Entrevistas

Thaíse Munique


Aprovada em 1º lugar para o cargo de Contador do MTE

Natural de Caicó, no Rio Grande do Norte, e formada em Ciências Contábeis, a menina Thaíse Munique, de 28 anos, já acumula três aprovações em concursos públicos. No Ministério do Trabalho e Emprego, ela conseguiu a 1ª colocação; na Secretaria de Portos foi aprovada em 3º lugar e em 6º no Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Para ela, a orientação de um coaching foi fundamental durante seu processo de preparação.

O Ponto entrevistou a Thaíse, que revelou alguns pontos principais da sua fase de estudos. Confira: 

Ponto dos Concursos - Thaíse, como foi seu primeiro contato com coaching do Ponto? O que motivou a escolha pelo Coach, Bruno Fracalossi, e a contratação do serviço?

Thaíse Munique – Não pensava em contratar um coaching, até pela questão do preço, eu achava muito caro. Mas meu noivo (que também era concurseiro) sempre achou que eu estudava errado. Para ele, eu gastava muita energia querendo saber profundamente sobre um assunto e fazia poucos exercícios. Então pediu que eu pesquisasse no site do Ponto um coaching, de preferência que atuasse na área do concurso em que eu gostaria de passar.

Logo depois, ele me presenteou com o curso, na expectativa de que eu desenvolveria uma forma melhor de estudar. Encontrei o Bruno Fracalossi em um dos vários artigos motivacionais que ele escreveu para o Ponto. Por conhecer bem a carreira de Analista de Planejamento e Orçamento e por ser Analista de Finanças e Controle da CGU (cargos que sempre almejei), resolvi contratar seus serviços.

Ponto dos Concursos – Qual o ponto trabalhado que você considera ter sido o maior diferencial nesse serviço?

Thaíse Munique – O horário que ele estabeleceu permitiu que eu progredisse em várias matérias ao mesmo tempo, além das metas diárias e semanais estabelecidas. Isso tornou o estudo menos cansativo e ainda me sobrava horas do dia para fazer outras atividades.

Ponto dos Concursos – Quais foram as principais mudanças em sua rotina de estudos?

Thaíse Munique – Passei a estudar várias matérias por dia e isso aumentou a qualidade do meu estudo, porque, quando enjoava do assunto, o tempo da disciplina já estava acabando.

Antes eu estudava no máximo duas matérias por dia e o ato de estudar era muito pesado. O coaching me instruiu a fazer anotações no próprio material que eu estudava. Isso melhorou a minha produtividade consideravelmente. Ele também me passou metas de exercícios para cada matéria, semanalmente, e devia prestar contas do percentual de acertos e erros.

Antes eu perdia muito tempo fazendo resumos longos e que quase não sobrava tempo para os exercícios.

Ponto dos Concursos – Gostaria de deixar alguma consideração sobre sua aprovação, método de estudo, dica de preparação ou o auxílio do coaching?

Passei cinco anos estudando para passar em um concurso. Antes eu acreditava ter problema de aprendizado, porque sempre tive disciplina para estudar, mas mesmo assim não conseguia passar. Ver meus colegas passando em várias provas e eu nada me desanimava.

Minhas aprovações só vieram após a contratação do coaching. Acredito que pelos seguintes motivos: aprendi a estudar otimizando meu tempo e melhorando a qualidade do conteúdo estudado, a motivação trabalhada no processo do caching fez toda a diferença, deixei o medo de fracassar e diminuí a carga que havia atribuído aos estudos.

Acredite, um estado psicológico ruim é o pior vilão para um estudante de concurso. Sei que não é fácil, mas procure levar essa trajetória rumo à aprovação da maneira mais leve que puder. Não fique desesperado achando que passar é a solução de todos os seus problemas na vida.

Se possível, procure a ajuda de um profissional, cumpra todas as metas que você ou o coaching estabelecer e faça muitas provas. E, se for mal em uma prova, não desanime. Ignore o fato e vá adiante.

A família também acaba cobrando muito, por isso, não fique dando satisfações a parentes e amigos que perguntam sobre o seu desempenho em determinado concurso. O seu compromisso é com você mesmo. Nunca esqueça isso! Busque sempre se superar.

Equipe Ponto dos Concursos.