Prof. Marcelo Seco

15/03/2017 | 21:45
Compartilhar

Prova TRF 2 AJAA - Comentários Auditoria, Custos e CASP

Caros, vou comentar rapidamente algumas questões da prova de AJAA.

Em breve aprofundaremos a resolução.

36 "Os Princípios Fundamentais de Auditoria no Setor Público decorrem, principalmente, da Declaração de Lima e fornecem uma estrutura normativa de referência internacional. Referidos Princípios se traduzem em diretrizes operacionais mais específicas e detalhadas que podem ser usadas diariamente na realização de auditorias e, também, como normas de auditoria, quando normas nacionais de auditoria não tenham sido desenvolvidas. A auditoria é um processo cumulativo e interativo. Os princípios fundamentais podem ser agrupados em Princípios relacionados ao processo de auditoria, Princípios Gerais que o auditor deve considerar antes do início e durante a auditoria e em Princípios relacionados com as etapas específicas do processo de auditoria."

(Prins/plot Fundamentals de Auditoria do Setor público aprovada em 2013. Disponível em: http://www.intosal.ogq. Adaptado.)

São Princípios Gerais de Auditoria no setor público, EXCETO:

a) Ética; Independência; e, Comunicação.

b) Julgamento Profissional; Materialidade; e. Documentação.

c) Zelo e Ceticismo Profissionais; Hierarquia; Juízo de Valor; e, Meritocracia.

d) Controle de Qualidade; Gerenciamento de Equipes e Habilidades; e, Risco de Auditoria.

Cabe recurso por fuga do edital para esta questão, dado que explorou uma lista específica de princípios que não são os normalmente aceitos pelo CFC e pelo IFAC. Tal lista encontra-se na Intosai ISSAI 100. Normalmente, quando querem explorar essas normas, as bancas colocam expressamente no conteúdo programático um item referente à Intosai.

Dito isso, a letra C é mesmo a resposta. Hierarquia, Juízo de Valor e Meritocracia não possuem qualquer relação com auditoria, não é mesmo?

Segue a lista dos princípios da Intosai, para conhecimento:

Ética e independência

Julgamento, devido zelo e ceticismo profissionais

Controle de qualidade

Gerenciamento de equipes e habilidades

Risco de auditoria

Materialidade

Documentação

Comunicação

Gaba: C

 

42 "Com o advento da nova forma de se usar Contabilidade de Custos, ocorreu seu maior aproveitamento em outros campos que não o industrial. No caso de instituição não tipicamente daquela natureza, tais como financeiras e prestadores de serviço, onde seu uso para efeito de elaboração das demonstrações contábeis era quase irrelevante (pela ausência de estoques), passou-se a explorar seu potencial para o controle e até para a tomada de decisões."

(MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas.)

A respeito da estrutura e análise de custos, sistemas de custeio, métodos de rateio, utilização de custos para tomadas de decisões, margem de contribuição e ponto de equilíbrio, assinale a afirmativa INCORRETA.

a) O sucesso de um sistema de custos está, principalmente, nas informações e depende do pessoal que o alimenta e o faz funcionar, pois se trata de um conduto que recolhe dados em diversos pontos, processa-os e emite, com base neles, relatórios.

b) A análise de custos como instrumento auxiliar a tomada de decisão consiste, também, na alimentação de informações sobre valores relevantes que dizem respeito as consequências de curto e longo prazos sobre medidas de corte de produtos/serviços, fixação de preços para aquisição e opções de aquisição de bens/serviços.

c) Apesar da impossibilidade, inúmeras empresas prestadoras de serviços, na atualidade, utilizam princípios e técnicas da Contabilidade de Custos de maneira não apropriada em função da inexistência de quaisquer similaridades entre estas e as empresas industriais, principalmente nas entidades em que se busca trabalhar por projeto: empresas de engenharia, escritórios de auditoria, de planejamento e órgãos públicos.

d) Normalmente, o problema mais grave na implantação de qualquer sistema e na análise de custos, reside na qualidade do pessoal envolvido nas fases iniciais do processo. Os primeiros informes nascem de diversos apontamentos efetuados por inúmeros funcionários/servidores que não tem uma visão sistêmica da instituição e desconhecem a importância de um Sistema de Custos, o que se traduz no principal fator de insucesso.

Todas corretas com exceção da letra C.

Não existe qualquer impedimento para que empresas prestadoras de serviços, empresas de engenharia, escritórios de auditoria, de planejamento e órgãos públicos façam controle de custos.

A contabilidade de custos pode ser aplicada plenamente em todas as entidades citadas.

Gaba: C.

 

43 "Conforme a NBC TSP - Estrutura Conceitual, os elementos das demonstrações contábeis correspondem as estruturas básicas a partir das quais as demonstrações contábeis são elaboradas. Essas estruturas fornecem um ponto inicial para reconhecer, classificar e agregar dados e atividades econômicas de maneira a fornecer aos usuários informações que satisfaçam aos objetivos e atinjam as características qualitativas das informações contábeis, levando em consideração as restrições existentes. Os conceitos de ativo e passivo identificam os seus aspectos essenciais, mas não especificam os critérios para seu reconhecimento. Ao avaliar se um item se enquadra na definição de ativo, passivo ou patrimônio líquido, deve-se atentar para a sua essência e realidade econômica não apenas sua forma legal."

(Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (MCASP) - 7ª Edição.)

Com base em definições oficiais constantes em normas do Conselho Federal de Contabilidade e, também, no Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, as quais são extremamente importantes nas análises e na compreensão das demonstrações financeiras e na administração do ativo e do passivo de uma organização, seja pública ou privada, assinale a afirmativa INCORRETA.

a) Ativo é um recurso resultante de evento presente, controlado no passado pela entidade. O ativo deve ser classificado como circulante quando estiver disponível para realização mediata ou tiver a expectativa de realização após doze meses do período a que se refere as demonstrações contábeis.

b) Os benefícios econômicos correspondem a entradas de caixa ou a reduções das saídas de caixa. As entradas de caixa (ou as reduções das saídas de caixa) podem derivar, por exemplo, da utilização do ativo na produção e na venda de serviços ou da troca direta do ativo por caixa ou por outros recursos.

c) Passivo é uma obrigação presente, derivada de evento passado, cuja extinção deva resultar na saída de recursos da entidade. Uma característica essencial para a existência de um passivo é que a entidade tenha uma obrigação presente. Obrigação presente é aquela que ocorre por força de lei (obrigação legal ou obrigação legalmente vinculada) ou não (obrigação não legalmente vinculada), a qual não possa ser evitada pela entidade.

d) Recurso é um item com potencial de serviços ou com a capacidade de gerar benefícios econômicos. A forma física não é uma condição necessária para um recurso. O controle do recurso envolve a capacidade da entidade em utilizar o recurso (ou controlar o uso por terceiros) de modo que haja a geração do potencial de serviços ou dos benefícios econômicos originados do recurso para o cumprimento dos seus objetivos de prestação de serviços, entre outros.

 

Letra A está errada.

Segundo a NBC T SP EC:

Ativo é um recurso controlado no presente pela entidade como resultado de evento passado.

Gaba: A

 

45 A contabilidade aplicada ao setor público mantém um processo de registro apto para sustentar o dispositivo legal do regime da receita orçamentária, de forma que atenda a todas as demandas de informações inerentes ao planejamento e a execução do instrumento de planejamento governamental, conforme dispõe o Art. 35 da Lei nº 4.320/1964. No entanto, há de se destacar que o Art. 35 se refere ao regime orçamentário e não ao regime contábil (patrimonial). Considerando a importância do orçamento público, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) A Constituição brasileira exige a elaboração do orçamento anual, a sua aprovação pelo poder Legislativo e a sua disponibilização a sociedade. A sociedade fiscaliza a gestão das entidades públicas diretamente, respaldada pela Constituição ou indiretamente, por meio de representantes. A elaboração de demonstrativos que apresentam e comparam a execução do orçamento com o orçamento previsto é o mecanismo normalmente utilizado para demonstrar a conformidade com os requisitos legais relativos às finanças públicas.

( ) Muitos programas do setor público são de longo prazo. A capacidade para cumprir os compromissos depende dos tributos e das contribuições a serem arrecadados no futuro. Ademais, as entidades do setor público têm existências muito longas, mesmo que passem por severas dificuldades financeiras e se tornem inadimplentes com as obrigações oriundas da sua respectiva dívida.

Consequentemente, as demonstrações que evidenciam a situação patrimonial e o desempenho não fornecem todas as informações que os usuários precisam conhecer a respeito dos programas de longo prazo.

A sequência está correta em

a) V, F.

b) V, V.

c) F, V.

d) F, F.

A banca derrapou nessa questão. Os dois itens estão escritos de forma pouco clara, denotando desconhecimento do examinador.

Apesar da confusão, não podemos dizer que estão errados.

Gaba: B.

Caros, curtam minha página do Facebook para acessar novidades sobre concursos, resoluções de questões e outras dicas. É um trabalho que estou iniciando, conto com a ajuda de vocês. Eis o link:

http://www.facebook.com/professormarceloseco

Bons estudos!

 


Comentários

  • 16/03/2017 - Julio Fontana
    Professor,

    O senhor pode comentar a prova da ALERJ? Especialista geral
  • 16/03/2017 - Prof Marcelo Seco
    Julio, você tem a prova?

    Mande o link para mim, se puder.

    Bons estudos!

    Marcelo
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: