Prof. Fernando Mesquita

16/09/2013 | 16:33
Compartilhar

Mas... e se estivesse começando? A saga do início

Oi. Tudo bem?

 

Algum tempo atrás, perguntei a você "há quanto tempo você estuda para concursos?". Das respostas recebidas, 29% estudam há menos de um ano. Isso é um percentual grande e que nos confirma que há pessoas experientes procurando suas futuras aprovações mas também tem gente que começou há pouco.

 

(Isso aqui, inclusive, é parte do compromisso que estabeleci com você de recuperar e aproveitar as mensagens e participações recebidas nas enquetes durante a série O Sucesso de A a Z. Obrigado por participar)

 

Então, resolvi escrever um artigo com o básico do básico (ou nem tão básico assim). Vou escrever um (ou mais) textos que falem sobre a essência dos estudos. Tópicos como: O que é um concurso, quais as leis principais que regem os concursos, por que fazer, por que as pessoas querem ser servidoras, por onde começar, quais materiais procurar. Isso aqui são linhas gerais.

 

Quero começar bem do início para ajudar aquelas pessoas que estão começando mesmo a estudar.

 

Não sei se você se lembra do seu primeiro dia de estudos, mas eu me lembro. Tinha R$ 200,00 para comprar livros. Nunca tinha lido a Constituição e, a bem da verdade, não sabia nem onde encontrar leis. Sei que é fácil esquecer disso quando vamos acumulando recursos e estratégias, mas igualmente importante é conseguir ajudar quem está dando os primeiros passos.

 

Então, preciso de sua ajuda: escreva um comentário dizendo:

 

    • -> O que você acha que é importante para quem está começando (se você já tem alguma experiência);
    • -> O que você gostaria de ter sabido quando começou;
    • -> O que você gostaria de saber agora que está começando (se está no início do processo).

 

Não precisa ser só coisas práticas, como saber a diferença entre provas de C/E e de múltipla escolha, mas também compreender o tamanho do desafio, preparar-se para a gigante tarefa que há pela frente. Vamos, deixe a timidez de lado e deixe um comentário. Vamos fazer um artigo (ou uma série de artigos) que vai servir para ajudar os futuros colegas e até fazer uma reciclagem no que sabemos. Que tal? Vamos?

 

Conto com você. Deixe um comentário e dê sua sugestão!

 

Abraço e bons estudos,

 

Fernando Mesquita

fernando.mesquita@pontodosconcursos.com.br


Comentários

  • 16/09/2013 - Viviane
    Bom dia Fernando!

    O que você acha que é importante para quem está começando (se você já tem alguma experiência);

    Não tenho "aquela" experiência, mas a primeira coisa que devemos fazer é nos situarmos. Quando se fala em "concurso público", fala-se em um universo de possibilidades e há muitas informações a serem buscadas antes mesmo de começar a estudar (por exemplo: anotar endereços na internet para atualizar-se todos os dias, adquirir livros que ensinem como se faz e fazer amizades, buscar grupos que vivam nesse mundo dos concursos etc)
    -> O que você gostaria de ter sabido quando começou;
    Que eu não precisaria gastar fortunas com livros "tijolos", que ficam ultrapassados em um ano e que bons cursos online, em pdf e videoaulas, já seriam suficientes.

    abs
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Viviane, é verdade. As informações iniciais são muito importantes. Senti uma imensa falta disso quando comecei - materiais, informações gerais, uma espécie de estrutura. Obrigado pelo comentário. Sucesso,
  • 16/09/2013 - Ronaldo
    Professor, muito legal. Parabéns pelo seu belo trabalho. Aqui é Ronaldo, o rapaz que falou com você por e-mail.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Ronaldo, obrigado pelo comentário. Acompanhe que ainda há muita coisa boa para acontecer.
  • 16/09/2013 - LILIAN TAVARES DE BR
    Bom Dia!!Fernando, tem exatamente três meses, que comecei a estudar para concursos, aprendi muito com os seus artigos, estava perdida. No momento, já decidi o meu objetivo e estou tentando estudar 8 horas por dia pq estava desempregada e vi o lado bom, comecei a estudar. Agora, vou começar a trabalhar; mas não vai ser obstáculo para desistir. Adoro estudar, ler, acredito na minha aprovação. Sei que não vai ser do dia para noite, não vou sair da fila até passar. Seria legal, você fazer alguns artigos, sobre como escolher o concurso que vai prestar? Obrigada pelos textos. Até a próxima.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Lilian, seja bem-vinda a esse imenso mundo. Espero que a jornada seja interessante. Que bom que os artigos puderam ser úteis. Fico realmente feliz. Como escolher o concurso é uma ideia interessante. Já escrevi algo sobre isso, mas ainda não coloquei. Vou postar aqui em breve. Abraço e sucesso. Obrigado por comentar.
  • 16/09/2013 - Dayse
    Bom dia, professor! Primeiramente parabenizo-o pela iniciativa. Bom há dez anos atrás fui aprovada no único concurso que tinha tentado até então. Há um ano atrás voltei a estudar, então estou entre aqueles que ainda estão meio perdidos com tanta novidade. Apesar de ter bons materiais e colegas deste mundo dos concursos, o que mais sinto dificuldade é em como começar a estudar com tanta antecedência sem correr o risco de desfocar e de esquecer tudo aquilo que já se estudou. A minha maior dificuldade é essa: em que momento começar a estudar para aquele concurso que tanto quero, sem me desmotivar pelo tempo e pelo risco de esquecimento. Obrigada!
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Dayse, muito obrigado pelo comentário. Dayse, uma estratégia boa pode ser aumentar seu tempo de revisão. De repente te ajuda. Como está o processo? Obrigado por comentar. Abraço e sucesso,
  • 16/09/2013 - Marilia
    Mais uma ótima iniciativa! Se eu estivesse iniciando hoje meus estudos, escolheria primeiro uma área específica, estudaria por cursos em pdf, faria muitas revisões exercícios, utilizaria quadro de horário, enfim tudo que faço hoje e que não fiz quando comecei por não saber que esse era o melhor caminho.Buscar informação sobre o mundo dos concursos é fundamental para não perder tempo com atitudes inúteis e ineficazes.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Marilia, muito obrigado! Interessante seu caminho, bem específico. Eu provavelmente faria muito parecido. Gostei da sua abordagem. =D Obrigado por comentar!
  • 16/09/2013 - Geise Liberato
    dicas de como estudar aproveitando os recursos da internet.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Geise, como assim "recursos da internet"? Pode ser uma boa, mas você pode dar alguns exemplos?
  • 16/09/2013 - MARCELA
    Eu acredito que o principal nos estudos para concurso é CONHECER A BANCA EXAMINADORA e fazer MUITAS E MUITAS provas anteriores. Saber o raciocínio que a banca usa é para mim o principal nos estudos. Depois de muito tentar e de muito pular entre uma aprovação e outra, hj trabalho no MPMG...#muitofeliz#
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Marcela, conhecer a banca examinadora realmente é uma boa. MEUS PARABÉNS por fazer parte desse nosso grande serviço público. Faça dele melhor a cada dia e volte aqui de tempos em tempos para nos ajudar com seu processo. Obrigado por comentar.
  • 16/09/2013 - Livia
    Comecei a estudar realmente há uns 4 meses e sempre fico na dúvida se devo focar em um concurso específico ou se estudo para todos, ou quais matérias estudar... Gostaria muito de focar para um cargo grande na área administrativa, mas não sei bem ainda a função de cada um. Acredito que isso deveria ser mais disseminado pois estudar pensando apenas na remuneração (para mim) não serve.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Livia, 4 meses é pouquinho tempo. A melhor ideia que temos discutido aqui é focar em uma área específica, não necessariamente em um cargo. Como você citou, as áreas administrativas têm o conteúdo parecido entre si, o que favorece o preparo. Conhecer as áreas é um desafio um pouco maior, realmente há pouca informação a respeito disso. Inclusive, isso é uma boa ideia a ser abordada. Obrigado por comentar. Abraço,
  • 16/09/2013 - Eduardo Lages
    Para quem está começando, além de já ter despertado a vontade de querer REALMENTE mudar de vida, é importante, dentre vários itens, ter contato - seja qual forma for (virtual, pessoal) - com pessoas que estão, SERIAMENTE, neste caminho ou que já tiveram sua história de sucesso nele. Com isso, não perde-se tempo com materiais e métodos ineficazes. E quanto ao que eu gostaria de ter sabido quando comecei é que não é aquele "bicho" todo como eu imaginava, que basta querer - mas tem que ter o brilho nos olhos - que a vitória vem certa!
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Fala, Eduardo. Isso é fato. Entender que não é tão complicado assim faz toda a diferença. Tem muita gente que acha que é imensamente mais difícil do que é, mas quase tudo é difícil no início. Quando insistimos, as respostas começam a aparecer. E querer realmente é parte fundamental nisso. Obrigado pelo comentário. Abraço,
  • 16/09/2013 - Sandra
    Planejamento - disciplina - treinamento - foco - material de excelente qualidade e direcionado - ENFIM, saber o que, como, quando e onde chegar. Também faz parte escolher o cargo com o qual se identifica, para não ser infeliz na escolha. Parabéns, prof., por mais uma iniciativa.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Tudo verdade. Obrigado, Sandra. Fique por aqui, ainda vou precisar da sua ajuda. Vamos aprofundar esses assuntos. Abraço,
  • 16/09/2013 - Nadia Oliveira
    Olá, boa noite!
    Estou na luta faz 3 meses e parece 3 anos, pq estudar não é uma tarefa fácil, estou ainda aprendendo a dividir meus horários, qual matéria estudar mais...mas a principal dificuldade ainda é fazer revisão, dividir os tempos para as matérias, de quanto em quanto tempo rever a matéria, etc. Principalmente qdo estamos estudando para um concurso já com edital! Se puder dar uma luz rsr.
    Abraço!
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Nádia, tudo bem? O tempo de estudos parece intenso, mesmo. Mas é tudo novo e tudo que é novo nos causa um certo estranhamento. Vamos falar disso tudo, sim. Obrigado por ter vindo aqui compartilhar suas dificuldades. Já estou criando uma estrutura passando por isso que você falou. Obrigado por comentar. Abraço,
  • 16/09/2013 - ROSE gomes
    Professor, acho que para quem entra no mundo dos concursos precisa ter um foco, uma área (jurídica, fiscal, etc.) escolhida de acordo com o concurso almejado. Ter muita disciplina, garra e coragem para realizar esta caminhada. Tem sites direcionados, cursos on line e em PDF, o mais importante é ter um curso que te dê um norte! estudar as provas anteriores, ver qual a banca que irá realizar o concurso...faça mapas mentais, faça resumos, faça um cronograma com dias, matérias, metas e tempo de estudo...faça alguma atividade física!...e Fé em Deus que a fila anda...o importante é não sair dela!!! Abraço forte Professor!!
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Rose, tudo verdade. Só discordo da história da fila. No meu livro vai ter uma metáfora que acho que está melhor para a situação de hoje. Depois falo mais sobre isso. Obrigado por comentar. Abraço e sucesso,
  • 16/09/2013 - Antonio
    O que eu faria se estivesse começando? Antes de qq coisa, uma reflexão sincera pra saber exatamente o q eu quero da vida. Estabilidade e bom salário não garantem realização profissional de ninguém. Muita gente fica pelo caminho pq, na verdade, não sabe o que quer, daí ficam perseguindo objetivos que não ecoam no inconsciente, e isso quase sempre resulta em auto sabotagem.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Antônio, isso é verdade. Às vezes nos esquecemos que há algum tempo de serviço depois da aprovação. Seu comentário vai a um nível mais profundo da reflexão. Vamos falar mais sobre isso em breve. Obrigado por comentar. Abraço,
  • 15/09/2013 - netto
    Em atenção à sua solicitação, e muito agradecido por todos os seus artigos até aqui pois muitos deles são esclarecedores:
    Saber o que se quer, onde se quer chegar, para mim é fundamental;
    Que todo aprendizado acontece de forma gradativa, não adianta ansiedade, o tempo passa, por isso fundamental serenidade e foco;
    E que estudar exige também equilíbrio financeiro, sua família tanto pode ser sua aliada quanto pode ser seu adversário;
    E por último, devemos ter força e fé para persistir e resistir.


  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Netto, obrigado por comentar. Tudo isso que você falou é bem verdade. Vamos abordar isso na nova série. Abraço,
  • 15/09/2013 - Sergio duarte
    Meu primeiro concurso , estudei em cursinho muito específico , não precisei complementar em nada. O cursinho era muito bom, voltado só pra concursos militares, passei. Anos depois meu segundo concurso foi o vestibular, eu não tinha nem computador, tinha muitas dificuldades em encontrar o material, estudei com um quantidade absurda de livrosa , todos livros didáticos, nenhum específico para o concurso/vestibular, no primeiro fui reprovado, mais 12 meses de estudo e consegui a aprovação. Depois veiram outros concursos, mas o que considero importante pra quem esta começando é a escolha do material. Já fui aprovado em seis concursos e reprovado em mais def Quinze, abraços professor e continue escrevendo.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Que beleza, Sérgio. Aprovado logo no primeiro, hein? As aprovações, depois de um tempo, são aquilo que importam para a gente. Parabéns pelo seu histórico e obrigado por comentar. Abraço,
  • 15/09/2013 - Fabio
    Bom, o primeiro concurso que prestei foi para uma prefeitura de uma cidade do norte de minas, e diferentemente dos colegas abaixo, não sabia bem o que era esse negócio de concurso. Sabia que deveria estudar algumas matérias e ir fazer a prova, comprei junto com outros colegas uma dessas apostilas que são vendidas por ambulantes, que dizem que vão resolver seu futuro em 30 dias de estudo. O resultado não precisa nem escrever né - não saí nem na foto (como se diz no norte de minas). A partir daí, porém, comecei a inteirar-me mais pelo assunto e desde então tive poucas aprovações e muitas reprovações. Mas, em síntese, aprendi a escolher melhor os materiais e como dito pelo professor estou criando casca para a aprovação no concurso que desejo.
  • 19/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Fábio, hehehe, nem sempre começamos do melhor jeito. Acontece. As reprovações não importam - importa se você está sendo aprovado (apesar de que ser reprovado é ótimo para o aprendizado, se refletimos sobre isso). Você vai chegar lá. Fique firme. Obrigado pelo comentário e sucesso,
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: