Prof. Victor Mendes

18/06/2014 | 10:51
Compartilhar

Estudos fiscais - diminuir riscos

Olá, Pessoal!

Em postagem anterior, escrevi sobre o porquê de se estudar para "Carreiras fiscais" como um todo, estratégia essa que segui, me fez passar rapidamente e acredito e recomendo!

 

Pense comigo:

1) Boa parte das matérias são bastante semelhantes nos editais para carreiras fiscais;

2) Carreira fiscal é uma das mais bem pagas do poder executivo, quando não é a melhor; e

3) Tem muito concurso fiscal.

 

Dessa forma, iniciando e mantendo os estudos nas disciplinas que caem com maior peso e frequência nesses concursos, você sente não estar perdendo tempo (por que não está) e fica mais fácil se sentir motivado. Com essa rotina de estudo estável, quando tiver um edital "na praça", você terá mais oportunidades de fazer uma boa pontuação. Quanto mais perto de cada prova, mais se deve dar maior parcela de tempo para as matérias específicas do concurso da vez, mas sem perder o foco naquelas que você sempre poderá usar o conhecimento em provas.

 

Bom, é isso que tinha para dizer hoje. No que for preciso, estou à disposição pelo e-mail e pelo "Coaching para Concursos Fiscais", aqui no ponto!

UM GRANDE ABRAÇO! O IMPORTANTE É NÃO DESISTIR DA LUTA!

Victor Mendes


Comentários

  • 30/06/2014 - antonio carlos
    ola professor!
    é possivel conciliar os estudos da carreira fiscal, por exemplo, ATRFB, com o CGU?

    abraços
  • 17/07/2014 - Prof Victor Mendes
    Perfeitamente, Antônio! Claro, quando estiver perto de uma prova, aí a estratégia deve ser o foco intensivo em UM edital, sobretudo nas matérias de maior peso.
  • 30/06/2014 - Huelisson Amancio
    Muito boas as suas dicas, professor ! Parabéns ! Quais seriam as matérias básicas para as carreiras fiscais ! Obrigado e abraço.
  • 17/07/2014 - Prof Victor Mendes
    Olá, postei agora um artigo que explica com mais calma :)
  • 20/06/2014 - Juliane soares
    Obrigada pela dica professor. Quais seriam as matérias básicas para carreiras fiscais?
    Obrigada.
  • 23/06/2014 - Prof Victor Mendes
    Olá, Juliane! Respondi por e-mail, ficou um pouco grande.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: