Prof. Bruno Fracalossi

17/02/2013 | 01:31
Compartilhar

Dicas do Fracalossi IX - Em qual concurso focar, e como distribuir o tempo de estudo?

Olá meus amigos, como vão vocês?

Dando continuidade aos meus artigos sobre metodologias de estudo, e atendendo aos questionamentos de uma prezada aluna, falo hoje sobre como estudar um "caminhão" de matérias em apenas quatro horas diárias e nos finais de semana, e sobre como escolher em qual concurso focar.

Primeiramente, irei falar sobre como definir o foco em um concurso.

Temos alguns concursos específicos, e divididos por área:

Área Fiscal - Auditor e Analista da RFB, AFT, Fiscos estaduais e municipais.

Área de Controle - CGU, TCU e TC´s.

Área de Gestão - APO, EPPGG, STN, MDIC, IPEA.

Área Econômica - SUSEP, CVM, BACEN.

Área Policial - Polícia Federal, Política Rodoviária Federal, Polícias Civis.

Área de Tribunais - Todos os tribunais superiores, regionais, e ministérios públicos.

Área Legislativa - Senado, Câmaras e Assembléias Legislativas.

Área Bancária - CEF, BB, BRB.

Vocês podem ler sobre as atividades de cada uma dessas carreiras na seção conheça a minha carreira aqui do Ponto dos Concursos. Inclusive, lá eu comento sobre o meu excelente cargo na CGU.

Recebo muitos e-mails questionando em qual concurso focar.

Vou dar a minha opinião, com toda a sinceridade.

Eu acredito que isso depende muito da sua situação de vida.

Você está desempregado e sem dinheiro? Foque no que tem mais vagas e que é mais fácil de passar. Depois você estuda para realizar o seu sonho, com mais tranquilidade.

Você está empregado, mas desanimado com o seu emprego? Foque no que você tem mais afinidade, mas que possua muitas vagas.

Você é abonado, tem grana para se manter por um bom tempo, ou é sustentado pelos pais, e eles não estão colocando tanta pressão em você? Foque naquele que você tem mais afinidade.

Mas como estudar o citado "caminhão" de matérias desses concursos em tão pouco tempo de estudo diário, professor?

Pessoal, eu digo com convicção: não passam em concursos os que estudam mais, e sim aqueles que adotam as melhores estratégias.

Assim como eu já afirmei em um artigo anterior, se você possui pouco tempo de estudo, a principal atitude a se tomar é definir um foco.

Por quê? Porque você irá perder muito tempo para estudar todo o conteúdo de um concurso extremamente pesado.

Para exemplificar como, vou citar o emblemático concurso mais focado do Brasil, que é o Auditor da RFB. A "menina dos olhos", como muitos afirmam.

Para quem é de fora de Brasília, e que não é formado em Direito, esse é o concurso! Podem reparar que 80% das pessoas que começam a estudar para concursos públicos, escolhem a Receita Federal como foco inicial. Comigo não foi diferente.

E por quê? Porque sempre há muitas vagas para os dois cargos principais, que são o Auditor e o Analista. Porque se pode morar em praticamente todas as cidades do país. Porque o órgão é extremamente forte e valorizado dentro do governo. E porque ele é o responsável pela aduana, e sabemos que as greves na aduana podem parar o país, e por ser um órgão arrecadador de tributos.

Se você está iniciando os seus estudos para o AFRFB, e possui somente três ou quatro horas disponíveis para estudar no dia, o que fazer?

Eu diria para você focar primeiro no Analista-Tributário, que tem menos matéria. Mas se você quer mesmo o Auditor, então vamos lá:

Quais foram as matérias que caíram nos últimos editais de AFRFB?

Português, Inglês ou Espanhol, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional e Administrativo, Direito Tributário, Contabilidade e Comércio Internacional.

Bom, já que você possui pouco tempo de estudo, estude somente as que cairão, com certeza, no próximo concurso.

Você não pode arriscar e estudar matérias que poderão sair no próximo edital. Tem que pensar de forma estratégica. Foque somente nessas.

Supondo que você dispõe de 4 horas durante a semana, e de 12 horas nos finais de semana, faça assim:

Elabore uma planilha, e distribua as matérias segundo o peso das mesmas, e conforme o seu conhecimento atual sobre cada uma. Programe de estudar somente 1 hora cada matéria, fazendo os seus resumos, e cronometrando o seu tempo de estudos. Tente alternar uma matéria de leitura com uma mais prática, de exercícios, para o seu cérebro dar uma relaxada.

Uma boa distribuição poderia ser feita assim:

Segunda-Feira

Direito Tributário, Contabilidade, Comércio Internacional, Direito Constitucional.

Terça-Feira

Direito Tributário, Contabilidade, Comercio Internacional, Direito Administrativo.

Quarta-Feira

Direito Tributário, Contabilidade, Comércio Internacional, Direito Constitucional.

Quinta-Feira

Direito Tributário, Contabilidade, Comércio Internacional, Direito Administrativo.

Sexta-Feira

Direito Tributário, Contabilidade, Comércio Internacional, Direito Constitucional.

Sábado

Português, Raciocinio Logico, Ingles, Portugues, Direito Administrativo e Direito Tributário.

Domingo

Portugues, Raciocinio Logico, Ingles,  Discursivas, Portugues e Raciocinio Logico.


Vejam que eu consegui distribuir bem os estudos em conformidade com o pouco tempo disponível, e com a respectiva importância de cada matéria.

É lógico que, para pessoas comuns, essa rotina de estudo deve ser feita por pelo menos um ano.

Mas é isso pessoal. Esse foi só um exemplo. Achem a melhor forma para vocês.

Em relação aos outros concursos, é só vocês verificarem as matérias que sempre caem, e fazerem a divisão conforme eu fiz acima, e cumprir a meta em um regime militar de estudo.

Informo também que a minha próxima turma de Consultoria para Concursos se iniciará no dia 18 de Março.

As matrículas já estarão abertas no próximo dia 18 de Fevereiro.

As vagas da primeira turma se encerraram em apenas 6 dias!

Garanta logo a sua, então!

Um grande abraço.

Prof. Bruno Fracalossi

brunofracalossi@pontodosconcursos.com.br


www.facebook.com/bruno.fracalossipaes
















 


Comentários

  • 21/02/2013 - Nadege Souza
    Se esse espaço não for para tirar dúvidas, por favor, me avise que não mais o farei. Legislação Apllicada ao MPU, no concurso para o MPU, é matéria básica. Ela tem menos peso que Arquivologia, que integrou o grupo de matérias específicas no último concurso em 2010? 7 questões de Legislação aplicada e 14, de Arquivologia. Devo dar mais importância à Arquivologia?
  • 21/02/2013 - Prof Bruno Fracalossi
    Olá Nadege, tudo bem?

    Mande-me um e-mail, ok?

    Um abraço.
  • 18/02/2013 - Nadege Souza
    Show de bola!!! Sempre pensei que estudar pouco tempo de cada matéria não renderia um bom aproveitamento . Vou fazer minha planilha já! Obrigada artigo.
  • 18/02/2013 - Joseane Maletz
    Continue sempre fazendo estes excelentes artigos sobre técnicas de estudo. São muito bons, e motivadores.
  • 18/02/2013 - Fabiane Menezes
    Para um concurso concorrido como a RFB cada dica para o aprimoramento do estudo é super bem vinda.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: