Prof. Natale Souza

02/06/2016 | 11:44
Compartilhar

Estudar, falta de tempo e auto boicote

Estudar, falta de tempo e auto boicote

Por Natale Souza

 

Quantas vezes você já se pegou falando em querer estudar e não conseguir? Quantas vezes você planeja seu dia de estudos e ao final dele percebe que nenhuma meta foi cumprida? Já parou para pensar que seu maior inimigo no caminho para a aprovação pode ser você?

 

Tempo ou falta dele é um dos maiores determinantes para o sucesso. Mas será que só é aprovado quem tem tempo livre? NÃO! Conheço histórias de sucesso de pessoas que “ faziam” o seu dia ter “ mais que 24 horas”. Mas como fazer do seu dito “ pouco tempo” um aliado?

 

O primeiro passo é planejar. Sem planejamento não haverá resultado favorável em nenhum setor da sua vida, incluindo os estudos. O planejamento ajuda na determinação de objetivos, metas e prazos. Mas só pôr no papel não adianta. O que você planeja tem que ser factível. Não tem como alcançar o que foi proposto por você mesmo se não utilizar a sua realidade.

 

Muitos possuem o dia todo livre e não conseguem dedicar 01 hora aos estudos, muitas vezes por saber que possuem tempo de sobra. Já outros, lhes restam apenas poucas horas, mas conseguem otimizar o pouco tempo: produzindo e doando o máximo de si.

 

Então, como você pode usar melhor o tempo que você tem? Simples: FOCANDO. O planejamento é o passo inicial, mas a sua vontade deve ser muito maior que as desculpas corriqueiras. Não se auto boicote. Perceba seus erros, assuma e veja onde você está errando. Pare de colocar a culpa no “ tempo” e no “ mundo”: culpe-se, corrija e caminhe com o tempo que você tem disponível.

 

As pessoas que mais produzem são aquelas que possuem menos tempo. Mas qual o motivo? Ter a ciência da limitação e fazer disso uma mola propulsora. Mas, para isso, trazem consigo a força de vontade e sabem que sonhos são bons, mas torná-los realidade: melhor ainda!

 

Então, já está pronto para rever seu “tempo”, seu foco e planejamento? Para se chegar a algum lugar precisamos dar o primeiro passo: mas um que sua “perna” consiga alcançar!

 

Façamos assim: que tal um desafio? Coloque em mente que, após uma boa reflexão, você vai avaliar o seu tempo realmente disponível e o realmente otimizado para seus estudos. Vamos nessa?


Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: