Prof. Gabriela Knoblauch

05/09/2011 | 14:20
Compartilhar

Texto sobre política traduzido

 

Another day, another text.

How is everybody?

Atendendo a pedidos, hoje disponibilizo uma reportagem sobre política.

O texto foi retirado do site da revista Newsweek e é sobre a queda do Kadafi. Assunto bastante recente e em voga. Vale uma atenta lida.

Bye, guys!

-------------------------------------------------------------------------------

Good Riddance, Gaddafi

"Já vai tarde", Kadafi


Aug 29, 2011

Many fear turmoil and strife after the dictator's fall. In fact, there's reason to believe that Libya will be just fine.

Muitos temem tumulto e conflito após a queda do ditador. Na verdade, há razão para acreditar que a Líbia ficará bem.

In Benghazi a few weeks ago, I talked to a friend who has lived her entire life in Libya and whose father had, until the uprising began, been very closely linked to Muammar Gaddafi. What had struck her as the finest development since the uprising started? I expected her to talk about newfound freedoms, about the ability to truly speak her mind for the first time. Instead she replied: "Not having to hear Gaddafi's speeches every day."

Em Benghazi há algumas semanas atrás, eu conversei com uma amiga que viveu sua vida toda na Líbia e cujo pai tinha, até o início da revolta, sido intimamente ligado à Muammar Kadafi. O que lhe parecera o melhor desenvolvimento desde que a revolta começou? Eu esperava que ela fosse falar sobre suas recém encontradas liberdades, sobre a capacidade de verdadeiramente falar o que pensa pela primeira vez. Em vez disso, ela respondeu: "Não ter que ouvir os discursos do Kadafi todos os dias".

It was a telling detail. While the rebellion swirled around her, she focused on a seemingly minor aspect of life under Gaddafi that she had come to find intolerable: the fact that the Leader-also known as the Guide, and the King of Kings-was someone whose mere voice was asphyxiating.

Isso era um detalhe revelador. Enquanto a rebelião desenrolava-se ao redor dela, ela se concentrou em um aspecto aparentemente menor da vida sob Kadafi que ela veio a considerar intolerável: o fato de que o Líder - também conhecido como Guia, e o Rei dos Reis - era alguém cuja mera voz era asfixiante.

In the end, in ways we do not yet completely understand, the final days of Gaddafi's regime came swiftly and somewhat unexpectedly at the hands of rebels in western Libya. Undoubtedly, the steady degrading of the regime's resources since the NATO-led campaign began in March contributed to the denouement. So did the fact that the western rebels-as opposed to their eastern counterparts-had become better organized and had closed ranks in the weeks before the assault on Tripoli. Added to that was the fact that they enjoyed ample military supplies, contributed by France and Qatar, and that NATO intelligence had been at their disposal.

No final, de formas que nós não conseguimos compreender completamente, os últimos dias do regime de Kadafi vieram rapidamente e de certa forma inesperadamente pelas mãos dos rebeldes da Líbia ocidental. Indubitavelmente, a constante degradação dos recursos do regime desde que a campanha liderada pela OTAN começou em março contribuiu para o desfecho. E também o fato de que os rebeldes do ocidente - ao contrário de suas contrapartes orientais - se tornaram melhor organizados e se juntaram nas semanas anteriores ao ataque em Trípoli. Adicionado a isso estava o fato de que eles gozavam de amplos suprimentos militares, dados pela França e pelo Catar, e que a inteligência da OTAN estava à disposição deles.

Tripoli was now in the hands of the rebellion. It was the kind of sudden regime collapse many observers had feared. For while there was great relief that the civil war was ending, there was also an understanding that for the National Transitional Council (NTC)-the rebel government in Benghazi that spearheaded the revolt-the real test was about to start. Can Libya's new leaders translate their military victory into winning the larger battle ahead-that of building a country whose political, social, and economic principles will be completely antithetical to those that have guided Libya for 42 years? In answering that question, we can allow ourselves some cautious optimism.

Trípoli estava agora nas mãos da rebelião. Foi o tipo de súbito colapso do regime que muitos observadores temiam. Por um tempo houve grande alívio que a guerra civil estava acabando, havia também um entendimento de que para o Conselho Nacional Transitório - o governo rebelde em Benghazi que iniciou a revolta - o verdadeiro teste estava prestes a começar. Poderiam os novos líderes da Líbia traduzir sua vitória militar em ganhar a maior batalha a seguir - que é construir um país cujos princípios políticos, sociais e econômicos serão completamente antitéticos para aqueles que guiaram a Líbia por 42 anos? Ao responder essa pergunta, nós podemos nos permitir um cauteloso otimismo.

There are two daunting challenges. The first is state building: the creation and maintenance of the most basic civic institutions. In Libya, state building was aborted by Gaddafi in the quixotic pursuit of statelessness (jamahiriya)-the notion that political communities can rule themselves without the intervention of state institutions. Libya under Gaddafi was a lopsided system where the state specialized in doling out oil revenue to the population, but had virtually no functions beyond this distributive task (other than oppression). In the aftermath of the civil war, state building will begin from scratch.

Há dois intimidadores desafios. O primeiro é a construção do Estado: a criação e manutenção das mais básicas instituições civis. Na Líbia, a criação do Estado foi abortada por Kadafi na sua romântica busca pela ausência de Estado (jamahiriya) - a noção de que comunidades políticas podem se governar sem a intervenção das instituições estatais. Líbia sob Kadafi era um sistema assimétrico no qual o governo se especializou em distribuir as receitas do petróleo para a população, mas não tinha virtualmente nenhuma função além dessa tarefa distribuidora (além da opressão). No pós-guerra civil, a construção do Estado começará do zero.

The second challenge will be to turn Libya into a unified nation for the first time in its history. Beyond constructing new institutions of state, Libya's leaders must ensure that this state attracts the allegiance of all Libyans while providing incentives to prevent groups from defecting. This requires the creation of a unified civic identity. It's worth remembering that since its independence in 1951, shared citizenship has been a slender reed: both Gaddafi and his predecessor, King Idris, advocated an identity that was either above the state (pan-Arabism/Islamism) or below it (tribalism).

O segundo desafio será transformar a Líbia em uma nação unificada pela primeira vez em sua história. Além de construir novas instituições de Estado, os líderes da Líbia devem garantir que esse Estado atraia a fidelidade de todos os libianos enquanto provê incentivos para prevenir que os grupos desertem. Isso demanda a criação de uma identidade cívica unificada. Vale lembrar que desde sua independência em 1951, cidadanias compartilhadas têm sido inconsistentes: tanto Kadafi quanto seu predecessor, Rei Idris, defendiam uma identidade que ou era acima do Estado (pan-arabismo/islamismo) ou era abaixo (tribalismo).

To its immense credit, the NTC took firm steps toward state building, planning in earnest for a post-Gaddafi Libya that would rely on transparent institutions. It did so in the midst of a civil war and with scant resources at its disposal. With teams in place in cities around the world, the NTC drew up a stabilization plan with the help of its 70-person delegation in Dubai. The council also outlined versions of a constitution that were discussed in detail during its meetings, and in consultation with outside partners. They planned as well for the immediate and long-term stabilization of Libya, and for public order-a daunting challenge, given that thousands of weapons, including SA-7 shoulder-fired missiles, have been looted from the arsenals. The council also drew up plans for elections, and for dealing with the incendiary issues of retribution and justice.

Para seu imenso crédito, o NTC tomou firmes passos em direção à construção do Estado, planejando a sério para a Líbia pós-Kadafi que iria contar com instituições transparentes. Ele fez isso no meio da guerra civil e com escassos recursos à sua disposição. Com times em posição nas cidades ao redor do mundo, o NTC elaborou um plano de estabilização com a ajuda de sua delegação de 70 pessoas em Dubai. O conselho também delineou versões de uma Constituição que foram discutidas em detalhes durante suas reuniões, e em consulta com seus parceiros externos. Eles também planejaram para a estabilização imediata e a longo prazo da Líbia, e para a ordem pública - um intimidador desafio, dado que centenas de armas, incluindo um SA -7 de ombro que dispara mísseis, foram saqueadas dos arsenais. O conselho também elaborou planos para as eleições, e para lidar com os incendiários assuntos de retribuição e justiça.




Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: