Concurso TCU: análise do Edital 2021 e questões de Regulação de 2015

Prezados (as) alunos (as),


Foi publicado no edital do concurso de Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU).

As inscrições estarão abertas no período das 16h do dia 01 de novembro de 2021 até as 16h do dia 20 de dezembro de 2021. Termos 100 questões na Prova Objetiva (Fase 1). Veja o quadro de ementas:




A partir da mudança de banca (CESPE para FGV), o “jogo” foi equilibrado, tendo em vista que a maioria dos estudantes vinha se concentrando no estilo da banca anterior, que já possuía várias provas do Tribunal. Por outro lado, a FGV tem pouca experiência em tribunal de contas, além de apresentar questões na modalidade múltipla-escolha, tornando a prova mais trabalhosa e estafante - muitas vezes, o candidato deverá escolher a menos errada ou a mais certa, quando atenção aos mínimos detalhes e capacidade de alta concentração por longas horas será o diferencial. Recomendo estudar por questões da FCC, do CESPE (ainda) e da própria FGV.

Nosso foco é a Economia do Setor Público e Regulação, cujo conteúdo destaco a seguir:


ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO E DA REGULAÇÃO: 1 Introdução: o sistema de contas nacionais e as identidades macroeconômicas básicas. 1.1 Produto agregado e os problemas de mensuração. 1.2 Produto nominal x produto real. 1.3 Contas do sistema monetário. 1.4 Balanço de pagamentos. 2 O modelo keynesiano básico: o multiplicador e o papel dos gastos do governo. 3 O modelo IS/LM: impactos das políticas monetária e fiscal. 3.1 Políticas macroeconômicas em diferentes regimes cambiais. 3.2 A avaliação do gasto público. 3.3 O financiamento do setor público no Brasil. 3.4 Conceitos de regulação, desregulação e re-regulação. 4 Teoria econômica de indústrias reguladas. 5 Estrutura de mercado, concorrência perfeita e monopolística, oligopólio, monopólio. 6 Falhas de mercado, externalidades, bens públicos, assimetria de informação (seleção adversa e perigo moral). 7 Regulação e formação de preços para estruturas de mercado de concorrência imperfeita. 8 Conceitos básicos sobre regimes tarifários. 9 Tarifação por custo de serviço. 10 Tarifação por preço teto. 11 Regulação por incentivos. 12 Regulação para competição.


A ementa de Economia do Setor Público e Regulação é bem parecida com a do concurso de 2015. Principal mudança: abandona o termo “Noçoes”, indicando que a cobrança será em outro nível. Do ponto de vista das Ciências Econômicas, há claramente dois grupos: Macroeconomia (do item 1 até 3.3) e Microeconomia (item 3.4 até 12). Gravei um vídeo comentando o que está incluso em cada tópico, veja no canal do Ponto.


Já a Prova Discursiva (Fase 2) do concurso TCU, de caráter eliminatório e classificatório, será realizada em todas as capitais do país que contarem com candidatos aprovados na prova objetiva, na data provável de 22 de maio de 2022, das 13h às 18h. Veja composição:


a) P3: composta por 2 (duas) questões discursivas de conhecimentos gerais a serem respondidas em até 20 (vinte) linhas cada, valendo 15 pontos cada;

b) P4: composta por 2 (duas) questões discursivas de conhecimentos específicos a serem respondidas em até 20 (vinte) linhas cada, valendo 15 pontos cada, e 1 (uma) redação de peça de natureza técnica a ser elaborada em até 50 (cinquenta) linhas valendo 40 pontos.


Teremos quatro redações, ou seja, será aprovado quem fizer diferença na Fase 2. Em breve lançaremos os cursos de Discursivas para o TCU.


Enquanto isso, a seguir, trago a resolução de cinco questões de Economia. A prova está disponível em http://www.cespe.unb.br/CONcursos/TCU_15_AUFC/arquivos/173TCUAUFC_001_01.pdf .


Acerca dos conceitos de falhas de mercado e sua relação com a eficiência econômica e da formação de estruturas de mercado, julgue os seguintes itens.

110 O aumento da elasticidade de demanda de determinado mercado limita o potencial do poder de monopólio de cada um de seus produtores.


Comentários: