Prof. Mayko Gomes

30/01/2013 | 16:06
Compartilhar

Comentários à Prova de Arquivologia para Analista Administrativo do DNIT

Olá, concurseiros! Tudo bem?

Como estão os ânimos depois da prova? Acham que foram bem? Acertaram muito? Vamos conferir agora nossa prova de Arquivologia para o cargo de Analista Administrativo. Tenho certeza que foram muito bem, pois estava bem elaborada. E já respondendo a e-mails recebidos esta semana, depois de analisar a prova não encontrei nenhuma questão passível de recurso. Todas foram bem formuladas

E vamos lá: comentários da prova para analista administrativo.

41- O princípio da proveniência é um dos princípios fundamentais para a organização dos documentos de arquivo. Assinale a opção que identifica o princípio que é o desdobramento do princípio da proveniência.

a) Princípio da pertinência.
b) Princípio do método histórico.
c) Princípio da unicidade.
d) Princípio da originalidade.
e) Princípio da ordem original.

Resposta: Uma questão relativamente fácil, pois tratamos em nossa primeira aula sobre os princípios da Arquivologia. Segundo o que estudamos, o princípio da Proveniência é o mais importante e deve ser observado sempre. E um dos princípios que deriva dele é o da Ordem Original, conforme explicação dada na aula. Portanto, letra "E" nesta questão.

42- A Lei n. 12.527/2011 garantiu ao cidadão o direito de obter informação acumulada pelo Poder Público. A mesma lei definiu, também, as restrições de acesso à informação. Assinale a opção que identifica informações restritas.

a) Informação pertinente à administração do patrimônio público.
b) Informação relativa à implementação, acompanhamento e resultados dos programas e projetos públicos.
c) Informação sobre atividades exercidas pelos órgãos e entidades públicos.
d) Informação sobre projetos de pesquisa e desenvolvimento científico ou tecnológico de interesse estratégico nacional.
e) Informação sobre violação dos direitos humanos praticadas por agentes públicos.

Resposta: Outra questão fácil. Aliás, como mencionei na aula, prato cheio para a banca por se tratar de um conteúdo atual. A Lei de Acesso à Informação não traz em seu texto a obrigação da divulgação de informações sobre projetos e pesquisas de cunho científico ou tecnológico, ou de interesse estratégico nacional. Portanto é alternativa "D" a correta.

Mas reparem que curiosamente, coincidência ou não , esta questão é muito semelhante a outra que foi aplicada no ano de 2012 pelo Cespe/UnB para o concurso do TJ-AL:

"(TJ-AL/2012 - Cespe/UnB) Assinale a opção em que são apresentadas informações que não se submetem à Lei de Acesso à Informação brasileira.

a) Informação sobre projetos de pesquisa relacionados ao desenvolvimento científico ou tecnológico, assim como a sistemas, bens, instalações ou áreas de interesse estratégico nacional.
b) Informação resultante de inspeções, auditorias, prestações e tomadas de contas realizadas pelos órgãos de controle interno e externo, incluindo prestações de contas relativas a exercícios anteriores.
c) Informação contida em registros ou documentos, produzidos ou acumulados por seus órgãos ou entidades, recolhidos ou não a arquivos públicos.
d) Informação sobre atividades exercidas pelos órgãos e entidades, inclusive as relativas a sua política, organização e serviços.
e) Informação referente à implementação, ao acompanhamento e aos resultados dos programas, projetos e ações dos órgãos e entidades públicas, bem como às metas e aos indicadores propostos.".

Adivinhem qual a resposta correta???

43- A Norma brasileira de descrição arquivística considera seis níveis principais de descrição. São níveis de descrição, exceto:

a) Fundo ou coleção.
b) Série.
c) Grupo.
d) Dossiê ou processo.
e) Seção.

Resposta: Está questão é um tanto difícil de resolver, devido à quantidade de normas que foram pedidas. Segundo o quadro que estudamos nas normas nacionais de arquivo, a NOBRADE considera os níveis de descrição de 0 a5, totalizando 6. Existem ainda as subdivisões dos níveis 0, 2 e 3. Mas a norma não traz o grupo como nível de descrição, apenas o produtor/acumulador, o fundo, a série, o processo/dossiê, a seção e o item documental. Portanto, letra "C" nesta questão.

44- O sistema de arquivos de uma instituição deve ser configurado a partir do fundamento arquivístico

a) Princípio da Pertinência.
b) Teoria das Três Idades.
c) Princípio da Ordem Primitiva.
d) Princípio Temático.
e) Princípio da Autenticidade

Resposta: Outra questão fácil! De acordo com nosso curso, a partir da segunda aula, onde tratamos da Gestão de Documentos, e pedi que vocês sempre tivessem em mente a Teoria das Três Idades, pois ela é a base para todas as atividades (como a Gestão de Documentos), ferramentas (como o SIGAD) e técnicas utilizadas em arquivos. Portanto é letra "B" aqui.

45- Sobre a gestão de documentos, assinale a opção correta.

a) Tem como objetivo o tratamento dos documentos permanentes.
b) É um conceito que nasceu no mesmo contexto do princípio de respeito aos fundos.
c) Não é um conceito reconhecido pela legislação arquivística brasileira.
d) É um conceito restrito aos documentos de valor informativo.
e) Tem como finalidade o tratamento dos documentos desde a sua criação até a destinação final.

Resposta: Aprendemos que a Gestão de Documentos é o controle sobre guarda, conservação e acesso a todos os documentos de uma instituição, desde sua produção ou recebimento até sua destinação. Então, sem maiores dificuldades, temos como certo a letra "E".

46- O diagnóstico de um acervo fotográfico deve levar em consideração o volume documental. A quantificação dos negativos fotográficos devem ser feita por

a) fotograma.
b) metro linear.
c) dimensão.
d) cromia.
e) tira.

Resposta: Na parte de diagnósticos aprendemos que as fotografias devem ser mensuradas em fotogramas. O metro linear é utilizado para documentos em papel, e os demais nem sequer são formas de mensuração de documentos. Então para esta questão era fundamental a memória dos candidatos. A resposta correta é a de letra "A".

47- Quando o protocolo envia para o setor destinatário o documento recebido, ele está executando a atividade

a) tramitação.
b) expedição.
c) distribuição.
d) arquivamento.
e) registro.

Resposta: O protocolo tem a responsabilidade de controlar o trâmite dos documentos dentro da instituição. As suas atividades são de recebimento e classificação, registro e distribuição, e expedição; sendo que a distribuição consiste no envio do documento ao setor destinatário. Então a resposta é a letra "C".

48- A descrição é uma função arquivística que Luis Carlos Lopes considerou como parte do "coração das práticas arquivísticas". A base para o trabalho de descrição é a função

a) difusão.
b) classificação.
c) criação.
d) aquisição.
e) avaliação.

Resposta: Outra questão relativamente difícil, pois pode trazer algumas confusões. A descrição de documentos, atividade típica da fase permanente, e feita tendo como base a classificação e organização dos documentos. Enquanto a classificação traz uma interligação entre os assuntos e funções tratados nos documentos, a organização reflete informações sobre o produtor. Portanto a alternativa correta é a de letra "B", sendo a classificação e a organização elementos necessários para a descrição.

49- As massas documentais acumuladas são comuns nas organizações públicas brasileiras. Uma das primeiras intervenções arquivísticas é feita a partir da função avaliação. Nesse caso, o instrumento de avaliação a ser utilizado na massa documental acumulada é o

a) quadro de arranjo.
b) plano de classificação.
c) tabela de temporalidade.
d) plano de destinação.
e) plano de prevenção.

Resposta: A massa documental acumulada nada mais é do que aquele monte de documentos guardados em instituições, sem nenhum critério de organização, cuidados com a conservação ou tratamento adequado. Infelizmente essa ainda é uma realidade na maioria dos nossos órgãos públicos. Mas voltando à prova, a essas massas deve ser aplicado o código de classificação, para sua organização, e tabela de temporalidade, que contem o plano de destinação, para eliminar aquilo que já não é mais necessário. Portanto a alternativa correta é a de letra "D".

50- De acordo com o e-ARQ Brasil, o requisito considerado obrigatório em um sistema informatizado de gestão arquivística de documentos é:

a) um SIGAD tem que possuir a capacidade de capturar documentos com diferentes formatos de arquivo e estruturas.
b) um SIGAD deve ser capaz de manter o histórico das alterações realizadas na tabela de temporalidade e destinação de documentos.
c) um SIGAD deve ser capaz de importar e exportar total ou parcialmente uma tabela de temporalidade e destinação de documentos.
d) um SIGAD deve poder emitir um aviso caso se tente capturar um documento cuja autenticidade não possa ser verificada no futuro.
e) um SIGAD deve informar, automaticamente, quais são os suportes cuja vida útil se encontra perto do fim.

Resposta: De acordo com o que estudamos, um SIGAD é um sistema, composto por um software ou conjunto destes, que tem a função de gerir todos os documentos de uma instituição. Como se trata de gerir documentos, fazemos uma ligação com as funções da Gestão de Documentos e suas fases, que devem estar presentes no SIGAD. Além disso, como deve tratar todos os documentos, o sistema deve ser capaz de capturar todos os tipos, formatos, gêneros, espécies, formas e suportes documentais. Portanto a alternativa correta é a de letra "A".

E então? Como foram? Esta prova, diferente da prova para nível médio, estava um pouco mais complicada. Mesmo assim, nada que seja algum problema sério. Está bem na margem de dificuldade esperado pela ESAF. De qualquer modo estamos aqui para ajuda-los com suas dúvidas. Podem me contatar pelo e-mail: mayko@pontodosconcursos.com.br

Forte abraço a todos e muito sucesso neste concurso! Até mais!



Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: