Prof. Claudia Kozlowski

29/04/2014 | 01:30
Compartilhar

ATA-MF 2014 - RECURSO

Oi, gente!!!

Venho aqui hoje apresentar uma possibilidade de recurso à prova de Assistente Técnico-Administrativo, do Ministério da Fazenda (ATA-MF 2014).

Vamos ao texto e à questão (Prova Tipo 1 - G1).

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

As questões 12 e 13 tomam por base o seguinte texto.

1. Para muitos, a vida pulsa no compasso das notificações

que o smartphone recebe. Enquanto a tela pisca e

mais um símbolo de aplicativo se enfileira no display,

o usuário desempenha as suas atividades diárias.

5. Com um olho no aparelho e outro no trabalho ou no

estudo, ele trava uma luta para manter a produtividade

e não se render às tentações dos compartilhamentos

ou do grupo de bate-papo instantâneo. Há quem

participe dessa disputa até enquanto dirige. A conexão

10. permanente – facilitada pelos celulares com acesso à

rede – já altera hábitos e modifica as relações sociais.

Tanto que o termo vício tornou-se comum para definir

as repetitivas conferências de postagem. Para alguns,

pode se tratar, de fato, de uma patologia. Aos casos

15. comuns, bastam algumas mudanças de hábito para

evitar que o tempo, literalmente, escorra pelas mãos.

Uma das etapas desta tomada de consciência é voltar

à proposta inicial da tecnologia – a de agilizar tarefas

para que se tenha mais tempo para se dedicar ao que

20. realmente importa.

(Adaptado de Correio Braziliense, Sempre conectados, 4 de fevereiro de 2014)

 

13- Assinale a opção que não justifica corretamente o uso da flexão verbal.

a) Em “render” (l. 7) para concordar com “ele” (l. 6).

b) Em “dirige” (l. 9) para concordar com “quem” (l. 8).

c) Em “tratar” (l.14), para concordar com “patologia” (l.14).

d) Em “bastam” (l.15), para concordar com “algumas mudanças” (l. 15).

e) Em “voltar” (l.17), para concordar com “Uma das etapas” (l. 17).

 

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A banca indicou como resposta a opção C, e realmente nela foi apresentado um verbo em construção de sujeito indeterminado: "Para alguns, pode se tratar, de fato, de uma patologia". O termo "patologia" atua como objeto indireto, portanto não pode interferir na flexão do verbo, que, por estar em construção de sujeito indeterminado com o pronome "se", deve permanecer na 3ª pessoa do singular.

Acontece que há outra opção igualmente válida, o que torna a questão nula.

Na opção E, o verbo "VOLTAR" está na forma de INFINITIVO IMPESSOAL. Sendo assim, não se pode atribuir ao sintagma "uma das etapas" (que participa do sujeito do verbo SER) o papel de influenciar a flexão daquela forma nominal, uma vez que esse verbo VOLTAR não possui sujeito.

Para confirmarmos tal fato, basta que troquemos a palavra "Uma" por "Algumas", incluindo outro predicativo do sujeito na construção e flexionando o verbo SER:

"Algumas das etapas desta tomada de consciência são voltar à proposta inicial da tecnologia e dedicar mais tempo à família e amigos."

Note que não se atribui a nenhum ser tais ações verbais (voltar / dedicar); essas são apresentadas de forma vaga, genérica, o que confirma estar o verbo VOLTAR na forma IMPESSOAL.

De modo semelhante a esse entendimento, Evanildo Bechara, em sua Moderna Gramática Portuguesa, apresenta um caso em que o infinitivo é usado sem referência a nenhum sujeito, denotando uma ação de modo vago, à maneira de um substantivo: "Recordar é viver".

Considerando que o termo indicado na opção E, tal qual o da opção C, não justifica a flexão do verbo, há duas respostas válidas, devendo a questão ser anulada.

Quem se prepara para o concurso de AFRFB deve baixar essa prova o quanto antes e resolvê-la. Havendo alguma dúvida, basta escrever: claudiadoponto@gmail.com

Abraço.



 


Comentários

Ainda não há comentários

Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: