Prof. Fabiano Sales

03/05/2016 | 05:44
Compartilhar

Passeando pela Língua Portuguesa

Olá, caro aluno!

Que tal fazer um "passeio" pela Língua Portuguesa? Convido o aluno a passear pelos recantos da pontuação (vírgula e ponto e vírgula) e da semântica dos conectivos. Veja:

 

Considere o fragmento abaixo para responder à próxima questão.

“Nós, adultos, sabemos; as crianças não sabem."

(IBFC-2016/Emdec/Assistente Administrativo Jr.) Há, entre as duas orações do período, uma relação semântica. Desse modo, sem prejuízo de sentido, no lugar do ponto e vírgula que as separam poderia ser empregado o seguinte conectivo:

a) desde que
b) contudo
c) visto que
d) como

Comentário: Questão sobre valor semântico entre orações. De acordo com a cadeia discursiva, entre as orações “Nós, adultos” sabemos” e “as crianças não sabem”, observa-se uma relação opositiva. Estamos diante, portanto, de um contexto adversativo, justificando o emprego do ponto e vírgula entre essas orações.

Veja, por exemplo, o que nos ensinam Celso Cunha e Lindley Cintra, na obra Nova Gramática do Português Contemporâneo, editora Lexikon, 5ª edição, 2008, p. 668:

“Em lugar da vírgula, costuma-se empregar o ponto e vírgula antes das conjunções adversativas (mas, porém, todavia, contudo, no entanto, etc.) e das conclusivas (logo, portanto, por isso, etc.) colocadas no início de uma oração coordenada. Com o alongamento da pausa, acentua-se o sentido adversativo (ou conclusivo) das referidas conjunções.

Comparem-se estes períodos:

Pode a virtude ser perseguida, mas nunca desprezada.

Pode a virtude ser perseguida; mas nunca desprezada.”

A partir desse raciocínio, em que se observa uma relação adversativa entre as orações, podemos omitir a conjunção “mas”, resultando na seguinte construção:

Pode a virtude ser perseguida; nunca desprezada.

Voltando à questão da prova, é importante destacar que o síndeto (=conjunção coordenativa) “contudo” pode iniciar ora iniciar a oração adversativa, ora estar intercalado entre seus elementos. Veja as construções possíveis e corretas:

Nós, adultos, sabemos; contudo, as crianças não sabem

Nós, adultos, sabemos; as crianças, contudo, não sabem.

Nós, adultos, sabemos; as crianças não sabem, contudo.

Ademais, conforme nos ensinam as lições gramaticais, são adversativos os seguintes síndetos: “mas”, “porém”, “contudo”, “todavia”, “entretanto” e “no entanto”. Observando as assertivas, identificamos que, sem prejuízo para o sentido original, o sinal de ponto e vírgula pode ser substituído pelo conector “contudo”, validando a letra (B) como resposta da questão.


Nas demais opções, chamo sua atenção para o seguinte:

a) o nexo textual “desde que” pode, dependendo do contexto, exprimir valor temporal ou condicional.

Exemplos: Desde que chegamos ao cinema, você ficou muda (valor temporal, equivalente a “assim que”: Assim que chegamos ao cinema, você ficou muda).

Desde que você compre os ingressos, iremos ao cinema (valor condicional, equivalente à conjunção subordinativa “caso”: Caso você compre os ingressos, iremos ao cinema).

c) a locução conjuntiva “visto que” exprime matiz semântico de causa, sendo equivalente aos elementos “já que”, “uma vez que”, “tendo em vista que”, entre outros: Visto que/Já que/ Tendo em vista que você comprou os ingressos, iremos ao cinema.

d) dependendo do contexto, o termo “como” pode expressar ideia causal, comparativa ou conformativa.

Exemplos:

Como você comprou os ingressos, iremos ao cinema. – O termo “como” expressa valor de causalidade, sendo equivalente à locução conjuntiva “já que”: Já que você comprou os ingressos, iremos ao cinema.

Ele é sábio como o pai. – Nesse contexto, o termo “como” exprime valor comparativo. Observe a omissão da forma verbal “é”, no segundo trecho: Ele é sábio como o pai (é).

O aluno fez os exercícios como recomendado. – Nesse período, o termo “como” expressa valor de conformidade, sendo equivalente às conjunções subordinativas conformativas “conforme”, “consoante”.

Gabarito: B.

 

Então, gostou do "passeio" ?! :)

Forte abraço !!!

Fabiano Sales.


Comentários

  • 04/05/2016 - Gerson Paulino
    Olá professor! Há previsão de lançamento de um curso de língua portuguesa específico para FCC? dois editais de TRTs ( TRT Sergipe e TRT Santa Catarina) estão batendo à porta e provavelmente será essa a banca organizadora desses concursos.
    Grande abraço
  • 03/05/2016 - Edjanyo Araujo
    Diante muitos professores que já conseguir assistir ou presenciar algumas aulas, o mestre Fabiano tem surpreendido com a forma de repassar seu conhecimento em Língua portuguesa, fico grato por este ser de luz nos ajudar sem se preocupar em nada cobrar. Pois hoje estamos num período de crise e, qualquer informação que nos é repassada estão cobrando. Meus sinceros agradecimentos.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: