Prof. Geraldo Miranda

22/04/2016 | 22:36
Compartilhar

A medicina legal no concurso da PC PE

A medicina legal está intimamente  ligada ao direito. Muita gente acha que nos IMLs só há exame no morto. É um engano. Cerca de 80% dos exames nos IMLs são no vivo.  Além das necrópsias são feitos exames de lesão corporal, toxicológico, sanidade física e mental, estimativa de idade, estupro, dentre outros. Na área criminal essa matéria é de suma importância na materialização dos crimes contra a pessoa. Portanto, é muito comum cair medicina legal nos cargos da Polícia Civil, que é a polícia judiciária, já que seus futuros servidores vão se deparar com os mais diversos tipos de delitos que precisam de atuação da medicina legal. É cobrada na prova dos seguintes cargos da PC PE:

- Delegado de polícia: Está na parte de conhecimentos específicos. Cobra os conceitos e várias áreas da medicina legal. Um delegado na atuação de seu cargo precisa saber identificar uma lesão, ter noções de antropologia, identificação e sexologia, pois o delegado é  o presidente do inquérito policial que investigará todos esses crimes.

- Médico Legista: Também está na parte de conhecimentos específicos. A banca foi “boazinha” e não cobrou toda a matéria da medicina legal. Ficou de fora temas importantes como documentos médicos, lesão corporal e ética médica. Entretanto, assuntos do dia a dia do legista estão no edital e vamos estudá-los em nosso curso. Sem falar que das 100 questões, 70 serão de medicina legal, além do estudo de caso e do texto dissertativo. Prepare-se para as historinhas do CESPE.

- Auxiliar de Legista: Aqui a banca chamou um tópico de “noções de medicina legal” e cobrou assuntos diversos. Em outro tópico chamado de “noções de tanatologia forense” realmente cobra a medicina legal, mas o nome do tópico não foi muito bem colocado aqui. Afinal a tanatologia estuda a morte, o morto e suas repercussões, portanto, tanato é só um dos assuntos da medicina legal. Enfim, não vamos brigar com a banca por questões de nomenclatura.

- Auxiliar de Perito: aqui corretamente a banca chamou de “noções de medicina legal” e cobrou os mesmos itens que estão em “noções de tanatologia forense” do cargo de auxiliar de legista (com exceção da sexologia). Vai entender?

O importante é que toda a matéria do edital será vista em nossas aulas. O CESPE costuma colocar uma historinha na questão (geralmente um caso). O importante é você extrair as palavras-chave da questão para resolvê-la. É impossível decorar tudo, mas essas palavras-chave você precisa saber. Vamos ver isso melhor no decorrer do curso. Até lá.

Bons estudos.

 


Comentários

  • 25/04/2016 - Gustavo Ribeiro
    Olá, Geraldo! Faltou falar sobre a prova de Perito Odonto.
    Abraços!
  • 25/04/2016 - Prof Geraldo Miranda
    Bem lembrado Gustavo! Vou fazer um artigo específico sobre a prova de Perito Odonto.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: