Prof. Vanilda Fonseca

21/07/2015 | 22:16
Compartilhar

As Bases Psicológicas da Educação

Olá concurseiros do MP!

Falamos muito acerca das bases psicológicas que permeiam o processo educativo. Para isso, estudamos teóricos como Pavlov, Piaget, Ausubel, dentre outros. Importante salientar que cada um trouxe sua contribuição para a educação, de modo que suas concepções são difundidas até hoje através das propostas pedagógicas das instituições de ensino.


A psicologia vem se preocupar não só com o desenvolvimento do ser humano, mas também se interessa em saber como esse sujeito aprende e quais os fatores interferem emsua aprendizagem. Daí ressalta-se a sua relevância uma vez que o sujeito está em constante mudança e o meio que o cerca também.

Nesse sentido,estudos crescem no intuito de aprofundar conhecimentos sobre o desenvolvimento do ser humano ao longo da sua vida, principalmente no que refere ao período da infância e da adolescência.


É possível compreender que a escola, diante desse sujeito em constante mudança,foi levada a rever a sua postura aberta apenas a uma pedagogia tradicional, que via o aluno como uma “tabula rasa” e o professor como detentor do conhecimento. Para isso, a escola incorporou em suas práticas concepções que, de alguma maneira, vêm tentando atender às demandas de educandos cada vez mais críticos ao processo de aprendizagem e cada vez mais participativos. Essa nova postura aproxima a escola de uma visão construtivista.


No entanto, não se pode assegurar que o construtivismo tenha prevalecido em todas as propostas pedagógicas brasileiras, pois em muitas escolas ainda prevalece uma prática que limita e faz do aluno um mero reprodutor de conteúdos. A formação do professor também interfere na maneira como o processo de ensino-aprendizagem irá acontecer.

A partir dessas discussões, vamos analisar a questão abaixo? Trata-se de uma abordagem interessante. Vale a pena conferir! Vamos lá?

Questão 46 (UNIVASF – Técnico Administrativo em Educação/2014)

Na sala de professores, cinco profissionais travavam um debate entre si. A partir das suas exposições, identifique quais teóricos estão relacionados à linha de trabalho de cada debatedor.

    1. Profª Lucia: “Para planejar meus trabalhos, me utilizo de uma visão da psicologia, sociologia, biologia e saúde para estabelecer uma ponte para aquilo que vou explicar. Acredito que osconhecimentos prévios de cada aluno são a base”.

 

II. Profª Carlos: “Trabalho com meus alunos com reforços positivos e negativos (intrínsecos e extrínsecos) e faço um estudo do comportamento, pois acredito que só através do condicionamento vai mudar o comportamento Estrutural deles”.

III. Profª Luiza: “Bem, eu entendo que o desenvolvimento e a aprendizagem só ocorrem através da interação social, e me percebo como intermediário desta relação”.

IV. ProfAndersen:“Pessoal, eu acredito que as estruturas cognitivistas mudam através dos processos de adaptação: assimilação e acomodação, níveis diferentes de desenvolvimento cognitivo,desenvolvimento e etapas da inteligência”.



 a) Lucia – Skinner; Carlos - Ausubel; Luiza – Piaget; Andersen – Vygotsky.

b) Lucia – Vygotsky; Carlos - Ausubel; Luiza – Skinner; Andersen – Piaget.

c) Lucia – Piaget; Carlos - Vygotsky; Luiza – Skinner; Andersen – Ausubel.

d) Lucia – Vygotsky; Carlos - Piaget; Luiza – Skinner; Andersen – Ausubel.

e) Lucia – Ausubel; Carlos - Skinner; Luiza – Vygotsky; Andersen – Piaget.

 

COMENTÁRIOS


Analisemos cada um dos comentários:


A professora Lúcia ao dar um destaque aos conhecimentos como a base do processo de ensino-aprendizagem, vem corroborar com a teoria da aprendizagem significativa difundida por David Ausubel, na qual ele ressalta que a nova informação é atrelada a aspectos relevantes preexistentes da estrutura cognitiva (aquilo que o educando já sabe), e tanto  a nova informação como esses aspectos são modificados no processo.

Já o professor Carlos demonstra que sua prática segue as concepções do behaviorismo, uma corrente psicológica ou comportamentalista que se inspirou nas experiências do russo Pavlov, trazendo o conceito dereflexo condicionado. Essa corrente teve seus estudos ampliados através da contribuição de Skinner. Segundo o Behaviorismo, é possível aumentar a frequência de um comportamento desejado fazendo uso de reforço positivo.

Ao trazer o conceito de interação social, a professora Luzia reproduz as concepções de Vygotsky,queapresenta uma visão sociointeracionistado desenvolvimento enfatizando o papel do ambiente social sobre o desenvolvimento e a aprendizagem. A aprendizagem ocorre com a colaboração entre crianças e entre elas e os adultos.

O professor Andersen traz Piaget e sua concepção construtivista, na qual aborda conceitos como adaptação, assimilação e acomodação, níveis diferentes de desenvolvimento cognitivo,desenvolvimento e etapas da inteligência. Conforme frisado em nossa aula para Piaget, a aprendizagem está associada ao nível de desenvolvimento já alcançado pela criança. Ele afirma que o desenvolvimento cria as condições para a aprendizagem, ou seja, antecede a aprendizagem. O ensino deve seguir o desenvolvimento, pois só é possível aprender quando há um amadurecimento das funções cognitivas compatível com o nível de aprendizagem.

 

RESPOSTA CERTA: E



 



Continuemos rumo à aprovação!



 



Grande abraço,



 


Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: