Prof. Fernando Mesquita

30/07/2013 | 15:30
Compartilhar

O sucesso de A a Z - [A] Atitudes acertadas

[Nota: o início do desafio ontem foi um grande sucesso. Obrigado a todos que comentaram. Se tiver uma dica, uma sugestão, envie e farei o possível para adicioná-las a esse período que estaremos juntos, ok?]

 

Comecei a estudar para concursos há mais de 10 anos.

Há mais de 10 anos, a vida do concursando era diferente. Havia menos conteúdo, menos materiais. O Ponto dos Concursos estava começando. Usávamos apostilas. Editoras voltadas para o ramo não eram tão famosas e tão consolidadas, não havia tantos cursos preparatórios.


Comecei a estudar há mais de 10 anos. Poderia ser juiz, promotor, delegado, consultor da Câmara. Poderia ser o que eu quisesse. Mas não sabia disso.


Sua atitude mental coordena seu sucesso.


A uma certa altura, pensei que poderia ter feito Direito. Poderia ser delegado (sonho antigo). Alguns anos depois, achei que poderia ter feito Letras (para ser revisor do Senado). Em outro momento, achei que poderia ter começado a estudar aos 17 anos, para ter mais vantagens. Deveria ter terminado a faculdade antes. Deveria ter me preocupado mais com o futuro. E por aí vai. Você vê onde quero chegar?


Nunca há momento certo, momento perfeito. Para mim, o melhor momento para estudar teria sido 12 anos atrás (quando ia acontecer o último concurso para Consultor da Câmara, em 2002). O segundo melhor momento foi em 1976, quando meu pai entrou para o serviço público e os servidores ganhavam o equivalente a 30 reais por mês, não eram valorizados e o serviço público era uma bagunça - mas as questões da prova eram seu nome, português e matemática. Hoje, se eu quisesse ser AFT, teria de estudar quase 20 matérias, trabalharia durante 30 anos, mas ganharia R$ 15.000,00 e teria um trabalho significativo. Todo momento histórico compromete algo.


Você pode se achar velho demais ou novo demais. Gordo demais ou magro demais. Inteligente demais ou burro demais. Pobre demais ou rico demais. Mas se você está aqui, lendo o que eu tenho a dizer, você certamente está procurando aprovação em algum concurso (ou querendo-a para outra pessoa, o que é um caso à parte). E a partir do momento que você acredita que sua situação pessoal te impede de ser aprovado, sua mente ganhou. E ela não deveria te controlar, você que deveria controlá-la.


Nosso cérebro (assim como nossa família, nosso passado, nossa situação financeira e nossa força de vontade) pode nos ajudar ou nos atrapalhar, mas o grau em que isso é determinante na sua vida só depende de você. É você quem escolhe aquilo que te ajuda ou aquilo que te atrapalha; aquilo que te impulsiona e aquilo que te prende; aquilo que te faz sem bem-sucedido ou remoer o que sente pelo resto da vida.


A uma certa altura, eu achei que não seria capaz. Até que ignorei o que achava que pensava e comecei a construir o processo de aprovação, comecei a construir minha corrente.


Sua atitude mental te ajuda a levantar todos os dias e estudar em prol de uma meta. Te ajuda a entender que não são seus livros, seus cadernos ou seu computador que conquistam a aprovação, mas sim sua própria consistência em direção a um objetivo. Te faz vencer a prova que só tem uma vaga (aquela pra que pouquíssima gente se inscreve) e te mostra o caminho quando tudo parece perdido.


Se você não gosta do resultado que vem obtendo mude sua atitude. Seu comportamento molda seu pensamento.


Você não gosta de estudar? Leia todos os dias. Seu concurso não chega? Prepare-se como se a prova fosse daqui a 45 dias. Você não sabe por onde começar? Pergunte. Você encontra problemas em toda iniciativa? Comece a procurar soluções para toda objeção.


Atitude mental é a diferença entre quem é aprovado (mesmo que não amanhã nem ano que vem) e quem morre na praia, desistindo e chorando porque não consegue o que quer (mesmo sem ter dado 200%). 


Toda meta que vale a pena será muito concorrida. Cabe a você ser mais resistente que a concorrência e fazer tudo que for necessário para ser bem-sucedido.


Qual a sua atitude? O que te ajuda e o que te atrapalha? Deixe um comentário.

Sucesso e bons estudos.

Fernando Mesquita
Coach | Ponto dos Concursos
 
Este artigo faz parte do grupo "Sucesso de A a Z", meu compromisso estabelecido com a grande comunidade do ponto em 29/07/2013. Um artigo por dia, cada um com uma letra do alfabeto no título. Sugestões? Comentários? Ansiedades? Deixei seu recado e faça parte de nossa crescente comunidade.

Comentários

  • 15/09/2013 - Fernanda Pereira
    Só posso dizer uma palavra: Obrigada!
  • 15/09/2013 - Prof Fernando Mesquita
    De nada! =D Obrigado por ler.
  • 01/08/2013 - Magali
    Prof. Fernando,
    O seu compromisso de escrever todos os dias para ajudar os concurseiros é louvável!
    Parabéns pela iniciativa!
    Abs
    Magali
  • 01/08/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Compromissos e desafios são necessários, Magali. Não é justo que eu fique dizendo que só você tem de fazer sua parte enquanto eu não faço minha parte, concorda? Vamos juntos - há muito pela frente. Obrigado pelo comentário e bons estudos. Abraço,
  • 01/08/2013 - Viviane
    Prof Fernando,
    Já que a série de textos inspiradores seguirão uma ordem alfabética, os meus elogios aos seus textos também seguirão. A sua iniciativa é ADMIRÁVEL!
    Estou ansiosa pelos próximos.
  • 01/08/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Viviane, obrigado pelo comentário. Desafio aceito. Fico feliz em saber que você vai seguir o padrão que sugeri aqui. Você vai passar por algumas considerações interessantes neste período =D. Aguardo os elogios. Um abraço e continue acompanhando.
  • 31/07/2013 - sileida Bonfim
    Professor, já estava me sentindo desanimada ,mas após ler os artigos me sinto motivada.
    Obrigada por suas palavras.
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Sileida, a motivação é uma luta interna diária, lembre-se disso. O que eu faço aqui é só dar um empurrãozinho para que você descubra o que já está em você. Procure essa força, descubra como ativá-la e você verá uma grande evolução no cotidiano, ok? Sucesso e fique conosco nos próximos dias. Obrigado por comentar.
  • 31/07/2013 - ADRIANO
    Olha, faz um tempão que não estudo pra concursos, por diversos motivos que não cabe comentar agora, mas gosto muito de ler as matérias do Fernando. Com uma certa adaptação, acabo utilizando-as para tudo na minha vida: em casa, no trabalho, nas atividades físicas, na produção do mestrado, enfim, pra tudo mesmo. Parabéns Fernando, por levar a motivação àqueles que travam uma batalha diária nesse mundo tão concorrido. Tudo só depende de nós. Mais uma vez: PARABÉNS e muito sucesso!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Adriano, todo dia é o melhor dia que há para recomeçar, principalmente quando se trata de grandes e honrosas metas, como cuidar do futuro por meio dos concursos. Fico feliz que você consiga utilizar o que escrevo aqui em outras áreas - cá entre nós, minha expectativa é exatamente essa. Obrigado pelo comentário e conte comigo. Abraço e sucesso.
  • 31/07/2013 - Phillipe Henrique
    Prof , texto motivador demais, muitíssimo obrigado.
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Bom que você gostou, Philipe. Siga firme, cada dia é um novo dia - hora de recalibrar e seguir em frente. Obrigado pelo comentário e sucesso. Abraço,
  • 31/07/2013 - Eduardo Lages
    Excelente! Nós, concursistas, que estamos nesta luta diária, luta essa que não é somente com o aprender, o assimilar, o memorizar das disciplinas. Mas uma luta contra nós mesmos, nossos medos, anseios, desânimos, etc. Só que está nesse universo dos concursos é que sabe da nossa luta, e uma grande arma ao nosso favor são palavras de motivação que nos encoraja e nos fortalece para continuar acreditando na vitória. Obrigado Fernando por estar nos "armando" para nossa grandiosa batalha!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Eduardo, você tem toda razão. Na verdade, acredito que a maior luta seja, incrivelmente, contra nós mesmos. Somos nós que normalmente dizemos que não vai dar, que é difícil, que não vamos conseguir. É terrível. Falo mais sobre isso na letra C, inclusive. Seguir em frente é necessário e todo dia é dia de estudar e de nos mantermos firmes em nossos propósitos. Obrigado por comentar e continue por aqui, ok? Abraço e sucesso.
  • 30/07/2013 - Gabriela
    O texto me deixou emocionada. :D
    Sempre esperamos a "hora certa" ou o "jeito certo" para realizar nossos sonhos. Essa "hora" é agora e o "jeito" é o meu.
    Às vezes é difícil entender esses pequenos conceitos, mas quando eu leio seus textos, sinto que você está falando comigo, com a minha alma.
    Obrigada por toda a motivação, todos os textos, todos os emails respondidos e as conversas. Não há no mundo professor e coach melhor que você.
    Espero que você possa fazer pelos outros o que fez e faz por mim! :D
    Continue escrevendo! E quero muito ler o seu livro. Espero que seja publicado logo! :D
  • 30/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Gabriela, obrigado pelo comentário. Você tem toda razão. Li recentemente uma frase que dizia que "quem espera a hora ideal para fazer o que quer que seja padecerá sem fazê-lo". Fique conosco por aqui. Ainda há muito por ser abordado.
  • 30/07/2013 - Leandro
    É verdade professor. Tudo depende da nossa atitude mental para chegar até a aprovação! Continue nos motivando. Isso é muito importante para todo e qualquer concursando... Abraços!!!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Leandro, ter um bom comportamento e uma boa percepção em relação aos desafios realmente faz toda a diferença. Fique firme na luta.
  • 30/07/2013 - Silvana
    Prof. só quero agradecer e dizer que também estou nessa jornada. Estarei junto na série de artigos de "A a Z"! Parabéns por nos dar o seu melhor, com suas palavras de motivação. Vamos nessa!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Silvana, obrigado pelo comentário. Fique conosco aí e participe - já lancei uma enquete para pedir ajuda quanto ao tema da letra D no artigo "Basicamente" [B]. Fique firme na luta e comente sempre, ok? Abraço e sucesso.
  • 30/07/2013 - Fernando Floriano da
    Otimo artigo! Demonstra que temos que nos programar para estudar com afinco até conseguirmos a aprovação e dar mais do mesmo para conseguir tal aprovação. Obrigado
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Fernando, é verdade. O maior desafio na aprovação dos concursos é mental - nos convencer de que podemos, de que somos capazes, de que é possível. Se conseguirmos vencer isso, só aí já estamos à frente da maioria das pessoas. Abraço e sucesso. Obrigado por comentar.
  • 30/07/2013 - Felipe
    Incrível!!!!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Felipe, Obrigado!!!! Sucesso.
  • 30/07/2013 - CARMEN FORMIGONI
    Parabéns! Seus artigos são fantásticos. Com certeza você é um ser muito iluminado! Obrigada por me ajudar. Te desejo muito sucesso!!!
  • 31/07/2013 - Prof Fernando Mesquita
    Carmen, muito obrigado pelo comentário. Fique firme aí e você verá que logo as coisas começam a mudar. Saber que estou auxiliando no caminho já é muito para mim. Sucesso para você.
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: