Entrevistas

Nelson Araújo


Vamos conhecer a história do Nelson Araújo, recifense de 28 anos, graduado em Comunicação Social e especializado em Jornalismo. Ele começou a estudar há um ano, mas até então não havia sido aprovado dentro das vagas dos concursos que prestou. Para ser aprovado no concurso da Anvisa o Nelson contou com o apoio especial de sua namorada, que o apresentou o projeto Turma de Elite.

Ponto: Como você conheceu o Ponto dos Concursos? O que te motivou a fazer a Turma de Elite?

Nelson: Conheci o Ponto dos Concursos quando comecei a estudar para concursos, tendo adquirido o livro do mestre Vicente Paulo. A Turma Elite me foi recomendada pela minha namorada, que gostou da proposta. O que me motivou a fazer a Turma Elite foi o pragmatismo imposto pela proposta: aulas diretas ao ponto, sem firulas; ritmo de estudo sério, sem passar a mão na cabeça; metas e objetivos a serem cumpridos independentemente dos obstáculos; e, por fim, o comprometimento do Igor com a proposta. Tenho certeza que o pragmatismo funcionou muito bem, pois estava meio perdido no rumo dos estudos, das revisões e do aprendizado eficiente conjugado com um menor esforço.
 
Ponto: O que você mais gostou na Turma de Elite? Como ela te ajudou nesse excelente resultado?

Nelson: Posso dizer que o que mais gostei na Turma Elite foi o fato de ter me transformado em uma pessoa mais proativa (seja como estudante, concurseiro, profissional). A Turma Elite, na coordenação do Igor, é uma facilitadora nos estudos, mas tudo depende da maneira como a encaramos – e é necessário encará-la com seriedade. O que gostei é que o Igor deixou claro desde o início: “nós faremos a nossa parte, mas o mais importante é que você faça a sua parte também”. E acredito piamente que não existe inspiração sem transpiração. Como facilitadora, a Turma Elite me ajudou psicologicamente a manter o foco e a determinação e tecnicamente com o que deveria ser estudado, quando deveria ser estudado, quando deveria revisar e o que revisar. Graças a esse conjunto integrado de forças que a turma oferece que consegui alcançar a aprovação em um curto período de dedicação exclusiva para o concurso.

Ponto: Como você organizou o seu tempo para conseguir bater as metas propostas nas rodadas semanais?

Nelson: Basicamente, eu criei uma rotina rígida de estudos e revisões e decidi que, durante os três meses de preparação que tinha até o concurso da Anvisa, iria me dedicar 100% aos estudos desse concurso. Então abdiquei de sair com a namorada em muitos finais de semana e com os muitos amigos e amigas que tenho, interrompi outros projetos e atividades que não me ajudariam diretamente com os estudos. Foi uma decisão difícil a ser tomada, mas, no momento, foi necessária. Todo o tempo e energia estavam canalizados para o estudo das matérias do concurso. E segui fielmente o conselho dado pelo Igor: “vocês devem apenas bater as metas”. Então, independemente de qualquer dificuldade (e tiveram algumas, como com qualquer pessoa) eu dava um jeito de cumprir a meta. Fiquei sem luz por dois dias seguidos na minha casa e, mesmo assim, cumpri todas as metas à luz de velas – e isso não é uma metáfora.
 
Ponto: Você indica a Turma de Elite aos demais colegas?

Nelson: Indico muito pelo conjunto da obra. Se levada a sério, a Turma Elite ajudará tanto na parte psicológica como na parte técnica. E o Igor é um cara excelente para mostrar que não devemos nos iludir durante a preparação – o que deve ser falado será falado de modo assertivo.
 
Ponto: Poderia deixar uma mensagem aos concurseiros que continuam na batalha?

Nelson: Sigam o caminho, passo a passo, que um dia chegarão ao resultado desejado. Sejam humildes ao perceber o que pode ser melhorado e quais são as suas fragilidades, e corram atrás de quem ou do que pode ajudar na preparação. O mais difícil é começar, o restante a gente se adpata e corre atrás. Percebam que vocês são os únicos representantes dos seus sonhos na face da terra e jamais desistam. Se esforcem cada vez mais, saiam da zona de conforto e não deixem que as reprovações os desanimem – as reprovações só mostram que vocês ainda podem melhorar em algum aspecto. A dor e o cansaço são temporários, mas o êxito é eterno. Força guerreiras e guerreiros!

===

Agora vamos saber o que o professor Igor Oliveira, responsável pelo projeto Turma de Elite, tem a nos dizer.

Ponto: Professor, o Nelson falou que é importante que o aluno faça a sua parte. Poderia esclarecer mais este ponto?
 
Prof. Igor: Afirmativo! Uma coisa tem que ficar clara desde a primeira meta: a Turma Elite é um treinamento sério, feito pra quem quer passar de verdade. É preciso se entregar ao projeto, cumprir sua parte no contrato, entrar pra vencer. Estudar direcionado ajuda muito, mas é importante não confundir direcionamento com falta de esforço. Sempre haverá suor!
 
Ponto: Como sua equipe está se sentindo ao ver tantos resultados positivos?

Prof. Igor: Estamos extremamente felizes! Mostra que estamos no caminho certo. Desde o início, nosso compromisso foi em prover a melhor experiência possível para o aluno, fugir da mesmice e fornecer um treinamento definitivamente completo. Estamos preocupados em nivelar por cima e oferecer um serviço premium, com material e atendimento à altura do que o aluno deseja. Tem funcionado.

Os professores têm sido peça chave nesse processo de melhoria contínua e ver tantas aprovações é um estímulo e tanto para todos nós.

Nelson, as vezes que conversamos, você foi muito bacana, sempre educado e entusiasmado. Continue assim! Desejo boa sorte no novo cargo! Conte sempre conosco!