Prof. Karine Waldrich

27/04/2016 | 19:51
Compartilhar

Um ex-concurseiro entre os 100 mais influentes do mundo

Boa noite, pessoal!!

Ontem o juiz Sérgio Moro compareceu à premiação dos 100 mais influentes do mundo da revista Time. Estavam igualmente na lista pessoas como Barack Obama, Hillary Clinton, Angela Merkel, Vladimir Putin... Além de Leonardo Di Caprio, Mark Zuckerberg, Papa Francisco, Adele... O juiz Moro é o único brasileiro da lista, que não tem ordem definida. Recentemente, Moro foi também apontado pela revista "Fortune" como o 13º líder mais influente para transformar o mundo.

Agora eu pergunto para vcs, pessoal... Vcs têm noção do que é isso? Sérgio Moro é um FUNCIONÁRIO PÚBLICO BRASILEIRO. Ele já foi CONCURSEIRO, como a gente. Já passou noites em claro estudando, já fez mil questões para treinar para uma prova. Já teve raiva da banca. Já tomou muito café para ficar acordado quando o sono parecia vencer o cansaço.

Ele fez prova, conferiu gabarito, deve ter feito várias delas e passou em no mínimo uma, para o cargo que exerce hoje. Aí começou a trabalhar, não se acomodou com chefe mala, com o café ruim da repartição, com a impressora quebrada do fórum... Fez mestrado em Harvard e um trabalho tão RELEVANTE, mas TÃO RELEVANTE, que fez com que ele fosse parar na tal lista da Time.

No nosso país, temos o hábito de "valorizar" e ter "ícones" de contribuição social bastante questionável. É jogador de futebol, ex-bbb... Até "ex-vice-miss-bumbum" fica famosa no Brasil! Rsrs... Mas quem integrou a lista da Time foi um FUNCIONÁRIO PÚBLICO BRASILEIRO. Que fez um trabalho bem feito. Que não se dobrou aos "poderosos". Que não se rendeu à corrupção, tão comum (infelizmente) no judiciário brasileiro... Muito pelo contrário, que a combateu.

Estou falando essas coisas para vcs terem em mente que, quando decidem virar funcionário público no Brasil, estão diante de uma OPORTUNIDADE. Uma oportunidade de fazer a diferença. Uma oportunidade de serem relevantes.

O juiz Moro é "apenas" um juiz de primeira instância... Mas tão bom, tão bom... Que foi parar na lista da Time.

Que nos sirva de exemplo... Bora estudar??!??

Um abraço,

Karine

PS: pessoal, não tenho Face!!! Mas tenho instagram, me sigam por lá: @karinewaldrich :)


Comentários

  • 29/04/2016 - Maria Luisa
    Oi, Karine! Tudo bem? Excelente o seu artigo. Sabe que eu nunca havia pensado isso sobre o Moro? Realmente tuuudo que nós, concurseiros de plantão, passamos agora com relação aos concursos, ele já passou; inseguranças, raiva da Banca, raiva dele mesmo, erros, acertos...enfim... a busca pela tão sonhada vitória. Um grandioso exemplo a ser seguido. Um dia eu também terei a minha vitória!!
    Obrigada, um beijo.
  • 29/04/2016 - Prof Karine Waldrich
    Oi, Maria Luísa, continue "firme no propósito" e com certeza você terá sua vitória mesmo!!! Beijocas :)
  • 29/04/2016 - Maria Luisa
    Obrigada, Karine!!! Um beijo e ótimo fim de semana!
  • 28/04/2016 - Jordana Alves
    Também fiquei muito orgulhosa, prof. Karine! São de pessoas assim que o mundo precisa e que nós brasileiros devemos nos espelhar! Que Moro sirva de inspiração para tantos outros concurseiros que, assim como eu, acreditam que somente através de empenho e de dedicação é possível realizar sonhos!
  • 28/04/2016 - Prof Karine Waldrich
    :)
  • 27/04/2016 - Rafael
    Parabéns pro Moro. Só lembrando que o Lula foi eleito pela mesma revista em 2010 como o líder MAIS influente do mundo e surgiu de uma classe mais baixa que o citado juiz.
  • 27/04/2016 - Prof Karine Waldrich
    Oi, Rafael, tudo bem? O que me chamou atenção foi a inclusão de um servidor público, ainda mais brasileiro, na lista. Tendo ele vindo de uma "classe" alta ou baixa, entende? Políticos são costumeiramente incluídos, tanto de países de primeiro mundo como de países emergentes... Um abraço!! :)
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: