Entrevistas

Taiana Marina Souza Ladeira


Aprovada na 1ª colocação para Analista Judiciário - Área administrativa do TJ/PA

Concursada do Conselho de Arquitetura e Urbanismo, Taiana Marina é a mais nova aprovada no concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Pará.

Após se graduar em Engenharia de Alimentos e fazer mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Taiana decidiu que queria passar em um concurso público, ainda que fora da sua área de formação. Com determinação e aprovação da família, começou essa nova fase e mudou os rumos sem arrependimentos. A resposta: em apenas dois anos de estudo, já conquistou sua terceira aprovação.

Quer saber um pouco mais da história da Taiana? Confira a entrevista completa abaixo:

Ponto dos Concursos – Taiana, como foi essa decisão de tentar concursos para área administrativa, após a conclusão do mestrado para uma área tão específica?

Taiana Marina – Apesar de gostar muito da minha área de graduação/pós-graduação, decidi que continuar morando em Belém era o meu desejo. Porém, as oportunidades aqui na região, para este campo de atuação, são muito restritas e pouco valorizadas. Como já ansiava por entrar no mercado de trabalho e ter estabilidade financeira, optei pela área fiscal. No entanto, no meu trajeto, acabei me identificando bastante com a área administrativa e voltei minhas atenções para essa área.

Ponto dos Concursos – Diante das várias formas de estudo disponíveis atualmente, qual foi a escolhida por você e o que pesou na decisão?

Taiana Marina – Escolhi estudar por cursos online (aulas em pdf, principalmente) e complementar os estudos com videoaulas e bibliografias estratégicas. Nunca me adaptei com cursos presenciais.

Cheguei a frequentar um no começo da minha preparação, mas sentia que perdia tempo. Meu ritmo de estudo, em geral, era bem mais rápido do que o ritmo ditado pelos professores dos cursos presencias.

Ponto dos Concursos – Diante do excelente resultado na prova discursiva, como foi sua preparação para essa etapa?

Taiana Marina – Essa foi a etapa mais importante da minha preparação. O edital do TJ/PA estipulou que a prova discursiva valeria metade da nota final. Isso foi uma informação importante que muitos concorrentes deixaram passar. Então, eu sabia que esse seria o diferencial.

Comprei o curso de Discursiva para TJ/PA do Ponto dos Concursos, dos Professores Décio Terror e Júnia Andrade. Esse curso, para mim, foi um divisor de águas. Aprendi a estruturar uma dissertação argumentativa, aprendi dicas valiosíssimas que me ajudaram no momento da execução da prova. Foi realmente um investimento muito proveitoso!

Eu fazia as redações com os temas propostos e enviava para a correção dos professores via plataforma online. Eles me retornavam as redações corrigidas e, assim, eu ia aprendendo a detectar meus erros e saná-los. Além disso, toda semana eu elaborava uma redação e meu namorado (que também estava se preparando para o certame e que já é concursado federal) elaborava outra. Trocávamos e corrigíamos a redação um do outro tentando seguir a grade de correção utilizada pelos professores Décio e Júnia.

Ao final da preparação, havíamos feito cerca de 15 redações! Isso me deu bastante confiança para elaborar a redação no dia da prova, parecia que eu estava ouvindo as dicas dos professores no meu ouvido na hora que eu estava elaborando a prova. E o resultado final foi positivo, fiz 95,45 pontos de 100.

Ponto dos Concursos – Como era o convívio social com sua família e amigos?

Taiana Marina – Nunca abri mão disso. Sempre busquei um equilíbrio na minha vida: hora do trabalho, hora do estudo, hora da academia e hora do laser/descanso.

Quando não conseguia alcançar este equilíbrio eu me desestruturava, ficava saturada e o estudo não rendia. Mas confesso que, mesmo nos momentos de laser, no fundo eu ainda sentia remorso por não estar estudando. Mas aprendi a contornar isso. Aprendi que vale muito mais, na hora da prova, um cérebro e um corpo descansados, reciclados, do que sobrecarregados.

De nada adianta estudar como um condenado e ir para a prova com um peso enorme nas costas e cansaço físico e mental. Esse erro eu cometi no ATA/MF, mas não cometi no TJ/PA, e deu certo!

Ponto dos Concursos – Gostaria de deixar algumas dicas para quem continua em busca de uma aprovação em concurso público?

Taiana Marina – Não desistir, não desistir e não desistir! O conhecimento se acumula e a experiência também. Com cada reprovação aprendemos lições muitíssimo valiosas e que certamente irão garantir a aprovação em um futuro próximo. Manter o foco, a disciplina e a fé, sempre!

Equipe Ponto dos Concursos.