Prof. Gabriela Knoblauch

25/07/2013 | 22:01
Compartilhar

Mini metas e a auto-enganação positiva

Oi, amigos! Mais um texto motivacional para vocês!


Quanto maior a meta, mais duvidamos de nossa capacidade de alcançá-la e mais desestimulados nos sentimos a dar o primeiro passo. Afinal de contas, o resultado está looooonge de ser alcançado. Tão longe que mal conseguimos vislumbrá-lo.

Vamos a uma ilustração:

Meta: Passar em um top concurso.

Nossa, dá fadiga só de pensar, né? São MIL coisas a fazer para gerar o resultado esperado.

Comprar livros, frequentar cursinho, estudar horrores, abdicar de uma vida social agitada, ter que responder a perguntas invasivas sobre sua vida profissional e financeira de quem não entende sua escolha, fazer prova, correr o risco de não passar... Ufa! Depois dessa, sua lista de desculpas mentais cresce na velocidade de luz. Fica super justificável não estudar.

Minha dica de hoje é: quando estiver prostrado no sofá, desestimulado e cansado, quebre a meta em mini metas. O tamanho das metas será inversamente proporcional ao seu grau de preguiça.

Você pode pensar: Não consigo estudar Direito Constitucional hoje. Ok. Parece razoável. Afinal, a matéria é extensa e demanda concentração afiada. Poxa, mas hoje você está cansado... Sua desculpa fica bem plausível.

Agora vamos quebrar a meta em mini metas:

Desligar a TV - Ninguém pode afirmar ser incapaz de apertar o bendito botão de DESLIGAR. Pense consigo mesmo: É tão difícil apertar o botão? Não! Não há desculpa plausível que justifique não desligar a TV.

Caminhar até a mesa de estudos e sentar-se - Dificuldade zero em executar tal atividade, não é mesmo?

Abrir o livro - Molezinha. Não há desculpa para julgar-se impossibilitado de abrir o livro.

O segredo em momentos de preguiça e desestímulo, quando você joga contra si mesmo, é a auto-enganação! Isso mesmo. Da mesma forma que você enrola a si mesmo para não fazer algo que deve, crie um sistema para ser levado a fazer o que precisa ser feito.

Mais exemplos:

Auto-enganação negativa: você está de dieta. Mesmo assim, compra uma caixa de chocolates justificando para si mesmo que os saboreará apenas no final de semana. Resultado: em plena segundona, você está bem debaixo do cobertor comendo seus chocolatinhos!

Auto-enganação positiva: “Vou calçar o tênis e vou para a academia... mas nem vou malhar muito... vou só dar uma caminhadinha de leve.” Resultado: você entra no clima e malha para valer!

Auto-enganação negativa: você sabe que se começar a furar seu cronograma de estudo, logo desistirá de estudar pois terá perdido o ritmo. No entanto, você deixa de estudar com frequência na esperança de que – por milagre – seu ritmo de estudo aumente no futuro.

Auto-enganação positiva: Pensar “Só vou sentar na mesa de estudo. Não vou estudar.” Na verdade, você sabe que – uma vez no local de estudo – estudará.


Podem me chamar de doida, mas que essa técnica funciona... ah, funciona!

Em suma, pessoal: Criem para si mesmos toda a condição para que as metas sejam cumpridas. O que vejo diariamente é que tendemos a fazer o contrário (alô, alô, autossabotagem). Não marquem compromissos “rapidinhos” bem no meio do horário de estudo. Não vejam TV até de madrugada quando precisam estudar cedinho no outro dia. NÃO DEIXE DE ESTUDAR SE VOCÊ QUER PASSAR!



Bons estudos, amigos!

Gabriela



 



 


Comentários

  • 28/07/2013 - Jean azevedo
    Gabriela,

    lembra de mim? o meu problema é a tal da disciplina, vc sabe que ela é a ponte que te liga ao teu sucesso, mas pra mim é complicado adquirir isso.
  • 28/07/2013 - Prof Gabriela Knoblauch
    Oi, Jean. Lembro de você sim! Sugiro que use o sistema das mini metas diariamente. Não pense que se tornará um pessoa disciplinada do dia para a noite. A transformação é um processo. Persista! O início é a parte mais difícil. Depois que vira hábito, tudo fica menos sofrido.
    Bons estudos!
  • 28/07/2013 - polyana pereira
    meu problema é que trabalho oito horas por dia, levanto as 5h para preparar café e lanche pras crianças(tenho dois filhos), depois vou trabalhar. Quando retorno tenho que fazer as atividades escolares com eles, o jantar, colocá-los pra dormir... quando paro pra estudar to pra lá de cansada e muito desmotivada. Acho sinceramente que não vou conseguir.
  • 29/07/2013 - Prof Gabriela Knoblauch
    oaOi, Polyana. Sugiro que converse com sua família e explique os benefícios que sua aprovação gerará para todos. Explique que precisará da colaboração de todos e redistribua as tarefas domésticas. Não deixe de estudar. Pense que se parar, é certo que não passará. Se continuar, você terá chances! Bons estudos!
  • 28/07/2013 - renata
    Simplesmente amei, pois, isso acontece mesmo. É difícil lutar contra nós mesmos. Vou colocar essa estratégia em prática. Obrigada
  • 27/07/2013 - Luiz Santos
    Olá, professora! Alguma dica de como manter a motivação quando o stress no trabalho é simplesmente ENORME? Um abraço, Luiz.
  • 28/07/2013 - Prof Gabriela Knoblauch
    Oi, Luiz. Faça diariamente a meditação descrita acima antes de estudar para te ajudar na concentração e use todo o stress do trabalho como motivação para passar no concurso e viver em paz! Bons estudos!
  • 28/07/2013 - Prof Gabriela Knoblauch
    Oi, Luiz.
    1) Leia meu artigo sobre ansiedade e faça diariamente a meditação descrita antes de estudar (para te ajudar na concentração).
    2) Use todo o stress do trabalho como motivação para passar no concurso e viver em paz!

    Bons estudos!
  • 25/07/2013 - adriano
    Professora,o que mais me tira tempo é pensar que não vou conseguir.
    a todo instante esse pensamento vem em minha cabeça.
  • 25/07/2013 - Prof Gabriela Knoblauch
    iOi, Adriano! Isso que você sente é normal. Tente substituir os pensamentos negativos por pensamentos positivos. No início, parece forçado e artificial. Contudo, com o tempo, ficará natural. Leia meus artigos anteriores e - se precisar de algo - pode me mandar um email, ok? Estude com o coração em paz. É mais produtivo assim. Abraço! Gabriela
  • 25/07/2013 - Thatiana
    Oi, professora!!! Excelente texto!!! Creio q me ajudará bastante!!! Obrigada! Bjo!!!
Comentar este artigo
MAIS ARTIGOS DO AUTOR
Compartilhar: