Prof. Thiago Alves

06/01/2016 | 14:23
Compartilhar

ANAC a todo vapor: CONHECIMENTOS DE REGULAÇÃO

Olá, candidatos ao concurso da ANAC!

Como andam os estudos? Espero que tenham iniciado 2016 “a todo vapor”! Afinal de contas, o dia da prova já está chegando! :)

E para dar “aquela força” na sua preparação, vou falar um pouquinho sobre as BARREIRAS À ENTRADA, tema bastante cobrado na disciplina “CONHECIMENTOS DE REGULAÇÃO”.


Vamos lá?!

 

Pensem das dificuldades de ingresso por parte de uma nova empresa no setor aéreo! Elas serão enormes, vocês concordam?

Pois bem! Qualquer empresa que queira entrar neste mercado deverá se submeter a uma infinidade de exigências dos órgãos reguladores (segurança em voo, tecnologia mínima etc.), sem falar nos altíssimos investimentos iniciais (imaginem o valor de cada aeronave). Esses são exemplos de barreiras à entrada!

As BARREIRAS À ENTRADA, então, podem ser definidas como qualquer fator em um mercado que ponha um potencial competidor eficiente em desvantagem com relação aos agentes econômicos já estabelecidos. Quanto mais elevadas as barreiras à entrada, maiores são os investimentos necessárias para viabilizar a entrada e menor é a probabilidade de entrada de novas empresas no mercado relevante definido.

Os seguintes fatores constituem importantes barreiras à entrada:

(a) custos irrecuperáveis;

(b) barreiras legais ou regulatórias;

(c) recursos de propriedade exclusiva das empresas instaladas;

(d) economias de escala e/ou de escopo;

(e) o grau de integração da cadeia produtiva;

(f) a fidelidade dos consumidores às marcas estabelecidas; e

(g) a ameaça de reação dos competidores instalados.

 

Discutirei (brevemente) cada um deles, OK?!

CUSTOS IRRECUPERÁVEIS (SUNK-COSTS) são custos que não podem ser recuperados quando a empresa decide sair do mercado (funcionam também, dessa forma, como barreiras à saída). A extensão dos sunk-costs depende principalmente:

- do grau de especificidade do uso do capital;

- da existência de mercados para máquinas e equipamentos usados;

- da existência de mercado para o aluguel de bens de capital;

- de volume de investimentos necessários para garantir a distribuição do produto (gastos com promoção, publicidade e formação da rede de distribuidores).

 

As BARREIRAS LEGAIS E REGULATÓRIAS são exigências criadas pelo governo ou por agências reguladoras para a instalação e funcionamento de uma empresa, tais como as licenças comerciais, permissões, autorizações, alvarás, dentre outros. As barreiras legais podem representar, na prática, um incremento nos custos irrecuperáveis, quando sua superação implicar custos elevados ou mesmo excluir a possibilidade de entrada.

 

Os RECURSOS DE PROPRIEDADE EXCLUSIVAS DAS EMPRESAS INSTALADAS podem ser, por exemplo, insumos de produção, exclusividade de uso da rede de distribuidores ou patentes.

 

As ECONOMIAS DE ESCALA são economias físicas de insumos derivadas do aumento do volume de produção final. As ECONOMIAS DE ESCOPO são economias derivadas da produção conjunta de dois ou mais bens. Esses conceitos já foram abordados no meu último artigo! Que tal conferir por lá? :)

 

O GRAU DE INTEGRAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA pode ser uma barreira à entrada na medida em que aumenta os custos irrecuperáveis das entrantes potenciais ou exija que a entrada ocorra em dois mercados ao mesmo tempo.

 

A FIDELIDADE DOS CONSUMIDORES A MARCAS ESTABELECIDAS tende a ser maior em mercados em que as estratégias de diferenciação do produto são uma das principais variáveis de competição. Para gerar fidelidade a seus produtos, a empresa entrante deve realizar gastos em publicidade, que se convertem em custos irrecuperáveis do investimento.

 

A AMEAÇA DE REAÇÃO POR PARTE DAS EMPRESAS INSTALADAS é uma barreira à entrada na medida em que estas empresas sejam capazes de baixar seus preços, e mantê-los por no mínimo um ano, a níveis inferiores aos vigentes antes da concentração.

 

E aí, o que acharam?!

Não deixem de conferir os cursos que preparei especialmente para vocês:

 

AGÊNCIAS REGULADORAS E REGULAÇÃO PARA CONCURSOS PÚBLICOS

https://www.pontodosconcursos.com.br/cursos/produtos_descricao.asp?desc=n&lang=pt_BR&codigo_produto=53687

 

CONHECIMENTOS DE REGULAÇÃO PARA TÉCNICO EM REGULAÇÃO DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC

https://www.pontodosconcursos.com.br/cursos/produtos_descricao.asp?desc=n&lang=pt_BR&codigo_produto=54098

 

Um abraço,

Prof. Thiago Alves



 



 


Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: