Prof. Renato Fenili

28/06/2013 | 18:25
Compartilhar

SIMULADO!!!! Administração de Recursos Materiais

 Prezados(as) alunos(as),


Após um primeiro semestre bastante atribulado, em termos de compromissos pessoais, finalmente disponho de tempo hábil para me fazer presente nesta parte aberta do site do Ponto.

Nestes últimos meses, a Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais firmou-se definitivamente como uma das disciplinas centrais nos mais diversos concursos (MPU, BACEN, IBAMA, DNIT, TRTs, SERPRO entre vários outros). 

Esta demanda crescente, bem como a diversificação de conteúdos cobrados pelas bancas (em especial o CESPE), implicou o esgotamento da 1ª Edição do livro "Administração de Recursos Materiais e Patrimoniais para Concursos: Abordagem Completa", de minha autoria. A boa notícia é que a 2ª Edição, bem mais robusta, está em sua fase final de prontificação, já na Editora.

Por ora, apresento um simulado, quase que totalmente baseado na recente prova aplicada para o Ministério da Integração Nacional.


Bons estudos!!


SIMULADO



Julgue os itens subsequentes, relativos a recebimento e armazenagem.

 

1.(CESPE / MIN / 2013) Na administração pública federal, qualquer documento hábil para recebimento conterá, obrigatoriamente descrição e quantidade do material, unidade de medida e preços (unitário e total).

2. (CESPE / MIN / 2013) Características físicas e químicas do material são critérios para definição dos métodos de manuseio e estocagem.

3. (CESPE / MIN / 2013)Embalagens em forma de cubo não devem ser paletizadas, uma vez que esse formato dificulta a arrumação e compromete a segurança do empilhamento.

4. (CESPE / MIN / 2013)Em um almoxarifado de materiais, é imprescindível que a mercadoria seja encostada nas paredes, de forma a promover o princípio do máximo aproveitamento do espaço. 

 

A respeito de transporte e distribuição de materiais, julgue os seguintes itens.

 

5. (CESPE / MPU / 2013) O custo do transporte rodoviário realizado por caminhões, por unidade de apresentação de determinado produto, é influenciado pelos lotes de compra, bem como pela capacidade de carga e pelo número de eixos do veículo.

 

6. (CESPE / MIN / 2013)O transporte aquaviário inclui o marítimo, o fluvial e o lacustre.

 

7. (CESPE / MIN / 2013)Quando comparado aos demais modais, o modal aéreo de transporte, embora mais ágil, apresenta menor segurança no transporte de pequenos volumes.

 

8. (CESPE / MIN / 2013)Agentes e representantes comissionados podem compor um método de distribuição.

 

No que se refere a compras, julgue os próximos itens.

 

 

9. (CESPE / MIN / 2013) É atividade típica do setor de compras a conferência das requisições de compras recebidas.

 

10. (CESPE / MIN / 2013) Qualquer modificação no edital de uma licitação exige divulgação pela mesma forma que se deu o texto original, reabrindo-se o prazo inicialmente estabelecido.

 

Julgue os itens subsecutivos, acerca da gestão patrimonial na administração pública federal.

 

 

11. (CESPE / MIN / 2013)O inventário físico de bem patrimonial realizado quando da mudança do dirigente de uma unidade gestora é denominado eventual.

 

12. (CESPE / MIN / 2013)A infestação de um bem patrimonial por insetos nocivos com risco para outro material é motivo para inutilizar o material infestado.

 

 

13. (CESPE / MIN / 2013)O controle de bens patrimoniais deve ser realizado obrigatoriamente pelos registros de movimentação.



GABARITO COMENTADO



 

QUESTÃO

COMENTÁRIO

1 – C

Ok. Pense em uma nota fiscal, ou em uma nota de empenho.

2 – C

Ok. É o que define uma armazenagem simples ou complexa.

3 – C

“Os seguintes tipos de embalagens não são indicados para paletização:

1. Embalagem em forma de cubo - dificulta a arrumação sobre o pallet bem como seu empilhamento com segurança.

2. Embalagens muito fracas que não permitam o empilhamento.

3. Embalagens muito pesadas - alguns volumes devem ser deslocados manualmente.

4. Embalagens demasiadamente cheias - suas superfícies laterais ficarão abauladas, dificultando o empilhamento.

5. Volumes com formas não usuais - cônicos, cilíndricos, hexagonais etc. -, são difíceis de ser paletizados e desperdiçam espaço.

6. Embalagens mal identificadas - um volume poderá ser paletizado duas ou três vezes, dependendo do tipo de operação. Identificá-los em suas várias faces poupa tempo.

7. Embalagens ou contenedores que possam ser movimentados mecanicamente, sem pallets. Refrigeradores e máquinas de lavar são bons exemplos disso.

8. Para movimentar e transportar cargas unitárias torna-se necessário, às vezes, fixá-las sobre o pallet. Para isso, os métodos mais comuns são: aplicação de fitas metálicas ou de náilon, cola, fitas adesivas e cordas. A escolha de determinado tipo de reforço dependerá de fatores como: distância a que será transportado o pallet; tipo a ser utilizado; método de manuseio e embarque etc.”

Fonte: http://www.famanet.br/ambientes/adm/pdf/md_max.pdf

4 – E

Este conteúdo está na IN 205/88, muito cobrada em concursos. Inclua esta norma em seus estudos!

5 – C

Ok.

6 – C

Ok.

7 – E

Há maior segurança, até mesmo pela maior agilidade do transporte, sendo recomendado para mercadorias com alto valor agregado.

8 – C

Como a distribuição física é complexa, é natural que haja alguns tipos, os quais variarão de acordo com as diversas circunstâncias que a empresa pode  enfrentar. Os principais tipos de distribuição são:

•               Pelo sistema próprio de vendas;

•               Pelo sistema de vendas de terceiros;

•               Através de agentes e representantes comissionados;

•               Através de distribuidores especializados

(fonte: http://redeetec.mec.gov.br/images/stories/pdf/proeja/fundamentos_logistica.pdf)

9 – C

É o início do ciclo de compras.

10 – E

Lei nº 8.666/93, Art. 21, § 4o  Qualquer modificação no edital exige divulgação pela mesma forma que se deu o texto original, reabrindo-se o prazo inicialmente estabelecido, exceto quando, inquestionavelmente, a alteração não afetar a formulação das propostas.

 

Por exemplo: mudança no horário da abertura do certame.

11 – E

Inventário de mudança de responsabilidade.

12 – C

Art. 17 do Decreto nº 99.658/90.

13 – E

O controle é feito pelo inventário físico!

IN 205/88: 8. Inventário físico é o instrumento de controle para a verificação dos saldos de estoques nos almoxarifados e depósitos, e dos equipamentos e materiais permanentes, em uso no órgão ou entidade, que irá permitir, dentre outros:...


Comentários

  • 01/07/2013 - MARCIA HELENA
    Obrigada pelo simulado prof, abços
  • 01/07/2013 - Prof Renato Fenili
    De nada, Marcia! Minha intenção é apresentar simulados, dicas e conteúdos inéditos com mais frequência, neste segundo semestre.

    Bons estudos!

    Renato Fenili
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: