Prof. Igor Oliveira

12/12/2015 | 11:18
Compartilhar

Como ser mais eficiente, parte final - quando Joseph conhece Richard

Era feriado e Joseph decidiu ir à academia pela manhã. Foi nesse dia que Joseph começou a virar o jogo em sua vida.

Depois de terminar seu treino, Joseph se sentou no chão e começou a conversar com o pessoal que também havia terminado o treino. Richard estava ali.

Conversa vai, conversa vem, Richard disse que estava estudando para concurso público e aquele comentário despertou a curiosidade imediata de Joseph, que logo se pronunciou no sentido de que "assim como você Richard, eu também sofro". Richard, direto que só, logo pescou o que estava acontecendo e, no intuito de ajudar, disse: "sofre, porque gosta de sofrer".

Joseph, enfurecido com o comentário "maldoso" daquela pessoa que nunca vira antes, ressaltou que "ninguém gosta de sofrer e que esse comentário o ofende".

Foi quando Richard disse: "eu já fui como você, pois também sofria com aquilo que precisava ser feito. Naqueles tempos, eu me alimentava do meu próprio sofrimento, compadecia comigo mesmo, como uma forma de racionalizar o fato de que não estava conseguindo estudar e gerenciar minha vida. Se quiser, posso explicar pra você o que eu fiz para botar a casa em ordem".

Joseph, orgulhoso, mas cansado de sofrer, preferiu o caminho da resignação e aceitou o conselho do estranho, afinal de contas a vida é assim mesmo, a gente sempre encontra um estranho na jornada que nos ajuda a enxergar o mundo com outros olhos.

Richard colocou a mão no ombro de Joseph e disse: sei exatamente o que está acontecendo contigo, pois eu também fugia das minhas obrigações para "aproveitar a vida", mas me sentia mal quando pensava nelas. É assim mesmo Joseph. Nós temos a tendência de correr de nossos medos, do resultado no simulado, de saber a relação candidato x vaga, mas somente quando você passa a encarar tudo de frente, isento de julgamentos sobre si mesmo, é que você conseguirá melhorar. Nessa altura do campeonato Joseph já estava com o olho cheio d'água.

Percebendo o que estava acontecendo, Richard disse: não ligue para o que aconteceu Joseph. Acontece com os melhores de nós de tempos em tempos. Todos erramos, afinal. Eu erro muito todo dia. Só passei a encarar esses erros como oportunidades de melhora. Eles fazem parte de mim agora e sou grato por eles. Depois que comecei a ver dessa forma, esses deslizes pararam de me incomodar e uso eles a meu favor. Para previnir de decepções futuras, vou anotar pra você um passo-a-passo sobre como fazer da eficiência um dos pilares de sua vida. Falando em pilares, encarar o processo de maneira realista é importante, pois otimismo sem fundamento gera frustração Joseph.

Segue abaixo a lista que Richard anotou para Joseph:

- simplifique sua vida ao máximo. Seja minimalista em todos os aspectos. Por exemplo, eu possuo apenas um par de sapatos e um cinto para ir trabalhar. Dessa maneira, não perco meu tempo escolhendo minha roupa. É fora de moda, mas funciona. Coloque suas contas no automático, utilize aplicativos de gerenciamento de tarefas para que você não precise ficar se lembrando o tempo todo daquilo que precisa ser feito. Vasculhe os mínimos detalhes de sua vida e veja aquilo que faz você perder tempo. E o mais importante: aprenda a dizer "não" para tudo aquilo que pode consumir sua energia ou tempo. Às vezes não é tão simples, pois distrações podem vir disfarçadas de oportunidades. Recentemente pedi para sair do meu cargo de chefia, só porque ele estava consumindo meus neurônios com preocupações estranhas aquilo que julgo importante. Eu disse "não" e simplifiquei minha vida. Quando eliminamos o supérfluo, ficamos com o essencial.

- depois de extrair aquilo que apenas ocupa espaço, foque nas atividades que tornam seu dia produtivo como estudar, malhar e ficar com sua família, por exemplo. Deixe para o tempo que sobrar aquelas pequenas tarefas que apenas consomem tempo como TV e redes sociais. Se for o caso, delegue tarefas que precisam ser feitas para membros de sua família. Em resumo: não microgerencie sua vida e dê atenção àquelas poucas coisas que tem o condão de alterar definitivamente sua vida para melhor (Pareto ou 80/20).

- ao fazer o que precisa ser feito, finja que está vivendo em uma bolha de concentração e não deixe que nada entre em sua bolha. Você notará que seu tempo vai se multiplicar com essa prática, pois você levará menos tempo para executar suas tarefas. É como se você passasse a ver a vida em "modo tela cheia". Ou seja, não há distrações laterais. Na sua frente, há o que importa e nada mais (Parkinson).

Observação do Igor: note que o foco de Richard é em resultados. Se não funciona, não dura com Richard. Continuando...

- paralelamente, busque apoio daquelas pessoas que vivem com você. Veja bem, elas não precisam pular de alegria com o fato de você estar estudando. As pessoas são diferentes e tem seus próprios interesses particulares. Elas precisam apenas respeitar seu tempo. Nesse caso, eu já vinha conversando com minha esposa há algum tempo e acostumando ela, aos poucos, à nova rotina que teríamos que enfrentar juntos. Na última semana de "folga", antes de começar os estudos, optei por envolver definitivamente ela no processo e escolhi mandar um e-mail, como forma de marcar bem este momento. Veja o e-mail que enviei:

"Querida Angelina Jolie,

Semana que vem começamos a grande jornada em direção a uma vida melhor. Como já venho dizendo, não consigo fazer isso sem você. Seu apoio é mais que legal, é fundamental. Ficarei ausente algumas horas do dia, mas isso não diminui o fato que a amo. Além disso, tentarei compensar com qualidade os momentos especiais que passaremos juntos.

Com amor,

Seu Richard".

Observação do Igor: Richard não é calculista. É apenas romântico à moda antiga. Continuando...

Essas são as regras de ouro da eficiência Joseph:

- encare seus medos de frente.

- aprenda com seus próprios erros.

- simplifique, automatize e diga "não".

- foque no que interessa. Delegue.

- seja implacável ao fazer suas tarefas. Não dê mole para as distrações. Modo tela cheia.

- construa uma base de apoio. Você precisará.

Joseph estava tão empolgado quanto uma criança que acabou descobrir o que é chocolate, substância proveniente do cacau de sabor inigualável.

"Só isso"? Perguntou Joseph. Richard disse: ser eficiente é meio óbvio, mas as pessoas gostam de serem complicadas na maioria das vezes. Ah...mas não seja tolo - continuou Richard - isso tudo é como emagrecer: simples, mas difícil. Haverá dias em que você não conseguirá fazer nada do que lhe disse. Mas entenda que é normal e que altos e baixos fazem parte da vida de qualquer pessoa.

Um ano se passou e Richard, aprovado no concurso da Receita Federal, após tomar posse, foi caminhando para casa escutando a música ICE ICE BABY, do Vanila Ice.

Observação do Igor: experimente andar na rua balançando os braços e escutando essa música. Você vai se sentir muito fodão.

A música foi interrompida por uma ligação de Joseph, parabenizando Richard pelo feito e agradecendo pelas lições aprendidas.

Joseph estava firme nos estudos e conseguindo equilibrar os diversos papéis de sua vida. Depois daquele dia na academia, Joseph decidiu que não havia mais tempo a perder. Era hora de agir. Ele botou a casa em ordem, passou a levar os estudos mais a sério e não vê a hora de andar na rua empossado, se achando, escutando ICE ICE BABY.

Abs!

Igor Oliveira.

Curta minha fanpage no Facebook.

Siga-me no Twitter.

E-mail: igor[arroba]pontodosconcursos.com.br.

=====

Programa motivacional para concursos públicos.

E-Book gratuito "Ninguém quer ser concurseiro em uma tarde de verão".


Comentários

  • 22/12/2015 - Carla Pereira
    Querido Igor mais uma vez arrasando nos artigos. Vc não faz ideia como suas palavras mudam a nossa vida, a nossa rotina. Já me sinto veterana como concurseira, afinal já estou indo para 4 anos. Mas quando leio seus artigos, parece que sou caloura descobrindo este mundo de estudos, começando do zero. Suas palavras nos renovam a cada instante. Que Deus continue te iluminando. abraços, Carla.
  • 22/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Oi Carla, eu é quem agradeço toda amizade! Obrigado pelo comentário. Nesta semana teremos surpresa...rs...abs!
  • 16/12/2015 - Marcella
    Só vc mesmo com ICE ICE BABY... morri de rir
  • 16/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Fala sério? É muito maneiro...hehehe
  • 14/12/2015 - Adriano Vidal
    Mestre Igor, lendo o artigo me lembrei de um grande amigo e padre que me falou assim: "meu filho a vida é simples, nós quem complicamos". A pura verdade, mas até cairmos na realidade que o simples é o que funciona leva tempo... Obrigado pelas palavras e por ser este "estranho" que se propôs a me ajudar nessa jornada. Hoje sou grato e sei que fiz a escolha certa.
  • 14/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Legal...rs...obrigado figura. Conte comigo sempre!
  • 14/12/2015 - LOPES
    Gostei da parte que você fala: "modo tela cheia", sempre usei esse modo para conseguir ler melhor os textos no computador. Um grande abraço professor!
  • 14/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Legal! rsrs...é por aí...abs!
  • 14/12/2015 - Phelippe
    Excelente mestre! Esse modo tela cheia é interessante; vou analisar algumas coisas aqui e simplificar. Já fiz isso bastante e está funcionando. Muito obrigado Igor. Um dia vou te mandar um e-mail, agradecendo, escutando ICE ICE BABY e tomando Iogurte Grego. Abração.
  • 14/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    hehe...e vc esqueceu: comendo queijo bola! Conte sempre comigo! Abs!
  • 14/12/2015 - Jaciele
    Oi Igor, tudo bem?? Não sou sua aluna, não por não querer, mas por não poder financeiramente. Conheci seus artigos há pouquíssimo tempo, mas saiba que já li quase todos, na verdade, os devorei rs..
    Tenho 34 anos, sou formada em Letras e em Direito, estou trabalhando em um escritório de advocacia, sou casada, tenho uma filha de dois anos e minha vida é uma loucura. Detalhe, sou mega sedentária!!!
    Quero lhe agradecer por cada palavra, por cada artigo, pois com eles minha alto estima está a mil e entro de férias semana que vem, vou colocar minha vida em ordem para que meu 2016 comece a pleno vapor rumo a minha preparação para ser uma analista de algum TRT, o qual não importa, pois Jesus escolherá o melhor para mim, pois trabalhando em meu favor Ele está, pois colocou você no meu caminho.
    Muito obrigada por me fazer acreditar em mim mesma, pois eu já havia desistido de lutar pelo meu sonho.
    Com certeza você é um ser escolhido por Deus para, literalmente, mudar a vida das pessoas.
  • 14/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Oi Jaciele, como vai? Obrigado pelas palavras e por ler meus artigos. Fico muito contente por ter estar ajudando vc. Como sempre digo: se vc está aqui então é minha aluna, né? rsrs...muita força! Grande abraço! Igor.
  • 14/12/2015 - Andre Luiz
    Os artigos feitos como parábolas ficaram muito bons mesmo!
  • 14/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Que bom que gostou meu amigo! Adsumus!
  • 14/12/2015 - Antonio Jose
    Mestre, simplesmente genial essa sequência dos artigos sobre eficiência. Show de bola ;) Muito obrigado. Grande abraço e fica na paz ;)
  • 15/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Valeu Antônio! Disponha sempre! Abs!
  • 13/12/2015 - David
    É impressionante, professor Igor, como não simplificamos o que pode ser simplificado. Acho que o ser humano tem essa capacidade de ficar se torturando por causa de pequenos problemas que podem ser resolvidos de uma forma fácil, mas complicamos. Penso que isso deve ter alguma a ver com a ansiedade, ficamos imaginando o que pode acontecer e não focamos no agora, no presente. Valeu, mestre, por nos mostrar que podemos organizar as nossas tarefas e o nosso dia. Continue nos presenteando com esses excelentes textos que revigoram a autoestima. Abraço!
  • 13/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Eu é quem agradeço o comentário David! Obrigado pela participação. É meio complicado de entender, né? rs...mas não fique tentando entender não...rs...faça como Richard! Pegue e faça! Abração!
  • 13/12/2015 - Rosangela
    Olá Igor, olha eu de novo por aqui. Hehe. Excelente o encontro desses dois. Quanta dica bacana. Gostei demais. Obrigada e abraços, Rosângela.
  • 13/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Disponha sempre Rosângela! rs...abração!
  • 13/12/2015 - Carlos Eduardo
    Grande Mestre Igor! Sempre com lições sábias :) Após algum tempo de congelamento para readaptação à nova rotina, resolvi reaquecer e voltar à guerra. Nada melhor que recomeçar com tais palavras! Grande abraço e muito obrigado! ADSUMUS!
  • 13/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Fala meu camarada! Bom saber notícias suas! Vc tem muito talento! Nunca se esqueça disso! Abração! Adsumus!
  • 13/12/2015 - Aline
    Caro mestre,

    Fostes o estranho que me tirou da lama! Sinto gratidão imensa por tudo o que proporcionastes em minha vida a partir desse ano. A luz para eliminar o supérfluo e identificar o essencial. Fostes o despertar da minha consciência do tipo "acorda tu que dormes."O essencial, o óbvio...não é fácil, mas somos capazes quando acreditamos e pagamos o preço.
    Gratidão. ADSUMUS.
  • 13/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Que isso Aline. Vc já é ótima por natureza. Não precisa agradecer. Eu é quem agradeço! Grande abraço! Conte comigo sempre!
  • 12/12/2015 - Deborah
    Sem palavras Igor! É assim que estou ao ler este maravilhoso artigo.
    Muito obrigada por nos ajudar tanto! É hora de agir. Já perdi muito tempo da minha vida pensando nos meus problemas e dificuldades. Vou simplificá-la ao máximo. O meu rendimento este ano foi zero. Quero recuperar todo tempo perdido, pois não há mais tempo a perder. Muito obrigada grande amigo!É assim que o considero, pois você me ajuda tanto através destes textos abençoados! Um grade abraço!!!
  • 12/12/2015 - Prof Igor Oliveira
    Que bom que gostou Deborah. Fico muito feliz em saber que o artigo te ajudou. Espero que 2016 seja um ano muito "Richard" pra vc...rs...abs!
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: