Como construir uma rotina de alto rendimento

Eu costumo receber um monte de e-mails me perguntando como eu faço para administrar tantas tarefas de forma simultânea. As pessoas pensam que, pelo fato de eu ter sido militar, sou um cara super disciplinado e motivado o tempo todo.

Isso é mentira!


Eu tenho grandes momentos de preguiça, fuço na internet sem motivo aparente, adoro pizza com refrigerante, como chocolate, tenho vontade de ver TV o dia todo e de não fazer nada de vez em quando.


No entanto, ainda assim dou conta das minhas atividades, a despeito de certa bagunça. Abaixo algumas dicas que (quase sempre) sigo:


- Lista “inventário de fainas”. É interessante você ter uma lista grande com todas as tarefas que você precisa cumprir. Todas mesmo. É como se fosse uma despensa cheia de atividades, esperando para serem escolhidas. Como eu já tenho certa prática, jogo as minhas tarefas direto na agenda. Mas até adquirir o hábito, eu tinha um caderno onde listava tudo que precisa fazer.


- Lista “para hoje”. A partir de seu “inventário de fainas”, escolha, na véspera, aquelas tarefas que devem ser feitas no outro dia. A arte aqui não reside em escolher as obrigações que serão executadas, mas ter o bom senso de colocar no seu dia aquilo que você consegue cumprir, pois, como sempre advogo, frequentemente superestimamos nossa capacidade de execução. Pesquisadores descobriram que, ao fazer isso na véspera, uma parte do seu cérebro, durante o sono, trabalha para facilitar sua vida no outro dia, realizando conexões neurais que irão auxiliar você no cumprimento de sua missão. E repito: faça uma análise criteriosa e só coloque na sua lista aquilo que você tem condições de cumprir.


- Marque a hora de parar. Na minha lista “para hoje” eu sempre estabeleço a hora de parar. Parece que, quando vejo o comando no papel, aceito melhor que, a partir daquele momento, eu não posso mais verificar meu e-mail ou futricar em sites interessantes. Eu devo parar mesmo. Usualmente, eu paro minhas atividades às 16h ou 17h quando saio do trabalho. Saber a hora de parar é tão importante quanto saber a hora de começar. Nós vivemos numa era em que o mote é produzir muito o tempo todo. Isso é uma grande bobagem. O certo, em minha opinião, é produzir bem. Ser eficiente e focar nas atividades que irão lhe trazer maiores benefícios.


- Planeje as folgas. No esteio da dica anterior, é extremamente importante que você planeje seus períodos de descanso. A vida não tem sentido se você deixa de fazer aquilo que gosta. Seu maior ativo é seu tempo livre e utilizá-lo em atividades que lhe dão prazer ou para ficar com quem lhe faz bem é aproveitá-lo de forma eficiente. Trabalhar sem parar não é legal. Marque inclusive uma hora para você dormir e não negocie. Chegou a hora de dormir, desligue tudo e deite.


- As mais difíceis vêm primeiro. Ao extrair do seu “inventário de fainas” as tarefas que serão realizadas no dia seguinte, é importante que você elenque, na sua lista “para hoje”, as mais importantes ou difíceis primeiro. Fazer as tarefas mais trabalhosas ou significativas logo pela manhã é comprovadamente eficiente. Eu, por exemplo, antes de abrir meu e-mail pessoal, já resolvo uma porção de assuntos importantes. Além disso, faço minha atividade física e meditação logo pela manhã, antes mesmo de ir para o trabalho, garantindo que eu execute atividades significativas para minha vida.


- Cada coisa em seu lugar. Agenda do trabalho fica no trabalho. Agenda particular fica em casa. Não pode misturar. Se eu preciso fazer alguma tarefa particular durante o expediente eu anoto num papel. Se você se acostumar a levar sua agenda do trabalho para casa, sua qualidade de vida vai para o espaço.


- “Sprints” de concentração. Outra técnica comprovadamente eficiente para evitar a procrastinação é trabalhar em períodos curtos de grande concentração. Após seu “sprint”, você deve dar uma relaxada por alguns minutos, beber uma água, levantar da mesa, tomar um café. O interessante aqui é você calcular o que você consegue fazer nesse período. No meu trabalho, por exemplo, eu sei que levo cerca de 30 minutos para despachar dez processos da minha equipe. Nesse período de tempo coloco o fone com uma música, jogo o celular na gaveta e não levanto a cabeça pra nada. Depois eu relaxo e repito o processo.


- Prioridades: alimentação + atividade física + descanso. Se você deseja desempenhar bem suas atividades, você deve estar se sentindo bem. Se você come bobagens todos os dias, seu rendimento será pior, acredite. Seu corpo responde da forma como você o trata. Se você o trata bem, ele será bonzinho com você. Se você judia dele, você vai ser pego de surpresa. Não deixe de fazer sua atividade física para trabalhar ou estudar. Não vale a pena. Mesmo quem estuda, precisa se exercitar. Cientistas descobriram que novos neurônios são gerados em áreas centrais do cérebro para prestarem auxílio a neurônios antigos, quando você está aprendendo algo novo. Os pesquisadores descobriram ainda que esses neurônios morrem quando não são usados com frequência. E o mais interessante: fazer atividade física regular ajuda que esses neurônios sobrevivam. Logo, você tem muitos motivos para se exercitar, mesmo estudando para um concurso público.


Quem estuda e ainda tem várias atividades durante o dia, vive uma rotina bastante atribulada. E, para desempenhar uma rotina de “alta performance”, como costumo chamar, você deve ser disciplinado, pois, caso contrário, estará corroendo toda a base de seu planejamento. Se está escrito na sua lista “para hoje” que você precisa estudar certa matéria ou cumprir determinada tarefa, faça! Não caia na tentação de futricar no celular antes, pois você terá sua atenção capturada e perderá minutos preciosos do seu dia. Se você estabeleceu que irá comer doces apenas no sábado, esconda os doces no “cofre” durante a semana. Seja rigoroso com o cumprimento daquilo que planejou, especialmente os momentos de folga.


Nem sempre eu consigo cumprir minhas tarefas da forma como gostaria, mas tudo bem. A vida trata-se de tentar sempre...e aprender com os erros.


Abs!


Prof. Igor Oliveira Coach

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo