Prof. Igor Oliveira

28/02/2016 | 11:40
Compartilhar

A Colheita

Em quase todos os projetos que iniciamos, criamos um filme mental de como será o desdobrar das tarefas até atingirmos nosso objetivo. Se vamos fazer uma dieta ou estudar para um concurso público, concebemos, através desse filme mental, um mundo imaginário onde tudo irá se desenrolar sem maiores transtornos. No filme mental, não há obstáculos, matérias difíceis, ou, se existem, serão facilmente ultrapassados. Geramos uma expectativa de que tudo irá sair como desejamos e nos apegamos a isso.

O apego à necessidade de ser feliz, sem muito esforço, traz a reboque a necessidade de controle. Desejamos ter o controle amplo sobre todo o resultado de nossas ações e não toleramos quando as coisas não saem como planejamos.

Tenho me deparado, ao longo da vida, com muitos adultos que não aceitam o fato de que a vida, em todos os seus aspectos, não é uma máquina de sonhos e que felicidade não é direito adquirido de nascença. Quando o filme mental não casa com a realidade, emburram e empacam. Sentem-se injustiçados, como se alguém os devesse alguma explicação. A morada das frustrações, decepções e desistências é o local onde filme mental não casa com a realidade.

Tenho compaixão quando testemunho pessoas grandes angustiadas, dando chilique, porque não acertam uma questão de matemática ou tem dificuldades em entender contabilidade ou de ler com atenção textos grandes em provas de português da FGV ou ESAF (quanta novidade).

Essas pessoas iniciam suas preparações com a expectativa de que terão controle sobre tudo que acontecerá e não aceitam o fato de que não é possível condicionar a realidade, seja ela qual for.

A postura mais lógica e realista é aquela que trata os projetos ou tarefas como plantas. Numa plantação, você tem controle sobre tudo que injeta nas plantas. Você pode determinar o nível de nutrientes do solo, a quantidade de água, eliminar pragas ou até manipular a luminosidade a fim de garantir o crescimento adequado do conjunto. No entanto, apesar de todo esse esforço e precisão, você não controla a maneira exata como cada planta vai crescer. E assim são nossos projetos, nossa vida. Você pode ter a melhor bibliografia, os melhores professores, estudar da maneira mais concentrada possível, mas ainda assim você não saberá quando passará ou em que passará. Você pode até imaginar, como o próprio fazendeiro imagina, mas você não terá certeza. E se tentar se agarrar à necessidade por certeza, irá entrar no rol dos adultos infantilizados de nossa geração, que não aceitam o fato de que não nasceram com a herança genética da felicidade plena, sem esforço. E cruzam os braços e praguejam quando a vida não coopera.

Focar na ação e desapegar dos resultados é a atitude dos sábios, que buscam a alegria da tarefa bem cumprida. Cobiçar o controle e uma preparação ou uma vida feliz, sem esforço algum, é cultivar a agonia de ver seus planos furarem na primeira esquina.

O candidato modelo é um verdadeiro fazendeiro, que se preocupa tão somente em cuidar de suas plantas e aguarda pacientemente o tempo de colher.

Abs!

Igor Oliveira.

=====

Programa motivacional para concursos públicos.

=====

Curta minha fanpage no Facebook.

Siga-me no Twitter.

E-mail: igor[arroba]pontodosconcursos.com.br.

=====

E-Books gratuitos:

Por quê ainda não deu certo?

Ninguém quer ser concurseiro em uma tarde de verão.


Comentários

  • 04/03/2016 - LOPES
    Passei recentemente por uma situação que acabou atrapalhando meu cronograma de estudos, fiquei muito irritado, mas como o seu texto coloca de forma bem clara não podemos controlar tudo. Acho que o mais importante a fazer é voltar o mais rápido possível aos estudos. Gostei muito do texto, me ajudou muito!
  • 04/03/2016 - Prof Igor Oliveira
    Que bom Andrei. Fico feliz! Abs!
  • 29/02/2016 - Silvana Alves
    Mestre Igor, excelente artigo para iniciar a irrigação da minha plantação dessa semana.(rs). Eu te agradeço pela sabedoria com que transmite em palavras a caminhada da plantação até a colheita da aprovação. Deus te ilumine sempre,sempre e sempre. Abs
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Eu é quem agradeço Silvana. Obrigado pelo comentário e disponha sempre! VQV! rs
  • 29/02/2016 - Andre Luiz
    Fala Igor, muito bacana seu texto. Ficou show essa parte: "O candidato modelo é um verdadeiro fazendeiro, que se preocupa tão somente em cuidar de suas plantas e aguarda pacientemente o tempo de colher." Abraços!
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu André. Eu é quem agradeço pelo comentário. Disponha sempre!
  • 29/02/2016 - Wilson Euardo
    Muito bom!

    Parabéns
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Obrigado Wilson! Disponha sempre! Abs!
  • 29/02/2016 - Phelippe
    Grande Igor! Excelente texto para começarmos de uma maneira sábia os nossos planos. Interessante. Só pensar nos resultados, a frustração é quase que certa. Não temos controle sobre os imprevistos, ou resultados, mas temos a escolha de agir e continuar. Mas, AÇÂO, caso contrário paralisamos. Abraço mestre! Adsumus.
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Fala meu camarada! É isso aí: ação! rs...grande abraço! Conte comigo!
  • 29/02/2016 - Rafaela
    Igor, adorei essa associação. Tem tudo a ver! Bacana demais, como sempre. :) Obrigada por compartilhar seus pensamentos conosco. Abs!
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu moça! rs...tenha um bom dia e conte sempre comigo! Abs!
  • 29/02/2016 - Simone Miranda
    Perfeito, Comandante!
    Simples, direto e objetivo. Gosto assim! rs
    Obrigada!
    Adsumus
  • 29/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu Tenente Miranda! rs...abaixa a cabeça e vai! Abs!
  • 29/02/2016 - Paulo
    Prezado Igor...Grande Oliveira,

    o que te faz especial é que você coloca o seu coração...a sua Alma naquilo que escreve.
    Sei de seus "talentos"e sei de seu objetivo maior:ser Feliz e fazer o outro Feliz.
    Eu...apenas leio com o coração, e minha Alma já se mostra favorável a ser,ao menos,um aprendiz de fazendeiro.

    Grande Abraço,

    Paulo.
  • 01/03/2016 - Prof Igor Oliveira
    Legal Paulo...hehehe...pode crer, aprendiz de fazendeiro...curti. Tbm tô nessa. Aprendiz. Conte sempre comigo! Abs!
  • 29/02/2016 - carla aparecida pere
    Cuidar da plantinha todo dia, regá-la sempre e esperá-la crescer. Assim deve ser o nosso estudo né Igor. Todos os dias estar presente, não desistir.
    Obrigada pelo artigo. Parabéns!!
  • 01/03/2016 - Prof Igor Oliveira
    Com certeza Carla! Conte sempre comigo! rs...abração!
  • 28/02/2016 - Djane Oliveira
    Bom texto professor, fiquei preocupada, semana passada vc não escreveu...abraços.
  • 28/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu Djane! Obrigado pelo carinho e pelo comentário! Semana passada foi brabo...rs...deu não! rs...abs!
  • 28/02/2016 - Marcelo
    Professor,

    Parabéns pelo artigo!
    O que escreve parece vir de suas entranhas, de alguém que já esteve do lado de cá e vivenciou os "humores" de um "concurseiro".
    Texto direto e objetivo, com todos os pingos nos "i", sem deixar de trazer luz pra quem está no caminho.
    Obrigado por compartilhar suas experiências e ser um tipo de "guru" pra gente que também quer colher os frutos da aprovação.
    Sigamos em frente.
  • 28/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu Marcelo! Muito obrigado. Tô longe de guru...hehe...tô na luta tbm. Como todos vcs! Abs!
  • 28/02/2016 - Aline
    Caro professor, obrigada por teus artigos edificantes que nos permitem compreender e perseverar nessa caminhada com mais serenidade e menos ansiedade rss. Abraços!
  • 28/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Eu é quem agradeço Aline! Conte sempre comigo! Abs!
  • 28/02/2016 - Marlon Farias
    Como não poderia ser diferente; Sensacionaaaal!
  • 28/02/2016 - Prof Igor Oliveira
    Valeu! Obrigado! rs
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: