Prof. Fabio dos Santos

02/08/2017 | 06:49
Compartilhar

Resolução Questão Rac. Lógico (2016 - FCC - Copergás/PE - Analista Administrador)

Trata-se de uma questão clássica. Vou tentar sempre pôr questões resolvidas aqui, especialmente as mais novas. Mas algumas classicas também.

2016 - FCC - Copergás/PE - Analista Administrador

Se Maria é economista, então Jorge é contador. Se Luiza é administradora, então Jorge não é contador. Se Luiza não é administradora, então Norberto é engenheiro. Sabe-se que Norberto não é engenheiro. A partir dessas informações é possível concluir corretamente que

a) Luiza é administradora ou Maria é economista.

b) Maria é economista ou Jorge é contador.

c) Jorge é contador e Norberto não é engenheiro.

d) Maria não é economista e Luiza não é administradora.

e) Jorge não é contador e Luiza não é administradora.

 

Resolução:

É necessário começar a análise por “Norberto não é engenheiro”, pois é a proposição que o problema impõe como verdadeira, vindo de baixo para cima. A partir dela analisa-se as demais.

Temos que

 

   Para que fique bem claro, lembre-se que em condicional:

   V→F     = resulta em condicional falsa (F)

   V→V     = resulta em condicional verdadeira (V)

   F→F     = resulta em condicional verdadeira (V)

   F→V     = resulta em condicional verdadeira (V)

 

Ou seja, na nossa 1ª parte da assertiva (1ª proposição tem de ser falsa), o que nos faz concluir que Maria não é economista.

 

  • Sabe-se que Norberto não é engenheiro.

Então, Norberto ser engenheiro é falso.

 

  •  Se Luiza não é administradora, então Norberto é engenheiro.

A questão impõe que toda esta assertiva é verdadeira, mas a 2ª parte é falsa porque Norberto não é engenheiro.

Trata-se de condicional (V → F resulta F), então para que todo o período seja verdadeiro com a 2ª parte falsa, precisamos ter

F→F pois isso resulta em condicional verdadeira (V)

Então Luíza é administradora.

 

  • Se Luiza é administradora, então Jorge não é contador.

Concluiu-se que Luíza é administradora. E a questão impõe que toda esta assertiva é verdadeira. Trata-se de condicional (V → F resulta F), mas sendo condicional, para que toda a assertiva seja verdadeira, com a 1ª proposição sendo verdadeira, precisamos ter

V→V     pois resulta em condicional verdadeira (V)

Então Jorge não é contador.

 

  • Se Maria é economista, então Jorge é contador.

Concluímos pela análise que Jorge não é contador. Mas a questão impõe que toda esta assertiva é verdadeira. Sendo uma condicional (V → F resulta F) e tendo a 2ª proposição falsa, para que toda a assertiva seja verdadeira, precisamos ter

F→F     pois resulta em condicional verdadeira (V)

Então, Maria não é economista.

 

Percebam que fizemos a análise das assertivas debaixo para cima. Então, ao fim das análises temos que:

  • Norberto não é engenheiro.
  • Luíza é administradora.
  • Jorge não é contador.
  • Maria não é economista.

 

Então, de tudo isso temos que:

  • Se Maria é economista, então Jorge é contador.

                           F                  →            F                                       resulta em verdadeiro.

  • Se Luiza é administradora, então Jorge não é contador.

                          V                        →             V                                 resulta em verdadeiro.

  • Se Luiza não é administradora, então Norberto é engenheiro.

                          F                               →               F                         resulta em verdadeiro.

  • Sabe-se que Norberto não é engenheiro.

                                          V                                                            é verdadeiro.

 

Agora, vamos analisar as alternativas.

a) V v F = V (disjuntiva é falsa quando ambas são falsas, então esta é alternativa é inteiramente verdadeira)

b) F v F= F (disjuntiva é falsa quando ambas são falsas)

c) F ^ V = F (conjuntiva é verdadeira quando ambas são verdadeiras)

d) V ^ F= F (conjuntiva é verdadeira quando ambas são verdadeiras)

e) V ^ F= F (conjuntiva é verdadeira quando ambas são verdadeiras)

 

Eu tentei detalhar bem a resolução para que o aluno compreenda o raciocínio e a análise. Mas lembre-se de que na prova o candidato terá cerca de 2 minutos por questão. Portanto, pratique este tipo de questão repetidas vezes até “massificá-la”.

 

Resposta: a)    

 


Comentários

  • 12/02/2019 - MARCELO RODRIGUES SA
    Excelente resolução, realizada de forma didática muito bem estruturada. Parabéns e obrigado!!
  • 14/02/2019 - Prof Fabio dos Santos
    Grato. Grande abraço.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: