Prof. Bruno Fracalossi

17/08/2014 | 15:06
Compartilhar

A importância dos momentos de lazer e do controle das expectativas!

Olá pessoas queridas, como vão vocês?

Depois de uma pequena, mas merecida férias, rsss, estou de volta para tentar lhes passar algumas palavras de incentivo e de ajuda nesta árdua batalha de estudos.

Eu sempre considerei muito importantes frases e textos motivacionais. Elas sempre me dão ânimo e me fazem ver como as pessoas costumam passar por situações muito semelhantes, e a experiência delas sempre me ajudaram demais a achar os meus caminhos com menos estresse.

No fundo, estudar para concursos não é tão difícil. O que é realmente difícil é conseguir suportar o estresse e ser resiliente às situações problemáticas que a vida lhe impuser.

Hoje eu vou falar sobre dois pontos:

1 - a necessidade de pausas nos estudos para revigorar a mente e;

2 - a administração de suas expectativas para diminuir o estresse.



Começando pelo 1...

O lazer é muito importante na vida das pessoas. Sem lazer, a rotina torna-se insuportável, a vida fica monótona, tediosa e tensa. Necessitamos aliviar as tensões por meio de atividades descontraídas e fora do quotidiano. Nem sempre, porém, o lazer é concebido e assimilado como algo desejável e necessário à boa saúde.

A experiência do lazer é aprendida e deve ser cultivada de forma natural na vida da criança e do adulto. A criança educada em ambiente que valoriza a brincadeira e a interação social poderá desenvolver hábitos e atitudes saudáveis , exercitando sua criatividade e imaginação. A escola e a família influenciam consideravelmente o despertar de interesses e a dinâmica do lazer.

Algumas pessoas sentem culpa, quando se vêm atraídas pelo lúdico porque aprenderam a incorporar o lazer como preguiça, perda de tempo e irresponsabilidade. A recusa de lazer e a obsessão pelo trabalho ou estudo são mecanismos neuróticos que atrapalham a formação da personalidade e encobrem conflitos. O apego excessivo ao lazer como fuga da realidade é também mecanismo de defesa e não busca de prazer.

A limitação sensorial pode ter como consequência o isolamento, uma vez que o mundo está organizado em função das pessoas que enxergam. Formas passivas de lazer costumam ser preferidas por indivíduos que não conseguem superar as dificuldades da integração. Em muitos casos, o lazer solitário é um refúgio, uma proteção.

Sempre aconselho aos meus alunos do Coaching que tirem um ou dois dias de folga total dos estudos quando sinto que eles estão muito estressados. E isso além de pelo um dia da semana totalmente livre dos estudos. No fundo, estudar 12 horas ao dia, pelo menos para mim, não funciona. Eu sempre fui aprovado estudando de 3 a 4 horas por dia em média na semana. O que importa mesmo é você ser regular, estudando com atenção, com disciplina e com regularidade.

E sempre tentei incluir semanas de “saco cheio” (iguais às de faculdade) nas quais eu fugia totalmente dos livros! Sempre funcionou muito bem comigo.

O que eu quero lhe dizer é: dê momentos de lazer a si mesmo, e sem culpa. Nos momentos de estudo, dê totalmente atenção aos livros, mas nos momentos de lazer, não se culpe e esqueça totalmente da sua rotina. 

Faça o teste e veja como a qualidade dos seus estudos aumentará.

 

Agora vamos para o 2...

A vida não é feita de expectativas, é feita de escolhas!

Expectativas são esperas ansiosas e produzem um efeito danoso em nossas vidas quando excedem os padrões da realidade.

É da natureza humana gerar expectativas com relação às coisas, o problema é que nossa imaginação é muito fértil e nossos desejos excedem nossa compreensão da realidade. Nestas condições criamos expectativas com pouca ou nenhuma chance de acontecerem e caminhamos rumo à decepção e a frustração.

Achamos que os outros nos decepcionam quando, na verdade, na maioria das vezes fomos nós quem criamos expectativas irreais sobre eles e suas atitudes.

A solução para essas questões que sempre causam sofrimento e desilusões passa pelas seguintes reflexões:

1ª) Precisamos compreender que nossas expectativas são formadas a partir de nossos desejos e fantasias e, não possuem, muitas vezes, nenhuma relação com a realidade.

2ª) Nossas expectativas estão ligadas à nossa imaginação e por isso podem assumir proporções muito difíceis de serem atendidas.

3ª) As expectativas são nossas, mas podem depender de ação de outras pessoas e acontecimentos para se concretizarem, portanto estamos esperando por algo sobre o qual não temos controle efetivo.

4ª) Expectativas estão associadas à imaginação, sentimentos, emoções e experiências anteriores.

5ª) Expectativas sofrem a ação da nossa ansiedade e dos outros aspectos psicológicos que compõe a nossa personalidade.

Assim, como em tudo na vida, também precisamos aprender a lidar com nossas expectativas e introduzir a razão como mediadora entre elas e a realidade.

Às vezes, você espera que alguém ligue para você e a pessoa não liga... Quanto maiores forem as expectativas de receber a ligação, maior será o sofrimento e a decepção de não a ter recebido. Não percebemos nitidamente, mas nos sentimos feridos, afinal a pessoa “devia” ter ligado e não ligou. Pronto. Esse “ferimento emocional”, que se originou em função de nossas expectativas não atendidas, será suficiente para que nossa imaginação agigante as consequências ao criar as “razões“ pelas quais a pessoa não ligou, tais como: ela não me dá a atenção que eu mereço; ela só me procura quando convém; ela deve estar se divertindo com outras pessoas; ela está me enganando; ela não tem por mim a mesma consideração e sentimento que eu tenho por ela, etc.

Ora, todas estas “razões” são meras suposições da nossa imaginação ampliadas pela ansiedade e por frustrações e comparações com situações anteriores.

A pessoa pode não ter ligado por razões concretas e justificáveis as quais poderíamos facilmente compreender em uma conversa franca com ela. Julgamos baseados em suposições, e suposições são apenas probabilidades manipuladas pela nossa imaginação.

Quanto maiores forem as suas expectativas diante de qualquer situação na vida, maiores serão suas chances de se decepcionar. Quando não estamos esperando nada, achamos tudo o que acontece maravilhoso. Quando esperamos pouco, o que acontece facilmente atende ou supera as nossas expectativas, mas quando esperamos muito...

Esperar muito é depositar nas mãos de outras pessoas e acontecimentos a responsabilidade de fazer seus desejos acontecerem. É uma perigosa ilusão.

Procure dividir os aspectos de sua vida em dois grandes grupos: as coisas que você espera que aconteçam e depende determinantemente de você e as coisas que você espera que aconteça, mas dependem muito mais de outras pessoas e acontecimentos que da sua ação.

Observe que você só pode agir sobre as coisas que dependem determinantemente de você. Somente sobre elas você possui controle. As coisas que dependem de outras pessoas e acontecimentos estão fora do seu controle, você pode até influenciá-las de alguma maneira, mas não pode controlá-las.

Utilize a sabedoria para não gerar expectativas muito elevadas para as coisas que não dependem diretamente de você e de suas atitudes. Elas dependem de outras pessoas que não pensam como você pensa, não agirão como você agiria e não sentem as coisas exatamente como você sente.

Concentre-se em alterar as coisas que você pode e em buscar compreender as que estão nas mãos dos outros.

Deixar a vida ser dirigida por nossas expectativas é como dirigir em alta velocidade de olhos vendados. Abra os olhos da razão, use o coração para amar a vida e as pessoas e a razão para conhecê-las, compreendê-las e aceitá-las.

E isso pode ser aplicado aos concursos públicos.

Muitos alunos querem só aquele cargo X, e se fecham nisso de uma forma perigosa, sem perceber que forçar demais a barra nesse sonho pode não dar resultados, enquanto outras oportunidades até melhores estão passando pelas suas vidas!

Tente ser resiliente às novas oportunidades e tire lições dos seus fracassos. Não crie expecativas demais em algo que você não conhece de verdade e que só ouve falar.

Acredite: os cargos públicos são muito parecidos, e não há lufgar perfeito para se trabalhar. Todos terão defeitos e benefícios. É só um emprego. Não é a sua vida.  A sua vida é muito mais do que um cargo!!!

Uma vida baseada em expectativas é irreal e muito perigosa. Faça as pazes com a realidade e aprenda a ajustar suas expectativas dentro de um padrão lúcido e flexível.

Nem a vida nem as pessoas são como nós gostaríamos que fossem, são como são. Nem mesmo nós somos como gostaríamos de ser...

Um alerta importante: Antes de tentar se tornar quem você gostaria de ser, observe se suas expectativas com relação a si mesmo não estão equivocadas, talvez você esteja melhor assim...

A vida é feita de escolhas, mas é impactada por nossas expectativas.

Cito o exemplo do meu aluno mais antigo do Coaching: Tércio Rabelo. Ele está comigo há quase um ano e acabou de ser aprovado em um excelente concurso na semana passada, e está destruindo as provas de vários outros, com médias acima de 80%. Acredito que ele será aprovado em outros vários cargos. O cara está voando!

Vocês saberão mais sobre a vida dele em uma entrevista aqui no Ponto, na qual ele contará toda a sua trajetória. O cara é um exemplo de superação, mas tive que trabalhar muito a questão das expectativas com ele. E de um suposto cargo dos sonhos, o leque foi aberto para inúmeros outros tão bons quanto, e que agora ele poderá escolher com tranquilidade.

Pense nisso então, ok?

 

 

Se você estiver precisando de uma ajudinha extra, lhe ofereço a minha 17ª turma do Coaching para Concursos, além das demais que eu ministro, todas com vagas limitadas. Essas técnicas e outras são trabalhadas por mim na tentativa de te fazer chegar aos seus objetivos de vida!

 

Eu costumo trabalhar com no máximo 25 alunos ao mesmo tempo, considerando todas as turmas, para não perder a pessoalidade do trabalho.

 

Tive a felicidade de ajudar vários alunos, e os meus últimos resultados foram a aprovação de Coachees no concurso de Consultor da Câmara dos Deputados, no Auditor e Analista do TCDF, e TRT-MA conforme depoimentos nas minhas aulas demonstrativas abaixo:

Coaching para Concursos - 17ª turma (resta 1 vaga)

Coaching para ATRFB

Coaching AFC-CGU

Coaching APO-MPOG

Coaching para ACE-MDIC

 

Um abraço.

Prof. Bruno Fracalossi

Coordenador do Coaching do Ponto

   Logo do Ponto

brunofracalossi@pontodosconcursos.com.br

www.facebook.com/bruno.fracalossipaes

 

 

 

 

 

 

 


Comentários

  • 19/08/2014 - Paulo Cesar Junqueir
    Boa tarde Bruno, me fala uma coisa (se souber), vira e mexe anda pesquisando em fóruns e com alguns professores de sites sobre o concurso da SEFAZ DF e GO, será que ainda vão ocorrer esse ano? Muitos dizem que ou não vão ocorrer... que coisa!!!! E como voce sempre tem umas previsões CERTEIRAS mesmo, queria saber sua opinião sobre isso? Pode ser, por favor?
  • 19/08/2014 - Prof Bruno Fracalossi
    Fala Paulo, tudo bem? O da Sefaz-DF sai esse ano sim, e o de Goiás sai no ano que vem! Um abraço.
  • 18/08/2014 - Marina
    Verdadeira lição de vida... Excelente artigo professor.
  • 18/08/2014 - Prof Bruno Fracalossi
    Um grande abraço, Marina!
  • 18/08/2014 - Kleber
    Caro Bruno, parabéns pelo excelente artigo. Aproveito para perguntar se há alguma notícia sobre o concurso de APO/MPOG? Abc...
  • 19/08/2014 - Prof Bruno Fracalossi
    Olá Kleber, acho que APO deva sair no início de 2015. O órgão perdeu muitos servidores ultimamente e precisa de novos servidores de forma urgente! Acredito em quase 200 vagas. Um abraço.
  • 17/08/2014 - Juliana Oliveira
    Prof. Bruno, sou sua fã! Obrigada pelo texto.
  • 17/08/2014 - Prof Bruno Fracalossi
    Oi minha amiga Juliana, tudo bem? Fico muito feliz! Um abraço.
  • 16/08/2014 - Leonardo Barcelos
    Bruno,venho fazendo concursos de Procuradorias,algumas das mais pesadas do país,estilo a PGE-DF e batendo na trave.Aconteceu o mesmo no concurso do TJ-DF.Sei q estou em um bom nível,mas sei que posso melhorar,ou seja,colocar a cereja no bolo.Rs

    O seu programa é indicado para quem faz concursos da área jurídica ou seu foco é mais ciclo fiscal,gestão e controle?

    Abçs!!!
  • 16/08/2014 - Prof Bruno Fracalossi
    Fala meu amigo, tudo bem? Tenho vários alunos focados na área jurídica, inclusive com bons resultados já. Mande-me um e-mail. Um abraço.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: