Prof. Fernando Mesquita

04/06/2013 | 19:15
Compartilhar

A aprovação com foco no problema

Vou dizer algo que pode parecer novo para algumas pessoas, mas não deveria: seu problema (da não aprovação no concurso que deseja) pode acontecer porque você se concentra nas coisas erradas. Em vez de focar na solução, você deveria focar no problema.

É fácil cair na falácia de que o foco na solução resolve tudo. Você já deve ter ouvido termos como sinergia, alinhamento de vetores, não me traga problemas, me traga soluções. Formado em Administração, sou constantemente alvo, por meio das leituras, desse tipo de argumento-quase-frase-de-efeito-sem-embasamento.

O problema é que o foco na solução nem sempre é a saída. Claro que pensar positivamente ajuda (inclusive, já é comprovado que os pensamentos positivos melhoram o sistema imunológico, por exemplo). Mas, quando se trata de ações práticas, pontuais e programadas, o que precisamos é focar no problema.

Os problemas são de várias categorias e não vamos detalhá-los agora. O importante é saber, para fins de artigo, que "problema é tudo aquilo que te impede de progredir". Veja um exemplo:

Meses atrás, fiz vários concursos para Taquígrafo (profissão do futuro, como ressaltou um colega =D). Eu precisava aprender rapidamente a taquigrafar muito rápido, coisa que nunca havia feito. Qual a solução? Taquigrafar mais e aprender melhor, certo? O problema é que não importava o tanto que eu praticasse, a qualidade da sessão de estudos quase nunca era boa - e eu não via o progresso.

Comecei a analisar os fatores que impediam a prática de mais qualidade: o ambiente, o barulho, a qualidade da gravação dos ditados, o material que eu usava, a cadeira. Veja que nada disso, isoladamente, constituía a solução - eram apenas fatores que impediam que eu praticasse melhor e atingisse meu objetivo - que era a aprovação.

Fiz listagens de prioridades em relação a eles. Decidi atacá-los um a um até que estivesse todos resolvidos. Como resultado, obviamente, a qualidade do tempo praticado melhorou - e eu aprendi o que precisava. Entretanto, se precisasse ficar focando no "preciso aprender melhor", isso não teria me levado a lugar nenhum.

Decompor a solução é uma atividade complexa que exige uma certa experiência. A solução, na verdade, é o resultado da solução de diversos pequenos problemas que impedem o sucesso de chegar.

Em um processo de coaching, o que fazemos é exatamente focar no problema. Pergunto quanto e quando você estuda, como estuda, em quais matérias tem dificuldades, como revisa, como resume, como reveza os conteúdos. Procuro sempre analisar a fundo cada situação. A solução às vezes demora, claro, mas o resultado é duradouro e intenso.

Focar no problema é uma forma essencial de lidar com o caso da não-aprovação. Se você sabe o que resolver para melhorar seu desempenho, a aprovação estará logo ali. O problema é que, com inúmeras atividades simultâneas, às vezes fica difícil entender por que você estuda, estuda e não aprende.

Se estiver precisando de uma ajuda, temos o coaching regular para concursos aberto. Você foca em um determinado concurso (posso até te ajudar, se você não souber qual quer), e estudamos até você passar. Prometo focar bastante no problema para que você possa comemorar quando a solução vier. Para conhecer a proposta, clique aqui.

E, para quem está cansado de estudar de edital em edital e de repente quer trabalhar em um órgão bacana, com salário de mais de 14 mil em 2015, horário diferenciado e muito foco naquilo que vai cair, conheça o coaching intensivo para Técnico Legislativo - Assistente Administrativo da Câmara dos Deputados. Aí está sua chance de trabalhar no Legislativo. Clique aqui e veja a aula aula demonstrativa.


Comentários

  • 05/06/2013 - Felipe Arruda
    Professor, muito bons os seus artigos! Sao icebergs de abordagem tecnico-cientifica-empirica em um mar de tentativa-erro.
  • 06/06/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Opa, obrigado, Felipe.
  • 05/06/2013 - Felipe Arruda
    Uma pena que seja coach apenas dos concursos da CD. Minha area e tribunais...
  • 06/06/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Não, não. Tenho o coaching regular também - está no link http://goo.gl/39gkr. Abraço,
  • 05/06/2013 - Antonio
    Excelente artigo professor!!
    Abraços
  • 05/06/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Valeu, Antônio. Abraço,
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: