Abin - Novo pedido de concurso enviado ao MPOG!

Compartilhar:

Publicado em 30 de junho de 2016

A Agencia Brasileira de Inteligência (ABIN) encaminhou um novo pedido de autorização para abertura de concurso público ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG). A Agência solicitou a inclusão de 650 vagas na Lei Orçamentária Anual de 2017, divididas em 250 vagas de oficial de Inteligência, 200 de oficial técnico de Inteligência, 90 de agente de Inteligência e 110 de agente técnico de Inteligência. O pedido é para que as vagas tenham provimento escalonado, ou seja, as nomeações sejam divididas em quatro anos, entre 2017 e 2020.

O último pedido de concurso feito pela ABIN foi enviado em abril de 2014 e negado em dezembro do ano passado. A solicitação foi para a abertura de 470 vagas.

O último concurso foi realizado em 2010 e organizado pelo Cespe. Os candidatos foram avaliados por prova objetiva das disciplinas: Língua Portuguesa, Atualidades, Conhecimentos Específicos do cargo e Redação. O certame contou também com investigação social e funcional, prova de capacidade física, avaliação médica e psicológica e curso de formação em Inteligência. Acesse o último edital AQUI.

Equipe Ponto dos Concursos

_____________________________________________________________________________________________________

Publicado em 15 de dezembro de 2015

Atenção concurseiros focados no concurso da Agência Brasileira de Inteligência – Abin! O processo que trata do pedido de autorização para realização do concurso da agência teve várias movimentações nos últimos dias dentro do Ministério do Planejamento, onde tramita em regime de urgência após uma audiência na Câmara dos Deputados.

Após importantes avanços na semana passada, o processo que trata do pedido de autorização para a Abin foi concluído, no último dia 8, pelo Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho dos Setores de Infraestrutura e de Artic do MPOG. Conforme pode ser visualizado no site protocolo integrado (veja aqui), houve ainda duas importantes movimentações: uma na Coordenação-Geral do Setor de Articulação Governamental, onde teve seu nível geral alterado para restrito, rito seguido por todos os concursos autorizados neste ano, e a outra foi uma anexação de documento dentro da mesma pasta. Nesta segunda-feira, dia 14, o processo foi recebido pela Segep, uma das últimas instâncias antes da portaria de autorização ser publicada no Diário Oficial da União.

Mesmo com o anúncio da suspensão dos concursos para 2016, é grande a expectativa de que seja autorizado o concurso para a Abin. Isso se deve tanto à grande necessidade de pessoal quanto à ação de inteligência que será montada para o jogos olímpicos de 2016.

Conforme divulgado pelo site Folha Dirigida, a presidente da Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência (Aofi), Beatriz Neves, disse que nos próximos dias uma carta será entregue ao Ministério do Planejamento pedindo para que o concurso da Abin esteja entre os que serão autorizados excepcionalmente. “Precisamos aprovar logo o concurso, para os novos servidores atuarem nas Olimpíadas. Apesar das etapas de prova, avaliação de vida pregressa e curso de formação, com cerca de 350 horas, não há impedimento, pois o curso pode ser feito também nos fins de semana. Imagino que em regime de necessidade, a Abin poderia fazê-lo, como já houve precedente em concursos anteriores”, disse.

Segundo ela, a Aofi também pediu audiência com ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Ricardo Berzoini, mas ainda não obteve resposta. Por outro lado, as entidades têm recebido o apoio de parlamentares pela necessidade do concurso, como o do deputado Heráclito Fortes. “Ele apresentou emenda orçamentária para garantir a execução do concurso, mas a emenda não foi aprovada, mesmo com primeiro parecer favorável do senador Cristóvam Buarque, disse a sindicalista.

A Abin havia recebido o aval do Executivo, extraoficialmente, para abrir 80 vagas, sendo 48 para oficial de inteligência (graduados em qualquer formação) e 32 para oficial técnico de inteligência (graduação em áreas pré-determinadas), cujos ganhos são de R$14.662,34 e R$13.538,03, respectivamente, já incluídos R$373 de auxílio-alimentação. No entanto, com o ajuste fiscal, o Ministério do Planejamento não autorizou o concurso este ano.

Não perca tempo! Com a iminente autorização do concurso é hora de intensificar seus estudos!

Equipe Ponto dos Concursos

 

Publicado: 30 de junho de 2016.
Compartilhar: