Prof. Fernando Mesquita

12/06/2013 | 16:47
Compartilhar

Como se manter motivado?

Não interessa o quão experiente você seja - uma hora, o desânimo vai bater. E quando isso acontecer, pode ser que você perca horas ou até dias valiosos só remoendo o desnecessário.

Esse processo é normal. Acontece com quem vai fazer a prova amanhã ou também com quem nem edital tem (inclusive, evite o eco em suas dissertações =D).

Mas, claramente, há algumas dicas que podem te ajudar a manter a bola quicando, mesmo quando tudo parece perdido. "Sério, Fernando?". Sério. São elas:

1. Acredite em você

Um dos pontos mais importantes em qualquer preparação é a consciência de que você é capaz e de que a aprovação é um objetivo possível. A crença na capacidade vai surgindo com o tempo e com as aprovações, mas mesmo se você está começando é possível ter a noção de que ser aprovado é possível se você tiver bons materiais e fizer um bom controle do seu desempenho (o que envolve a realização de exercícios, o estudo eficaz e o controle dos resultados obtidos).

2. Cuidado com seu vocabulário

A PNL (Programação Neurolinguística) foi uma grande febre dos anos 80/90. De forma grosseira, trata da forma como você se relaciona com o ambiente e com as outras pessoas por meio da linguagem e da percepção.

A importância disso é entender que TUDO que falamos influencia em nosso desempenho. Você pode pensar que um pensamento passageiro como "para que estudo? nunca vou passar mesmo" não tem importância, mas cada pequeno pensamento molda você e seu mundo. Portanto, pense que você vai passar e que você é capaz. Pode parecer bobagem, mas o estado mental é um grande diferencial dos aprovados.

3. Comporte-se como aprovado

Recentemente, foi divulgado um estudo que mostrava como o corpo muda com sua postura. Se você sorri, mesmo que esteja triste, tende a se sentir mais feliz. Se você ajeita sua postura (abre os ombros, estufa o peito), tende a se sentir mais confiante. Assim, comporte-se como aprovado. Isso envolve pensamento, postura e comportamento. Pense o seguinte no início "O que eu faria nesse momento sabendo que serei um dos aprovados nesse concurso? Como um aprovado no concurso teria se comportado nessa situação?"

4. Crie um projeto de aprovação de médio-longo prazo

Muitas pessoas passam a vida toda estudando de edital em edital e não entendem por que nunca são aprovadas. As provas estão cada vez mais competitivas. Crie um projeto de médio prazo (de preferência antes mesmo da autorização do concurso) e siga seu planejamento. Parece muito tempo? O tempo vai passar de qualquer jeito. Se você tivesse começado sério 2 anos atrás, estaria um milhão de anos à frente de como está agora.

5. Aprenda com seus erros

Einstein (é, o físico) certa vez disse que "Loucura é fazer as coisas da mesma forma e esperar resultados diferentes". Faço referência ao item anterior. Se você só estuda de edital em edital e não passa, está na hora de mudar de estratégia. Se você não tem passado nos concursos que faz, está na hora de fazer algo diferente. Você vai esperar até quando para se preparar certo e mudar?

6. Não desista

Só não passa quem desiste. Não pense em quantos anos você tem, em quantos concursos você não passou, em como você está cansado(a). Só não passa quem desiste. Se você para de estudar, alguém vai passar na sua frente e ser aprovado em uma vaga que deveria ser sua. Não desista. Pense nos seus filhos, no seu contracheque, no seu marido ou em sua esposa, nas pessoas que dependem de você, na sua próxima viagem para Nova Iorque. Qualquer coisa que te apeteça. Mas não desista.

7. Não reclame

Capitão Jack Sparrow (É, dos Piratas do Caribe) disse: "O problema não é o problema. O problema é sua atitude em relação ao problema". Reclamar não resolve. Não há nada pior do que concursando reclamão. Reclama da banca, reclama das prova do Cespe, reclama que concurso é tudo roubada, reclama que os materiais são caros, reclama que tudo é difícil. Isso ajuda quem?

Lide com as circunstâncias de forma positiva e construtiva. Veja o lado bom das coisas e aprenda que quando você reclama em vez de enfrentar o desafio você está assumindo que é incapaz de lidar com aquilo de forma construtiva. E quem não tem essa habilidade costuma ter muita dificuldade para passar. Portanto, comece a se focar na resolução dos seus problemas. E não reclame.

8. Meça seu desempenho

Há vários tipos de concursando, e qualquer dia vou escrever um artigo sobre eles. Mas tem um tipo que não sabe o que está fazendo, não sabe o que está estudando nem quanto ainda falta para chegar.

Uma das primeiras etapas do trabalho com meus coachees é criar mecanismos de controle. Esse controle é fundamental para que você analise seu desempenho, saiba como está e quanto falta para chegar. Controle seus horários de estudos, seus resultados e sua evolução no edital. Depois, aplique as informações coletadas na etapa de controle para melhorar seu desempenho. Repita. Seja aprovado. Seja feliz.

E você? Como faz pra se manter motivado(a)?

Parece muito? Pode ser. Mas é como dirigir ou andar de bicicleta. Depois de um tempo, você nem percebe a complexidade do que está fazendo e pode começar a apreciar o caminho.

Se você precisar de ajudar para isso, conte comigo. Estou com o Coaching Regular para concursos (para qualquer prova, te preparando para o sucesso) e com o Coaching Intensivo para TLAA da Câmara dos Deputados (para quem quer trabalhar em um dos órgãos mais bacanas do país, com excelente remuneração, horário diferenciado e bom... quase tudo que o servidor público procura).

Abraço e bons estudos.

Fernando Mesquita
fernando.mesquita@pontodosconcursos.com.br


Comentários

  • 15/06/2013 - paulo
    valeu professor.Excelente texto.ajudou muito.
  • 13/06/2013 - Rondinnelly
    Obrigado prof. pelo incentivo, essa semana estava meio desmotivado, mais ao ler seu artigo, vou deixar meus problemas de lado e continuar seguindo em frente sempre estudando. Obrigado
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: