Prof. Fernando Mesquita

18/08/2013 | 20:45
Compartilhar

O Sucesso de A a Z - [T] <b>T</b>écnicas de Estudos 1

Este provavelmente é o artigo mais... técnico que vamos tratar aqui ao longo de nossa série. Ele é realmente uma grande expectativa e uma grande dificuldade para a maioria dos candidatos.

Abordar tudo aqui seria inviável, porque a maioria das técnicas, embora simples, leva algum tempa para explicar, para colocar conceitos e para detalhar o suficiente para que sejam utilizadas.

 

Mas alguns dias atrás, perguntei a você quais eram as mais importantes - você deu notas a cada uma. Trataremos de alguns desses pontos a seguir.

 

Conceituação

 

Estabelecer o que é e o que não é uma técnica de estudos é importante para que possamos balizar nossa abordagem a partir de agora.

 

Como uma longa busca de 10 segundos no Google não me retornou nenhum resultado satisfatório, resolvi criar minha própria definição.

 

Uma técnica de estudos é um procedimento que te permite melhorar a eficiência dos estudos.

Fonte: Dicionário Fernando Mesquita de termos concursísticos

 

(Isso ficou meio simples. Talvez eu não sirva para escrever livros técnicos. Mas ok. Seguindo em frente)

 

Repare que as duas palavras mais importantes que temos aqui são procedimento e eficiência. O que quero com uma técnica de estudos (TE)? Oras, que meu estudo seja mais breve, mais eficiente - mais resultado com menos insumos. Como exemplo, temos:

 

- Ler mais páginas em menos tempo

- Absorver mais conteúdos no mesmo período

- Otimizar minhas revisões

 

Alerta

A essa altura, você provavelmente já percebeu que o esforço e a dedicação são necessários para o sucesso nos estudos. Portanto, não há atalho. As técnicas de estudos são, sim, ferramentas para o sucesso nos estudos, podem sim ajudar a entender a matéria melhor e mais rápido. Mas perceba que não há TE que resolva o problema da falta de estudos. 

 

Problema

Com o artigo pronto, deparei-me com um pequeno problema: enquanto a maioria dos nossos artigos têm entre 500 e 1500 palavras, esse em particular ficou com mais de 9000 palavras, o que é bastante - o suficiente para ser dividido em 4 ou 5 artigos. E é exatamente isso que vamos fazer. Como a proposta era falar de técnicas de estudos hoje, deixarei pelo menos um pequeno passo aqui e depois do Z - que está próximo - trataremos de todos os tópicos abaixo em mais detalhes, inclusive com sessões de perguntas e respostas, ok?

 

Mapas Mentais

Quadro horário e ciclo de estudos

Leitura

Resumos

Resolução de exercícios


 

Você sabe ler?


Talvez saiba, mas é hora de aprender a ler como um aprovado

Quando eu era mais novo, tinha uma tática: Se deitasse para dormir e não estivesse com sono, bastava pegar um livro e começar a ler - era tiro e queda. Em menos de 5 minutos, já estava caindo de sono. Você já passou por isso? (considerando-se que aprendi isso com meu irmão, outras pessoas devem passar por isso)
 
Isso acontece porque a leitura para a maioria de nós é uma atividade passiva (apesar de que "atividade passiva" deve ser algum tipo de contradição). Mas então, como transformá-la?
 
É relativamente simples, mas é uma atividade que você vai ter de trabalhar várias e várias vezes. Como seu modo de leitura já está estabelecido, certamente vai ser desconfortável mudar a forma como você lê. Entretanto, caso você decida seguir em frente e fazer por onde, perceberá a grande melhora - inclusive na velocidade e na qualidade dos textos utilizados.
 
Esses são alguns dos pontos mais importantes para transformar a atividade em algo prazeroso, rápido e eficiente (os pontos abaixo aplicam-se principalmente a livros e conteúdos completos, mas partes podem ser utilizadas para outras atividades):
 
    • Definir objetivos da leitura - fazer perguntas: o que você quer aprender com esse texto? Quais os tópicos que você precisa saber? Quais são os pontos mais importantes? Comece com o fim em mente e você já tem meio caminho andado;
    • Ler todo o índice - o índice representa a estrutura do texto, o que vai servir como mapa de sua leitura - por onde você vai passar, o que você vai ver. Saber como o livro está disposto é a primeira peça do quebra-cabeça que vai sendo montado.
    • Procurar palavras-chave - negritos, caixas quadros. Os livros, principalmente os didáticos, vêm com palavras em negrito, quadros, explicações, imagens e instruções. Antes de começar a leitura de fato, passe por esses itens - superficialmente, sem a intenção nem a obrigação de aprender de primeira.
    • Faça uma primeira leitura superficial - a primeira leitura do texto completo deve ser rápida, novamente sem a intenção de entender todo o texto logo de cara. Leia de forma rápida (evite mover os lábios ou pensar em cada palavra na sua mente enquanto lê - é difícil, mas você vai conseguir).
    • Veja se suas perguntas iniciais foram respondidas - analise se você já tem algumas das respostas que procurava. Se necessário, faça outras perguntas para aprofundar a leitura. Descanse alguns minutos para que o conteúdo possa "assentar" em sua mente. Se quiser, faça outras coisas. Seu inconsciente continua tralhando enquanto você está distraído, aparentemente fazendo outras coisas.
    • Faça uma leitura mais aprofundada do conteúdo, com mais atenção, procurando de fato as respostas para as perguntas iniciais (nesse ponto, procure aumentar conscientemente sua velocidade de leitura atual - lendo mais rápido)
    • Repita a leitura profunda, se necessário for - quanto mais você treinar esse método de leitura, menor será sua necessidade de fazer essa segunda leitura profunda.
    • Por fim, sempre que necessário (alguns dias após a leitura, ou após errar algum exercício), faça uma leitura superficial do assunto. Com a resolução de questões, criação de mapas mentais e resumos e resolução de provas, é possível que o texto original não seja mais nem necessário depois de algumas etapas.


Na sua leitura superficial, tente ler cada vez mais rápido. Você pode ficar meio preocupado com a retenção no início, mas sua leitura tende a ficar mais interessantes com o aumento da velocidade (reduzindo o cansaço e AUMENTANDO a atenção e a retenção do conteúdo). 
 
Essa técnica é a primeira etapa da leitura dinâmica - que em princípio não será tratada aqui nem é essencial. Mas a preparação, ou seja, a análise do texto e o aumento da velocidade de leitura, são fundamentais para que você seja capaz de acessar mais fontes de conteúdo em menos tempo.
 
Ainda hoje, vi um anúncio do Ponto divulgando o pacote para a PCDF com 85 aulas. Pense o bem que ler 30 a 50% mais rápido pode fazer por você. Portanto, pratique os pontos acima e me diga como eles funcionaram para você, ok?

 

Sucesso e boas aprovações.

 

Fernando Mesquita

Coach | Ponto dos Concursos

fernando.mesquita@pontodosconcursos.com.br

 

Este artigo faz parte do grupo "Sucesso de A a Z", meu compromisso estabelecido com a grande comunidade do ponto em 29/07/2013. Um artigo por dia, cada um com uma letra do alfabeto no título. Sugestões? Comentários? Ansiedades? Deixei seu recado e faça parte de nossa crescente comunidade.

Comentários

  • 08/10/2013 - Rafael
    Olá professor!
    Venho acompanhando suas postagens e acho que tocou num ponto nevrálgico para um iniciante (eu tô modulo restart..rs) que nunca estudou sério. Espero ansioso novas postagens com esse tema. O pessoal especializado em concurso, na minha opinião, foca pouco na prática, nessas ferramentas bem específicas (básicas). É aquela coisa...Pra nadar com estilo de profissional o primeiro passo é não morrer afogado! rs Grato pela força. Grande abraço.
  • 08/10/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Isso é verdade, Rafael. Estou preparando algumas séries interessantes sobre o início. Quem sabe te ajudam. Obrigado por comentar. Abraço e sucesso,
  • 08/10/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Isso é verdade, Rafael. Estou preparando algumas séries interessantes sobre o início. Quem sabe te ajudam. Obrigado por comentar. Abraço e sucesso,
  • 03/09/2013 - Igor Santos
    Esse é meu grande problema e pretendo superá-lo o mais rápido possível pois minha leitura é muito lenta e isso diversas vezes me desanima. Como sou muito preocupado com a retenção do conteúdo não consigo ler rápido, mas agora vou tentar, já que o senhor descreveu o que sinto e disse que é normal pensar isso no começo.
    Obrigado Professor, que Deus continue lhe abençoando!!
  • 03/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Obrigado, Igor. A preocupação no início, com a leitura, realmente é comum. Mas mesmo lendo com muita calma, sua retenção não será maior se você não fizer uso de ferramentas como revisão e exercícios. Portanto, tanto melhor será ler mais rápido, completar o processo e revisar do que perder muito tempo com a leitura - sem ter vantagens óbvias nisso. Abraço e sucesso.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: