos negros.


Os candidatos não eliminados serão ordenados de acordo com a soma das notas das Provas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Específicos.

Prova discursiva

De acordo com o certame, somente serão convocados para as provas discursivas os candidatos habilitados na Prova Objetiva. A Prova Discursiva totalizando 100 (cem) pontos, será constituída de:

  • 2 (duas) questões discursivas de conhecimentos gerais a serem respondidas em até 20 (vinte) linhas cada, valendo 15 pontos cada;

  • 2 (duas) questões discursivas de conhecimentos específicos a serem respondidas em até 20 (vinte) linhas cada, valendo 15 pontos cada, e 1 (uma) redação de peça de natureza técnica a ser elaborada em até 50 (cinquenta) linhas valendo 40 pontos.


Segundo o Edital, a Prova Discursiva deverá ser manuscrita de forma legível, sendo obrigatório o uso de caneta de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, e a resposta definitiva deverá ser transcrita para a folha de textos definitivos.

Programa de Formação


De acordo com a publicação, o programa de Formação (de caráter eliminatório) será realizado em Brasília/DF e terá a duração mínima de 120 horas, regido por edital e regulamento próprios, que deverão conter as especificidades listadas nos subitens a seguir:


  • expirado o prazo de matrículas no Programa de Formação, os candidatos convocados que não efetivarem suas matrículas serão considerados desistentes e eliminados do concurso;

  • havendo desistência ou superveniência de novas vagas, serão convocados mais candidatos para se matricularem obedecida a ordem de classificação da primeira etapa;

  • os demais candidatos aprovados na primeira etapa e não convocados para o Programa de Formação serão classificados em lista de cadastro de reserva, e terão sua aprovação no certame condicionada à participação em eventuais Programas de Formação futuros, cuja efetiva realização dependerá exclusivamente do interesse da Administração, observado o prazo de validade do concurso;

  • o candidato matriculado no Programa de Formação deverá entregar os documentos conforme definido no edital de convocação;

  • o candidato que deixar de efetuar a matrícula, não comparecer ao Programa de Formação desde o início, dele se afastar, ou não satisfizer os demais requisitos legais, regulamentares ou regimentais, sem aproveitamento e (ou) sem frequência mínima será reprovado e, consequentemente, eliminado do concurso;

  • durante o Programa de Formação, o candidato fará jus a auxílio financeiro, na forma da legislação vigente à época de sua realização, sobre o qual incidirão os descontos legais, ressalvado o direito de optar pela percepção do vencimento e das vantagens do cargo efetivo, no caso de ser servidor da Administração Pública Federal;

  • as despesas decorrentes da participação em todas as etapas e procedimentos do concurso, inclusive no Programa de Formação, correrão por conta dos candidatos, os quais não terão direito a alojamento, alimentação, transporte ou ressarcimento de despesas


Para maiores informações, acesse aqui o Edital do TCU 2021.

Último concurso TCU

O concurso anterior foi organizado pelo Cebraspe com oferta de 33 vagas para ingresso no cargo de Técnico Federal de Controle Externo. No mesmo período, também foi publicado o concurso para Auditor Federal de Controle Externo com 66 vagas. O Cebraspe também foi o responsável pela organização. Ambos os concursos foram compostos de duas etapas. A primeira, a aplicação de provas objetiva e discursiva. A segunda etapa consistiu no Programa de Formação dos aprovados nas etapas anteriores.


Resumindo

  • Concurso: TCU

  • Situação: Edital lançado!

  • Banca: FGV

  • Cargo: Auditor Federal de Controle Externo

  • Escolaridade: nível superior

  • Remuneração: até R$ 21.947,82

  • Inscrições: 1º de novembro a 20 de dezembro de 2021

  • Vagas: 20 vagas imediatas

  • Provas: objetivas 13 de março e discursivas 22 de maio de 2022

0 comentário